terça-feira, 2 de outubro de 2012

presiosa graça divina


TEXTO BASE GN 4: 1 = 16

INTRODUÇÃO

TEMA: A PRECIOSA GRAÇA DIVINA NA VIDA DO PRIMEIRO PECADOR IMPENITENTE= I

INTRODUÇÃO: Texto bíblico: Gênesis 4:1-16
1. Existem pessoas que não reconhecem a graça de Deus no Antigo Testamento. Estão equivocadas!
2. Existem pessoas que declaram que a graça manifestou-se apenas no Novo Testamento. Estão equivocadas!
3. Existem pessoas que alegam que no Antigo Testamento Deus impunha uma religião legalista, sem misericórdia, sem amor e sem compaixão. Estão equivocadas!
4. Existem pessoas que não admitem a comiseração de Deus – sentimento de piedade pela infelicidade de outrem – no Antigo Testamento. Convido você e examinar biblicamente a reação de Deus diante do primeiro pecador impenitente: Caim, o primeiro ser humano incorrigível.




I. O CARÁTER DE CAIM – O PRIMEIRO PECADOR IMPENITENTE:

1. Prepotente: Um sentimento falso de superioridade. Auto-afirmação. Caim se sente superior ao seu irmão (Gênesis 4:1-5). Por não ser aceito por Deus, seu orgulho é ferido e sua arrogância transparecida.
2. Presunçoso: Presunção é o ato de supor algo, pretensioso. Caim ouviu a orientação de Deus (Gênesis 4:6-7) e sem dizer uma palavra saiu com a pretensão de cometer fratricídio (Gênesis 4:8). Assassinou seu inocente irmão.
3. Displicente: Pessoa que revela descaso, desinteresse. Deus conversa com Caim duas vezes. A primeira para orientá-lo antes de cometer assassinato (Gênesis 4:6-7), ele nada respondeu. A segunda para convidar-lhe à reflexão depois de derramar sangue inocente (Gênesis 4:9), ele revela desinteresse por Deus.
4. Incorrigível: Alguém que não se sujeita a correção, embora seja para seu bem. Caim questiona Deus pelas conseqüências de seu próprio pecado (Gênesis 4:13-14), insinuando que Deus é injusto.

II. O CARÁTER DE DEUS – COMISERAÇÃO PARA COM O PRIMEIRO PECADOR IMPENITENTE:

1.  Compaixão: Deus vê Caim triste e se compadece dele (Gênesis 4:6-7).
2. Bondade: Depois que Caim comete assassinato Deus se aproxima dele com bondade, fazendo uma pergunta que certamente ele sabia da resposta (Gênesis 4:9).
3. Amor: Deus faz cair o castigo maior sobre a terra e não sobre Caim (Gênesis 4:10-12). Caim continua com vida e saúde por muitos anos!
4. Graça: Deus não elimina Caim, embora o salário do pecado é a morte: o do Cordeiro ou de quem não aceitou o Cordeiro. Embora Deus revelasse justiça se tirasse a vida de Caim para não perpetuar suas características, Ele coloca um sinal de proteção “para que não o ferisse quem quer que o encontrasse” (Gênesis 4:15). Caim saiu ingrato da presente graça de Deus a fim de seguir sua própria vida de pecado!

CONCLUSÃO:

1. Deus ama mesmo aqueles que não merecem ser amados. Ter uma audiência com Deus, estar em Sua presença e sentir Seu amor nem sempre resulta numa transformação de vida.
2. Deus protege mesmo aqueles que O ignoram. A proteção de Deus é incondicional, mas nem sempre é reconhecida.
3. Deus aconselha mesmo aqueles que O desprezam. Os conselhos de Deus são bons, mas nem sempre são considerados.
4. Deus oferece Sua preciosa graça mesmo sabendo que o beneficiado O rejeitará. A graça de Deus é infinita, mas não irresistível.

APELO:

1. Não seja como Caim, deixe-se envolver com o infinito amor de Deus.
2. Não seja como Caim, reconheça a proteção de Deus até mesmo quando você não a mereça.
3. Não seja como Caim, aceite os bons conselhos de Deus para tua vida.
4. Não seja como Caim, permita que a graça de Deus transforme e amoleça teu coração.


Nenhum comentário:

Postar um comentário