sábado, 13 de outubro de 2012

o legalismo dos preceitos


TEXTO BASE Mat. 23: 23

INTRODUÇÃO

TEMA: O LEGALISMO DOS PRECEITOS = I


Observação à letra da lei em detrimento ao Es

1° Jesus condenou o legalismo: “,... dais o dízimo das coisas mínimas, e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da lei, a justiça, a misericórdia e a fé;” Mat. 23: 23

2° Sempre é conseqüência de autojustificação, tornando inválido o sacrifício de Cristo: “Sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus.” Rom. 3: 24

3° Pedro tentou parecer legalista e foi duramente repreendido por Paulo. Gal 2: 11= 14

4° O legalismo tem como prêmio ser visto justo pela comunidade.Col 2: 20,21,23
A reação a este tipo de manipulação é o oposto, a seguir:







II - A LIBERTINAGEM DO DESCOMPROMISSO - falta de controle moral

1° “Porque vós irmãos fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne,...” Gal 5:13
2° Deus permite aos libertinos total entrega às suas paixões:
“Por isso Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências (apetite sexual desordenado) de seus próprios corações.” Rom 1: 24
3° Provoca mentes cauterizadas: “Os quais tendo-se tornados insensíveis, se entregaram à dissolução (perversão de costumes) para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza.” Ef 4: 19
O meu comportamento e meus trajes estão despertando que tipo de sentimento nos que me cercam?
III -A LIBERDADE EM CRISTO
Se define como a liberdade que tenho para fazer o que quero, visto ter sido liberto da Lei do pecado e da morte, que, estes sim, me escravizavam para fazer o que

queriam, porém os limite desta liberdade é saber que nem tudo que é lícito me convém.
1° Não usar da liberdade para cobertura da malícia. I Pe 2: 6
2° Nossa liberdade em Cristo automaticamente nos torna servos Dele. Rom 6: 18. Orelha furada.

3° Não se resume pelo estado físico e sim pelo espiritual. Ex. Paulo preso

4° Paulo tinha um verdadeiro sentimento de liberdade em Cristo; quando para ganhar

alguns judeus (I Co 9: 20) Permitiu a si rituais da lei rapando a cabeça (At. 21: 26), porém não permitiu que Tito sendo gentio fosse submetido aos rituais da lei (Gal 2.3), e ainda repreendeu Pedro por estar se comportando como camaleão (Gal 2: 11 =14)

5° O caminho do centro (liberdade) aliado ao apego da Palavra nos proporciona prosperidade: “...para que sejas bem sucedido por onde quer que andares.” (Jos 1: 7)
Não podemos viver de modo a achar que costumes e preceitos nos salvam em detrimento ao sacrifício de Cristo, nem achar que uma vez salvos estamos isentos de mostrar exteriormente, como fruto do espírito, o que aconteceu interiormente.

IV° FANATISMO Luc. 9: 51 =56

Enviou alguns a prepararem pousada, mas os samaritanos perceberam Nele que passaria adiante, simplesmente em função disto.

O que suscita indignação nos filhos do trovão.

É natural pelo fato de terem gasto tempo e energia em lhe preparar alguma coisa.
Se na época já tentou se usar o nome de Jesus para alcançar objetivos distorcidos imaginem hoje.

Quando o poder de Deus é usado contra todos aqueles de que não gostam.

O exemplo do Pastor em Joinville amarrando demônios de helicóptero; o irmão que visitei e que estava prestes a receber uma visita de Jesus.

Fanáticos não servem porque não amam a vida e não querem um mundo melhor, querem apenas um mundo para eles, dominado por eles.

A ser viço do rei Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário