quinta-feira, 4 de outubro de 2012

grupo jovens em oração


TEXTO BASE DN 6: 10

INTRODUÇÃO

TEMA: GRUPO JOVEM DE ORAÇÃO=I


O segredo de jovens vitoriosos tanto espiritual quanto materialmente verificamos nos exemplos de Daniel, Hananias, Misael e Azarias, que com idade aproximada entre 14 e 16 anos, para obterem forças para não se contaminarem com a comida do rei, regularmente (Dan. 6:10)

Oravam  em grupo (Dan. 2: 17), e o resultado de seus contatos com Deus fez com que se destacassem em todo reino Babilônico, conforme Dan. 1: 19,20:

19 Então o rei conversou com eles;  e entre todos eles não foram achados outros tais como Daniel, Hananias, Misael e Azarias; por isso ficaram assistindo diante do rei.

20 E em toda matéria de sabedoria e inteligência, a respeito da qual lhe perguntou o rei, este os achou dez vezes mais doutos do que todos os príncipes e sábios que havia em todo o seu reino.

Quem operou esta maravilha na vida destes jovens israelitas que eram como qualquer jovem de hoje?
Não foi Deus quem lhes proporcionou tamanha sabedoria e entendimento?

Eles dão-nos o segredo de como alcançá-lo.

Gostaríamos de compartilhar com você alguns pontos sobre o acima exposto, com o objetivo que você também tenha vida vitoriosa e de destaque:





I° A oração não é auto sacrifício como forma de penitência religiosa, nem um monólogo cansativo com alguém invisível.

IIª O que é oração?

1° um ato de comunhão com Deus;
2° trasbordamento de um coração agradecido (Heb 13:15);
3° alegria de um espírito renovado (Jo 16:24);
4° conversa íntima de uma amizade perfeita entre você e Deus (Ex 33:11);
5° diálogo de um coração sedento e um Deus pronto a responder, quer em palavras (testemunho interior) como em ações que visam nosso benefício.

III° Por que orar?

1° é uma evidência da conversão (At. 9:11);

2° para vencer o mundo e o pecado;

3° para aprofundar a comunhão com Deus;

4° para ser revestido do Espírito Santo (At. 3:1,7);

5° para que o mover do Espírito Santo se faça presente (At. 4:31);

6° é um alívio na hora da aflição (Tia 5:13);

7° produz edificação aos que convivem conosco (Jud 20);

8° produz intimidade com o Espírito Santo nas dificuldades (Rom. 8:26);

9° para não cair em tentação (Mat 26:41).

10° produz poder (infelizmente desconhecemos o poder da oração).

IV° Maneiras de orar:

1° com o coração contrito (II Cro 7:14)
2° com sinceridade (Jer 29:13);
3° com fé (Mc 11:24);
4ª com obediência (I Jo 3:22).

Vª Tipos de Oração:

a) confissão: quem é Deus. Se quiser ter comunhão perfeita comece declarando quem Ele é;
b) súplica: apresentação de pedidos ao Senhor (Ef 6:18);
c) adoração: período de culto e absoluta contemplação de Sua glória;
d) intimidade: apenas sentir Sua reconfortante presença;
e) intercessão: esquecer nossas necessidades e desejos e focalizá-las em outros;
d) agradecimento: ser grato por suas vitórias e fracassos (I Cor 15:57);
g) louvor: elevar-lhe as glórias devidas por Sua grandeza.

VI° Princípios da vida de oração:

a) Reconhecer a necessidade da vida de oração, nunca deixar que as atividades tomem o tempo da oração. (Luc. 5:16)

b) Fazermo-nos interessados nos problemas e necessidades dos outros. (I Tim. 2:1,2)

VII - Os benefícios advindos da oração em grupo:

Não menosprezemos a oração individual e secreta, conforme nosso Mestre ensinou em Mat 6:6, “Mas tu, quando orares, entra no teu aposento, feche a porta e ore a teu Pai que está em oculto; e teu Pai, que vê secretamente, te recompensará.”
Porém vejamos a importância e os resultados alcançados pela oração em grupo no decorrer do início da igreja:

1) Estavam TODOS reunidos num mesmo lugar quando receberam o poder do Espírito Santo (At. 2:1-4);

2) A cura do coxo no templo ocorreu enquanto Pedro e João se dirigiam à oração no templo (At. 3:1,6,7);

3) O agrupamento era seguido de sinais, maravilhas e estima entre o povo (At. 5:12-16);

4) Pedro foi solto da prisão enquanto estavam reunidos orando por ele (At. 12:11,12);

5) A igreja foi dirigida a escolher missionários enquanto oravam e por onde passaram, igrejas foram estabelecidas (At. 13:2,3).

6) Enquanto oravam por uma causa específica, o lugar em que estavam reunidos se moveu, e TODOS foram cheios do Espírito Santo (At. 4:24-31);

Faça parte do grupo de oração jovem existente em seu bairro e você verá o que Deus poderá fazer em você e nas pessoas que lhe rodeiam.
Se não tivermos objetivos específicos na oração, esquecemos até mesmo do que pedimos.
Amar a Cristo de tal forma que almejamos estar com Ele; sempre arranjamos tempo para fazer o que gostamos.
Nossa falta de oração não é em função de que amamos algo mais do que a Cristo?
Refs.: Deut. 32:30; Luc. 5:16

A ser viço do rei Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário