terça-feira, 2 de outubro de 2012

há similaridade na vida de abel e a vida e morte de jesus



TEXTO BASE  GN 4: 8

INTRODUÇÃO 

TEMA: Há similaridades na vida e morte de Abel e a vida e morte de Jesus Cristo=I

Há similaridades na vida e morte de Abel e a vida e morte de Jesus Cristo. Há quem acredita que Abel tipifica a Cristo por tantas parecenças. Entretanto, quero lhe convidar a ler esta reflexão a fim de que vejas o porquê Abel e Cristo possuem tantas coisas em comum.

Ambos morreram inocentemente:
Abel: Abel sendo justo fez um sacrifício agradável a Deus e foi morto por seu irmão (Gênesis 4:8; Hebreus 11:4). A morte de Abel foi injusta, pois foi morto por um injusto.
   Jesus: Jesus não cometeu nenhum pecado, não fez o mal a ninguém, não revidou quando o maltratavam e mesmo assim o pregaram na cruz (I Pedro 2:22-23).




Ambos foram entregues à morte por irmãos:
   Abel: Morreu porque seu próprio irmão de sangue, Caim o assassinou com suas mãos.
   Jesus: Morreu porque Seus próprios compatriotas o entregaram à morte. Jesus veio para os Seus, mas os Seus não O receberam. Os próprios irmãos de Jesus que eram injustos entregaram Jesus para morrer uma morte injusta. Jesus era tanto judeu quanto aqueles que O entregaram.

Ambos foram entregues à morte por religiosos:
   Caim: As atitudes do irmão de Abel revelavam certa religiosidade – ele foi oferecer uma oferta a Deus, mas não tinha o coração humilde para inclinar-se diante de Deus e aceitar Sua vontade (Gênesis 4:3-7).
   Os judeus: O povo de Israel conhecidos como judeus eram os que receberam a incumbência de preservar a verdadeira religião na terra, para isso tiveram o grande privilégio de receber grandiosas revelações de Deus. Assim, tanto os judeus como Caim, o irmão de Abel, eram religiosos em suas atitudes e atividades, mas não havia neles humildade suficiente para aceitar O Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Ambos foram assassinados por inveja:
   Abel foi vítima da inveja de Caim: Abel foi assassinado por seu irmão por inveja.
   Jesus foi vítima da inveja dos judeus: A mesma inveja que levou Caim a matar seu irmão foi a que levou os sacerdotes judeus a rejeitarem Jesus a tal ponto de O entregarem à morte.

Ambos foram levados a um campo retirado:
   Caim convidou Abel para ir ao campo: Abel foi levado para o campo para ser morto por seu irmão.
   Jesus foi conduzido para fora da cidade: Jesus foi levado para fora da cidade de Jerusalém para ser crucificado em um monte que ficava no campo.

Considerações finais: Seria Abel uma figura de Cristo ou apenas os paralelos revelam o contraste entre os justos e os injustos?
Deus permitiu que o justo Abel fosse morto injustamente pelas mãos de seu próprio irmão para prefigurar a injustiça que seria feita com o homem mais justo que passaria por essa terra: Jesus. Desta forma:
•  Abel não é um protótipo de Cristo, mas um representante dEle aqui neste mundo de injustiças.
•  Abel não é uma tipo de Cristo, mas um exemplo de alguém que se entregou completamente a Cristo mesmo em face da morte injusta.
•  Abel não é uma figura de Cristo, mas uma figura do estrago que a injustiça pode causar na vida dos justos.
Postado por Pr. Heber Toth Armí às 11:45

Nenhum comentário:

Postar um comentário