sábado, 13 de outubro de 2012

juventude cristã em uma sociedade não cristâ


TEXTO BASE Jo 17: 11=17

INTRODUÇÃO

TEMA JUVENTUDE CRISTÃ EM UMA SOCIEDADE NÃO CRISTÃ=I


Quando se trata de viver na sociedade geralmente se parte para extremos de alienação ou secularização, quando o ideal é a contextualização influenciadora.

I - O que não significa ser juventude cristã.
1) Ser religiosos de pouca idade - o jovem rico. (Mt 19.16-30)
2) Ser uma geração de alienados - fariseus. (Mt 23.13)
3) Ser agentes da emoção - 7 filhos de Ceva. (At 19.13-16)
4) Ser denominacionalistas jovens - profetas e Josué/Moisés (Nm 11.25-30





II - O que significa ser juventude cristã.

1) É ser uma geração que se identifica com Jesus - Levi. (Mc 2.14)
2) Ser uma juventude que rende-se ao senhorio de Cristo - cada dia sua cruz. (Lc 9.23)
3) Significa ser compromissado com a obra de Jesus Cristo. (Mc 16.15-18)

III - A juventude cristã tem que estar no mundo.

1) Deus criou o homem para estar no mundo. (Gn 1.27-28)
2) Cristo evidenciou que nos queria no mundo. (Jo 17.15)
3) Jesus nos enviou ao mundo. (Jo 15.19; Mt 10.16; Mc 16.15)
IV - Não podemos ser influenciados pelo mundo.
1) O mundo visa nos influenciar (I Jo 5.19)
2) O meios que o mundo usa para nos influenciar (I Jo 2.15-17)
a) Concupiscência da carne - inclinação aos prazeres
b) Concupiscência dos olhos - crise do ser e do ter x comodismo
c) Soberba da vida - inclinação ao orgulho, presunção e vaidade
3) Como fazer para não ser influenciado pelo mundo - nem tudo me é lícito. (I Co 10.23)

V - A juventude cristã está no mundo para influenciá-lo.

1) Temos consciência de que somos agentes influenciadores (Mt 5.13-16) - Sal (produz sede e dá sabor) fora do saleiro.
2) Como influenciarmos o mundo - andar como filhos da Luz. (Ef 5.8)
3) O resultado de nossa influência no mundo - renovação de mente. (Rm 12.2)
4) Alegria contagiante; sensação de bem-estar. (Jo 17.13)
Bibliografia:
Stott, John R.W. O Cristão em uma sociedade não Cristã. Ed. Vinde.
Wright, G. Ernest. Doutrina Bíblica do homem na sociedade. Ed. Aste

A ser viço do rei Pr. João Nunes machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário