domingo, 18 de novembro de 2012

atenção: uma em cada cinco mulheres não atinge orgasmo


ATENÇÃO: Uma em cada cinco mulheres não atinge orgasmo

Crédito da imagem: Pedro Marques

Conversar com o parceiro pode ajudar no alcance do orgasmo?

"Na hora da relação sexual, atingir o orgasmo ainda é uma grande dificuldade para boa parte das mulheres", este é um dado da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, que aponta:

* 18,2% das brasileiras recebem o diagnóstico de anorgasmia (ausência de orgasmo);
* 5,2% de inibição sexual generalizada, que aponta para problemas de excitação durante as relações sexuais.




A pesquisa feita com base em 455 atendimentos realizados no hospital Estadual Pérola Byington, em São Paulo, entre 2007 e 2008, revelou que 48,5% das mulheres sofriam de distúrbio do desejo sexual hipoativo (falta de interesse sexual).

Do total de pacientes, 18,2% recebeu diagnóstico de anorgasmia (falta de orgasmo) e outras 5,2%, de inibição sexual generalizada. Entre as principais queixas estão dor durante o coito (10%), sentimento de inadequação sexual (4,9%) e falta de excitação (2%).

Os diagnósticos de problemas sexuais se dá por questões psicológicas, fatores sociais e culturais e somente 13% das pacientes têm problemas de natureza orgânica, como alterações hormonais ou distúrbios originados por alguma doença.

Alguns fatores que podem colaborar para a ausência do orgasmo é:
1° Baixo desejo sexual que fez com que a mulher não tenha vontade de iniciar uma atividade sexual e consequentemente acaba por atingir o orgasmo;
2° Pouca lubrificação pela falta de excitação;
3° Falta de investimento do casal em preliminares;
4° Não há o auto conhecimento corporal;
5° Medo de se olhar, tocar, conhecer e se masturbar;
6° Falta de diálogo com o parceiro;

Dicas para atingir o orgasmo com mais facilidade:
1° Converse com o seu parceiro
2° Não se prenda só ao orgasmo, aproveite as preliminares
3° Toque seu próprio corpo
4° Fale o que você deseja na hora do sexo
5° Esqueça os problemas e aproveite o momento

Como reconhecer que você teve um orgasmo:

1ª Podem acontecer contrações involuntárias da plataforma orgástica (parte externa da vagina);
2ª O clitóris fica ereto e sensível ao toque;
3° Os lábios vaginais ficam inchados e podem ficar mais escuros;
4° A respiração, a pressão sanguínea e os batimentos cardíacos aumentam;
5° Perde-se o controle muscular voluntário, podendo ocorrer diversas contrações de músculos, do rosto, braços e pernas;
6° Segundos depois do orgasmo, pode aparecer uma sensação de relaxamento e tranquilidade.

Retirado de:
Fonte: Portal Minha Vida - http://www.sissaude.com.br/sis/inicial.php?case=2&idnot=3107
Fonte: Mente e Cérebro - http://www.sissaude.com.br/sis/inicial.php?

Nenhum comentário:

Postar um comentário