quinta-feira, 15 de novembro de 2012

o amor pelos irmãos


TEXTO BASE FP 2: 25 = 30

INTRODUÇÃO

TEMA: PAULO E O AMOR PELOS IRMÃOS=I

1° De Éfeso (onde estava preso) a Filipos eram 450km.
2° O relato de Paulo sobre Epafrodito é um exemplo de como vivia a igreja primitiva e como devemos viver hoje.
3° Seu nome significa ‘simpático’ ou ‘encantador’
4° Quase morreu e se dispôs a dar a própria vida (arriscou a vida) para suprir necessidades de Paulo que a igreja não pode dar. 30 – o perigo das viagens: salteadores, doenças.




a) Mensageiro aos crentes da situação de Paulo. 25
b) Auxiliava Paulo nas suas necessidades. 25
c) Se preocupa até por que os outros se preocupam com ele. 26
d) Paulo é tão chegado a ele que diz que se morresse teria “tristeza sobre tristeza”. 27
e) Os irmãos sentem alegria na presença dele. 28
f) Irmão, cooperador (que trabalha junto com outro) e companheiro de lutas (soldado) de Paulo.
1ª Lutas em oração de Paulo. Rm 1.8-10; I Co 1.4; Ef 1.16; 3.14; Fp 1.4; Cl 1.9; 2.1; I Ts 1.2; II Tm 1.6
A maior parte são orações de agradecimento a Deus pela vida deles e solicitando bençãos e não acusando os irmãos contra Deus.
2° Deus não responde às orações quando há falta de perdão. Mc 11: 25,26
3ª É possível orar por alguém sem amar, mas é impossível amar alguém sem orar. II Co 9: 14:
“Enquanto eles, pela oração por vós, demonstram o ardente afeto que vos têm, por causa da superabundante graça de Deus que há em vós.

1° A murmuração em contraste com a oração.
2° Alguns lutam em oração (Cl 2: 1), outros lutam para matar o outro com a língua.
3° A murmuração (afeta todos) é pior que o adultério (afeta no máximo dois).
4° É mais fácil murmurar do que orar pelo irmão.
5° A murmuração rouba a comunhão com Deus.
6° Não dar atenção ao murmurador, porque se morre com ele. Rm 16: 17
7° O exemplo de Israel: murmuração > Nm 16: 3; castigo > Nm 16: 31 =33,35; murmuração > Nm 16: 41; castigo > Nm 16: 45,49; a advertencia de Paulo > I Co 10: 10,11

1° A murmuração revela:
2° Orgulho – por que sabe fazer melhor
3° Juízo – o julgar pertence a Deus
4° Difamação – está estragando a reputação do próximo
g) Não vê a hora de rever os irmãos (saudade). 26 (motivo de sua doença?)
• Ânsia (saudades) de Paulo pelos irmãos: Fp 1: 8;
• A “afetuosa lembrança” dos crentes de Tessalônica por Paulo. I Ts 3: 6
•Ser caloroso com os irmãos para fazer com que todos tenham desejo de estar juntos no próximo culto (sintam saudades). II Co 7: 7; Fp 1: 8.
•Entranhaveis afetos e compaixões. Fp 2: 1

•Este calor faz com os não crentes se sintam bem, voltem a aceitem a Cristo.

A ser viço do rei Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário