sábado, 13 de outubro de 2012

ainda há esperança


TEXTO BASE Os 6: 1= 3 / Jo 5: 1= 8

INTRODUÇÃO

TEMA: O SENHOR QUE SARA A ESPERANÇA=I

I - O caso de desesperança de Oséias
a) Estava arrasado pela esposa e filhos - 1º tragédia; 2º desfavorecida; 3º não meu povo;
b) De repente tem um vislumbre de esperança em Deus que sara as feridas.
c) Estava conscio da desgraça espiritual e moral de seu povo.
I - O que é ter esperança
a) Ter esperança é não aceitar a desgraça - jazia uma multidão x jazia esperando;
b) É crer que o extraodinário vencerá o obrigatório da nossa vida
-Havia ao seu redor centenas de enfermidades - doenças que afetam a alma de muitos jovens. - livrar-se da mesquinez de pensar assim (aguia), porque a um certo tempo o anjo descia.
Deixar-se assumir por esta esperança que brota no coração pela ação do E.S.
O paralítico esperava o agir de Deus de forma contrária ao que aconteceu, sabia que não havia condições de ser curado, pois outro ia  na frente.
c) É saber que a graça de Deus atinge quem quer que seja.
d) A vitoria da esperança não é vencer; é nunca se cansar. (38 anos)
e) É ter a única companheira na solidão de amigos e ajuda. (“eu não tenho ninguém” v.7)
f) É crer mais no poder das coisas que acontecem imediatamente do que nas desgraças de longos anos - “estava enferma a 38 a.” x “imediatamente se viu curado”





II - Inimigos da esperança

a) A multidão de frustrados à volta do paralítico e a nossa volta
b) O tempo - 38a.
c) Conformisimo - Muitos doentes não querem ser curados, se conformam.

III - Como opera a esperança

a) “Sabendo que estava assim...”, Deus conhece nossa ferida
a esperança vira história porque Deus sabe quem sou
b) Se realiza mediante a fé na palavra - “o homem se viu curado”- Não viver de traumas emocionais do passado
- Complexos de culpa - Deus já perdoou, nós é que não aceitamos seu perdão- Viver a totalidade da vida cristã através da cura que Cristo oferece

A ser viço do rei Pr. João Nunes Machado








Nenhum comentário:

Postar um comentário