segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

as lições de lutero


AS LIÇÕES DE LUTERO


"A paz se for possível, mas a verdade a qualquer preço. A medicina cria pessoas doentes, a matemática, pessoas tristes, a teologia, pecadores. Quem não for belo aos vinte anos, forte aos trinta, esperto aos quarenta e rico aos cinqüenta, não pode esperar ser tudo isso depois." Martinho Lutero

Alguns dizem que a Igreja Católica Apostólica Romana é a grande responsável pelo atraso brasileiro em evoluir para um país de primeiro mundo. Eu concordo. Não existe nada mais atrasado no mundo do que a igreja de Roma.




A Igreja Católica Apostólica Romana, a maior associação religiosa com atuação no Brasil, conseguiu fazer as pessoas acreditarem que a única maneira de serem bem sucedidas na vida é se tiverem a permissão de Deus, ou pior, de algum santo. Se ele quiser, ou se o santo das causas perdidas, ou a santa do pé inchado, ou o santo do casamento quiserem, você será convidado a participar de um Big Brother, ou conseguir um aumento de salário, ou a atenção do amor da sua vida; agora, se eles não quiserem, você deve aceitar o fato de ser um perdedor, continuar sofrendo, ter paciência, aguardar a sua devida hora.
Bobeira. Atraso de vida. Quinhentas aves marias não absolvirão um pai assassino, mil pai nossos muito bem rezados não transformarão um político corrupto em cidadão do bem. 5.000 credos não abrirão as portas do céu para ninguém. Milhões de brasileiros seguem uma igreja completamente atrasada. Esse é grande motivo do Brasil ainda não ter avançado.
Por que tantos judeus são tão bem sucedidos em ganhar dinheiro?
Antes que alguém me acuse de anti semita por levantar uma questão que já foi motivo de muitas perseguições aos judeus, quero deixar bem claro que eu adoro os judeus.
Os Judeus, um dos povos mais caçados da história do mundo, são hoje 0,02% da população mundial mas representam mais de 10% da lista das pessoas mais ricas do mundo segunda a revista Forbes 400, e mais de 10% da lista dos presidentes das 500 maiores empresas do mundo, e quase 30% de todos os vencedores do prêmio Nobel.
Além disso, os judeus tem uma representação desproporcional em campos de trabalho que geram grandes receitas como medicina, direito e finanças. Os Judeus parecem ter algum tipo de vantagem quando o assunto é finanças.
Por que isso acontece?
Eu acredito que os judeus são bons em ganhar dinheiro porque no sangue deles corre os ensinamentos milenares do Torá. Isso mesmo, os caras são super bem sucedidos porque os seus ancestrais estudaram e continuam estudando frente e verso do livro mais sagrado do seu povo; e de alguma maneira, por herança genética ou consciência coletiva, os ensinamentos são passados de geração a geração mesmo para aqueles que não freqüentam as sinagogas.
Tudo está no livro, não nos papas ou nos rabinos.
Nascido no dia 10 de Novembro de 1483, Martinho Lutero tinha a mesma crença. Ele acreditava que a Bíblia era uma autoridade em si e não um dogma de alguma igreja, ele acreditava que pessoas de fé são iguais e não precisam de outras pessoas para interpretar a bíblia para elas.
Lutero reformou a igreja católica, deu início ao Protestantismo, e mudou a fé para sempre.
Antes de Lutero, a Bíblia só existia em Latim e Grego, e estava disponível apenas para os padres, bispos e papas da igreja de Roma. Naquela época, a igreja usava a desculpa de que o cidadão comum era ignorante e não conseguiria interpretar as histórias do velho e novo testamento. No seu lugar, a igreja oferecia ao cidadão comum o conforto das indulgências. Ou seja, o pobre não precisava ter o trabalho de ler a Bíblia e pensar, bastava dar uma graninha para a igreja, rezar 50 aves marias que ele estaria absolvido de todos os seus pecados pelo período de 10 dias. Exatamente 10 dias, na semana seguinte, o cidadão teria que voltar a igreja e dar outra graninha para se manter livro do purgatório.
Ainda bem que não existe mais esse tipo de coisa, certo?
Com esse blá blá blá, a Igreja de Roma levantou fundos o suficiente para construir a riquíssima Basílica de São Pedro em Roma. É isso mesmo, um dos lugares mais sagrados do catolicismo, foi construído com o dinheiro dos pobres enganados pelos vendedores de indulgências do século dezesseis.
Lutero lutou contra a prática das indulgências com todas as suas forças. Mesmo sob ameaças de excomungação, fogueira ou pior, no dia 31 de Outubro de 1517, Lutero pregou as 95 Teses que escreveu contra a igreja na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg.
As teses de Lutero condenavam a avareza e o paganismo na Igreja como um abuso, e pediam um debate teológico sobre o que as Indulgências significavam.
As portas da igreja naquela época eram uma espécie de Blog e Mercado Livre Pontocom dos dias de hoje. As pessoas usavam as portas das igrejas para ofertar empregos, casamento, venda de imóveis, cavalos e até provocar o debate sobre questões que afetavam a comunidade.
Entre as 95 teses, Lutero escreveu na Tese 86: "Do mesmo modo: Por que o papa, cuja fortuna hoje é maior do que a dos ricos mais crassos, não constrói com seu próprio dinheiro ao menos esta uma basílica de São Pedro, ao invés de fazê-lo com o dinheiro dos pobres fiéis?"
Poucos meses depois da sua publicação na porta da igreja, as 95 Teses de Lutero se espalharam por toda a Europa, provocando uma verdadeira revolução da fé.
Três anos depois, Lutero foi excomungado e chutado para fora da igreja católica; só não foi assassinado porque os príncipes alemães conseguiram escondê-lo dos assassinos de Roma.
No cativeiro, Lutero traduziu a Bíblia para o alemão - trabalho herege, proibido, maligno e bruxo aos olhos de Roma -, o Novo Testamento foi impresso em alemão em setembro de 1522, em seguida outras traduções conquistaram toda a Europa. 500 anos depois, a Bíblia é o livro mais traduzido, lido, estudado, e interpretado do mundo. Depois do protesto de Lutero, ninguém mais teve que esperar a boa vontade do papa para ler os versículos de São Mateus.
A verdade seja dita, a religião é a fonte da prosperidade e da desgraça dos povos, da generosidade e da corrupção, da tristeza e de profundos ensinamentos.
A história de Lutero pode ensinar muitas coisas sobre negócios.
1. Quando ingressar em uma grande corporação multinacional, não seja ingênuo a ponto de pensar que os acionistas ou o alto escalão da empresa estão interessados em mudar o mundo. Esse momento já passou, os fundadores da empresa já não apitam nada, agora é hora de ganhar muito dinheiro para sustentar as contas de milhares de funcionários e centenas de acionistas que investiram uma grana preta em uma empresa que eles nunca visitaram.
A agenda de responsabilidade social, o papo de atender as necessidades dos clientes, o 0800 do call center terceirizado etc são apenas requisitos de sistema, não coração. Se você quer mudar o mundo, junte-se a uma pequena empresa. Ou, faça como Lutero, reforme o sistema, proteste contra a empresa, publique um blog com 95 teses sobre as práticas capitalistas da empresa em que você trabalha, divulgue o endereço do blog para todos os funcionários, traduza o Annual Report para o português dos mortais, ou publique um Annual Report Reformista, com o depoimento verdadeiro dos funcionários da empresa sobre o desempenho do ano, e idéias de mudanças, e comentários de clientes, promova o Annual Report da Reforma no blog do protesto, chame os funcionários para ler, comentar, espalhar.
E mais, em uma grande corporation você consegue até colocar fogo nos colchões sem ninguém notar ou dar bola.
Quando soube das teses de Lutero, o papa disse, " Lutero não passa de um alemão bêbado. Quando estiver sóbrio mudará de opinião".
O Papa levou quase dois anos para fazer alguma coisa contra Lutero. Quando resolveu fazer alguma coisa as 95 Teses já haviam ganho toda a Europa.
Portanto, se você trabalha em uma grande corporation, encare a realidade: vocês não vão lançar o Google, o iPhone, o carro elétrico, e a energia solar; quem vai fazer isso são os reformistas.
2. Adote o idioma do povo nas comunicações da empresa. Pare de falar difícil, pare de bancar o sabidão. 90% dos materiais de marketing não são lidos pelos vendedores das empresas, 95% das propagandas do mundo são feitas para homens - apesar das mulheres darem a palavra final em 80% das decisões de compra. Os jovens usam blogs,orkuts, twitters, SMS, redes sociais, Campus Partys para se comunicarem. O que você usa para se comunicar com eles?
