sexta-feira, 26 de abril de 2013

a vitória que vence o mundo


TEXTO BASE JO 15: 1 = 10

INTRODUÇÃO

TEMA: A Vitória Que Vence o Mundo

A Videira e os Ramos

Jesus é a videira verdadeira! Nesta passagem vemos que Jesus faz uma analogia entre ele e uma videira.

Na videira, todos os ramos são unidos, ajudando e levando a seiva com todo alimento necessário para os ramos.

Cada ramo tem o seu papel, levar o alimento em abundância para que os ramos cresçam e dêem frutos. Quando um ramo não está cumprindo o seu papel, ele está sendo inútil para a vida da árvore, fazendo com que os outros ramos fiquem anêmicos.          



Todo fruto que não dá fruto é cortado.

O diabo faz isso com nossa vida, se escapamos do amor de Deus, imediatamente vamos para a vida mundana, para as vontades da carne.

E quando estivermos desligados do amor e da seiva de Jesus, automaticamente, seremos cortados.

Jesus Cristo já deu a vida dEle por nós, agora Ele é a verdadeira videira.

Todo ramo que dá fruto é podado e o interessante é que quando isso ocorre, ele cresce mais.

O agricultor não tem dó de podar porque é melhor para a planta, assim ela vai adquirir mais força.

Aquele que não deu fruto não pode beber da mesma fonte que aquele que o não deu.

I- A polêmica da videira:

Existem videiras falsas.

Israel foi descrito como uma videira de vida. (Jr 2: 21).

Jesus é a fonte absoluta da vida para os homens. (Jo 14: 6).

II- A escolha da videira, como representação da vida eterna, é apta pelas seguintes razões:    

Ela é um organismo vivo. (Jo 3: 16; 5: 26; 6: 57).

A videira é um organismo vivo, que supre vida a outros organismos vivos.

Cristo proporciona vida a outros. Jesus é a fonte de sustento espiritual.

Assim também está escrito que Jesus é o pão vivo que desceu do céu.

Ela é uma grande fonte de sustento.

Dela se extrai o suco que é o vinho – símbolo de alegria.

III- Na videira há duas categorias de varas: Infrutíferas e Frutíferas:

As Varas Infrutíferas: São as varas que cessam de dar fruto porque já não tem em si a vida que provém da fé perseverante em Cristo e do amor a Ele.

A essas o Pai tira, isto é, Ele as separa da união vital com Cristo. (Mt 3: 10).

Quando cessam de permanecer em Cristo, Deus passa a julgá-la e a rejeitá-las. (v.6).

As Varas Frutíferas: São as varas que têm vida em si por causa da sua perseverante fé e amor para com Cristo.

 A essas o Pai limpa, poda, a fim de ficarem mais frutíferas.

IV- Estar em Cristo (a videira) significa:

Crer que Ele é o Filho de Deus. (1° Jo 4: 15).

Recebe-lo como Salvador e Senhor. (Jo 1: 12).

Fazer o que Deus diz. (1° Jo 3: 14).

Continuar a crer nas boas novas. (1° Jo 2: 24).

Relacionar-se em amor com demais crentes que formam o corpo de Cristo. (Jo 15: 12).

V- As condições mediante as quais permaneceremos em Cristo são:

Conservar a Palavra de Deus em nosso coração. (JO 15: 7).

Cultivar o hábito da comunhão constante e profunda com Cristo. (JO 15: 7).

Obedecer aos seus mandamentos e permanecer no seu amor. (JO 15: 10).

Conservar a vida limpa mediante a Palavra de Deus. (JO  17: 17 / Sl 119: 9).

VI- Permanecer em Cristo resulta em:

Jesus habitar em nós. (JO 17: 4ª).

Frutificação do discípulo. (JO 17: 5).

Sucesso na oração. (JO 17: 7).

Plenitude de alegria. (JO 17: 11).

7- As conseqüências de quem deixam de permanecer em Cristo:

Ausência de fruto. (JO 15: 4,5).

Separação de Cristo. (JO 15: 2).

Perdição. (JO 15: 6).

A ser viso do rei Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário