terça-feira, 2 de outubro de 2012

a prendendo com a fidelidade dos recabitas



TEXTO BASE 1° RS 17: 1 = 16

INTRODUÇÃO 

TEMA: APRENDENDO COM A FIDELIDADE DOS RECABITAS=I



INTRODUÇÃO: Texto bíblico: Jeremias 35

1ª O que é fidelidade? É a característica de quem é fiel em sua fé ou crença.

2° Quem são os recabitas? Os recabitas, da casa de Recabe, foram um povo que viveu na época do Antigo

Testamento, originários dos queneus (I Crônicas 2:55). Eles eram da linhagem de Hobabe, cunhado de Moisés – da família de Jetro (Juízes 1:16). Eles tiveram um líder de grande influência que conduziram a práticas inegociáveis. Eles foram fiéis a Jonadabe.

3° Quem é você?




•Muitos são fiéis enquanto não são provados. Estes submetidos a provas são desaprovados.

•Muitos outros são fiéis até mesmo ao serem pressionados pelas mais duras provas da vida.
Como o povo de Deus estava indo de mal a pior, de desobediência em desobediência, de infidelidade a infidelidade, Deus pede a Jeremias para convocar os recabitas para demonstrar fidelidade à voz de Jonadabe, o qual estava morto há cerca de 300 anos. Ainda hoje Deus nos confronta com a lealdade, perseverança e fidelidade desse povo.

I. OS RECABITAS ENSINAM LEALDADE – Jeremias 35:6-10

Jeremias convoca os recabitas para mostrar ao povo de Deus, de todos os tempos, um verdadeiro exemplo de lealdade. Jonadabe, um líder sábio e influente, instruíra seu povo, o qual por 300 anos seguia seus ensinamentos, embora sem a sua presença.

1ª Lealdade é reconhecimento dos princípios ensinados por alguém:Embora Deus deixou Seus sábios princípios a Seu povo os recabitas eram mais leais a um homem morto do que os israelitas a um Deus vivo.
2. Lealdade requer persuasão: Jonadabe deixou seus princípios, estes foram passados persuasivamente de pai para filho. É no ambiente familiar que os padrões de lealdade aparece ou desaparece. No meio da família do povo de Deus não havia lealdade aos princípios divinos.
3. Lealdade pode custar caro: Os recabitas foram convocados por Jeremias a irem ao templo para colocá-los à prova diante dos líderes religiosos da casa de Deus.
II. OS RECABITAS ENSINAM PERSEVERANÇA – Jeremias 35:2, 5-7

Os recabitas aprenderam de Jonadabe algumas coisas:
A não beber vinho, pois promove dissensões, imoralidade e divisões.
A não construir casa, assim era mais fácil fugir quando vinham invasores.
A não plantar no campo para não se apegar aos bens materiais.

O profeta Jeremias ordena os recabitas beber vinho. Não era propósito de Jeremias ensinar o povo a tomar vinho, mas contrastar a obediência dos recabitas com os israelitas que não obedeciam a seu Deus.

1° A perseverança deve ser baseada na Palavra de Deus e não em emoções: Religião verdadeira jamais é baseada na emoção, mas no conhecimento racional de Deus e Sua santa Palavra.

2ª Perseverança só existe quando se tem convicção daquilo que crê: O povo de Deus muitas vezes tem vergonha de ser o que diz ser. O povo de Deus professa uma coisa e vive outra. Os recabitas eram convictos e perseverantes naquilo que um homem lhes ensinara havia muitos anos.

3° Perseverança é continuar firme quando tudo é contrário: Os recabitas buscavam refúgio em Jerusalém, se recusassem o pedido de Jeremias corriam risco de serem expulsos (v. 11). No entanto, diante desta prova perseveraram; e, o povo de Deus muitas vezes nem tinham motivos para desobedecer a Deus e O desobedecia descaradamente.
III. OS RECABITAS ENSINAM FIDELIDADE – Jeremias 35:8-10

Lealdade e perseverança são as bases da fidelidade. Os recabitas venceram a prova e envergonharam o povo de Deus com sua lealdade e perseverança nos mandamentos de Jonadabe. Precisamos aprender que antes da fidelidade vem a lealdade e a perseverança.

1° Fidelidade só existe quando se tem oportunidade de ser infiel: Sem livre arbítrio não há fidelidade. Deus deixa-nos livres para escolher a fim de desenvolver nosso caráter.

2ª Fidelidade é uma questão de decisão lógica: Quem depende da emoção é instável. Para ser firme e convicto é preciso desenvolver a convicção pela decisão racional. Os recabitas decidiram ser fiel e por isso foram. Eles deram a razão de sua decisão (v. 6).

3° Fidelidade nos torna firme, infidelidade nos faz frouxo: O infiel anda conforme as circunstâncias, o fiel conforme suas crenças.

CONCLUSÃO:

1°Fidelidade em qualquer situação só é possível mediante o temor reverente e confiança em Deus (Jeremias 35:13).

2ª Fidelidade em qualquer situação é o que um Deus amoroso e fiel espera daqueles que se comprometem com Ele (Jeremias 35:14-16)

3° Fidelidade em qualquer situação recebe aprovação e a bênção de Deus, enquanto que a infidelidade traz maldição (Jeremias 35:17-19).

Postado por Pr. Heber Toth Armí às 09:47

Nenhum comentário:

Postar um comentário