Antes da reforma, a elite da região onde hoje se situa a Alemanha falava o latim para puxar o saco do papa. O idioma alemão era falado apenas pelos povos pobres que nunca tiveram acesso ao latim dos romanos. O alemão era o idioma da periferia e não do centro.
Ao traduzir a Bíblia para o alemão, Lutero levou o livro para o povo e elevou o idioma alemão para um novo patamar na sua história. A tradução de Lutero ajudou a criar as bases da comunicação de um país chamado Alemanha que surgiria muito tempo depois. O idioma e a literatura alemã tem uma dívida incalculável com Lutero.
3. A hora é agora. Como dizia Lutero, "Quem não for belo aos vinte anos, forte aos trinta, esperto aos quarenta e rico aos cinqüenta, não pode esperar ser tudo isso depois". Não enrole, a banda está passando, e se você não está fazendo o que gosta você está enrolando.
Lutero não foi o primeiro a traduzir a bíblia para o alemão e não foi o primeiro a protestar contra as indulgências. Alguns já tinham feito algo parecido, mas sem muito sucesso.
A inovação de Lutero foi ter feito o básico com uma nova linguagem, muita coragem, engajamento, além de ter percebido e aproveitado as ferramentas tecnológicas que existiam na época para espalhar o seu protesto.
Lutero usou a prensa de Gutemberg para espalhar as 95 Teses pela Europa; se aliou a força dos príncipes do Império Sacro Germânico que já estavam de saco cheio de Roma, e percebeu que a Europa do Renascimento estava preparada para protestar junto com ele.
Lutero viveu na mesma época que Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael entre muitos outros. No momento em que Lutero começou a protestar, a Europa estava saindo da idade média do terror e entrando no Renascimento.
Caras como John Wyclif, Jan Huss e Erasmo que viveram alguns anos antes, já haviam pavimentado uma nova maneira de pensar e encarar a fé e a religião católica. Eles estavam precisando apenas de um locutor, um Lutero com coragem o suficiente para dar a cara para bater.
A mesma coisa acontece nos dias de hoje. Nós vivemos um Novo Renascimento. O século 20 foi o século do terror, o século das duas grandes guerras, da era industrial, da poluição, do desmatamento; o século 21 TEM QUE SER o século do software em todos os sentidos, das energias naturais, do empreendedorismo, das comunicações interativas, da web 2.0 e 3.0.
O mundo já está preparado para receber as inovações mais doidas que a sua cabeça possa imaginar. Basta você ter coragem para criar alguma coisa, voluntariar-se na internet, aparecer on-line ou off-line. Faça isso e uma porção de malucos que pensam igual a você surgirão do nada.
Nesse século ficou muito mais fácil encontrar os Leonardos da Vinci que moram no seu bairro. Se você estiver a fim, se você estiver realmente afim, você não precisar terminar como o Lutero, que viveu alguns poucos quilômetros de distância de Da Vinci e Michelangelo, mas nunca os encontrou pessoalmente.
Você é o que você acredita.
Milhões de brasileiros ainda estão presos aos velhos conceitos da Igreja Católica Apostólica Romana. Consciente ou inconscientemente, milhões de pessoas levam para o trabalho, para a relação com a política, para a relação com a família, para todos os cantos que se movem, o DNA do medo de não agradar a alguém, o medo de criar conflito, o medo de ser honesto consigo mesmo, o medo de empreender, o medo de reformar, o medo de enfurecer Deus ou algo do tipo.
Lutero mudou tudo isso. Durante o seu julgamento, a igreja deu a oportunidade a Lutero para se retratar, mas Lutero disse, "Não posso fazer outra coisa, esta é a minha posição. Que Deus me ajude! Não posso nem quero retratar-me de nada, porque fazer algo contra a consciência não é seguro nem saudável."
Hoje no Brasil, 30% dos católicos são protestantes. O número cresce todos os dias. Talvez esteja ai a principal razão da evolução do Brasil para um lugar com pessoas com auto-estima, amor próprio, espírito empreendedor e profundo desejo de reformar a sociedade e lutar por ideais valorosos.
Eu realmente acredito que a sua herança religiosa faz a diferença. Se preferir, você pode chamar de guia espiritual, ou até filosofia de vida, mas, goste ou não, você é a sua fé.
A paz se for possível, mas a verdade a qualquer preço.
NADA MENOS QUE ISSO INTERESSA.
QUEBRA TUDO! Foi para isso que eu vim! E Você?

Nenhum comentário:

Postar um comentário