segunda-feira, 22 de abril de 2013

quando o cõnjuge é uma prioridade


QUANDO O CÔNJUGE É UMA PRIORIDADE

"E Isaque orou insistentemente ao SENHOR por sua mulher, porquanto era estéril; e o SENHOR ouviu as suas orações, e Rebeca sua mulher concebeu."Gênesis 25: 21
Algumas coisas nunca deveriam deixar de acontecer na vida de um casal:
A delicadeza no falar, a saudade gostosa na ausência, o andar de braços dados, o elogio sincero, o ser desejável aos olhos, a ternura contida num abraço longo e demorado, as surpresas estimulantes que se faz, enfim, essas e outras  coisas nunca deveriam ser deixadas de lado.
E hoje quero compartilhar  sobre a prioridade que se deve dar ao cônjuge.



E o que é priorizar algo? Priorizar é escolher o que é mais importante, é decidir o que vem antes de outras coisas, isso é dar prioridade.

Um dia  vi um pastor, num momento muito impróprio, atender o celular e passei logo a condená-lo por aquele gesto, mas quando ele retornou para a conversa, deu uma satisfação:
"Era a minha esposa, e eu tenho uma aliança com ela, de que não importa o que eu esteja fazendo, ou com quem esteja, toda vez que ela ligar para mim, eu prometi parar com tudo e atendê-la com carinho, por isso me perdoem".
Eu não só aceitei suas desculpas como também no meu íntimo fiquei envergonhado de ter pensado mal dele.Foi para mim uma lição.
E você ?

Qual o valor que você atribui ao seu cônjuge, como é que você o atende ao telefone, como você fala com ele diante de outras pessoas, qual a importância que ele tem para a sua vida.
O que você é capaz de fazer para facilitar a vida dele, quando foi a última vez que você sentiu saudades e desejou que ele estivesse ao seu lado.
Priorizar o cônjuge é deixar claro que ele é mais importante que as coisas, é mais importante que os amigos, mais importante do que a si mesmo.

Priorizar o cônjuge é colocá-lo em lugar de destaque e mante-lo ali.
Priorizar o cônjuge é valorizar o que ele fala, é se interessar pelo que está fazendo de bom no momento, é dar ouvidos quando ele precisar ser ouvido, é animá-lo quando estiver caído, é fazer para o outro aquilo que ele considera imprescindível no momento.
A Bíblia fala de um fato acontecido na vida de Isaque e Rebeca.
Quando eles se casaram ele havia perdido a sua mãe e estava numa depressão terrível e a presença dela trouxe um novo alento na vida dele.

Logo em seguida eles perceberam que ela, Rebeca , era estéril e um filho não seria possível.
Seu marido poderia ter se contentado, aliás, se contentado muito, era a chance de ter uma amante legalizada, oficializada. Mas Isaque priorizava sua esposa e não aceitou isso.
Foi diante de Deus por diversas vezes, em muitos períodos de oração, protestou contra aquele fato até que Deus reconheceu o quanto para ele era importante não só ter um filho, mas fazer sua esposa feliz.
Sabe o que ele fez? Priorizou Rebeca, deu valor ao que ela dava valor.

Ele comprou a briga dela, e lutou para resolver um problema que ela tinha. Isaque era um marido agradecido, Rebeca o fez feliz quando perdera sua mãe, e agora ela queria ganhar um filho, então, ele entrou com a sua contribuição pagando um preço em oração. Ele  teve a sensibilidade de entender o momento dela, e assim, priorizou Rebeca.
Existem coisas que são importantes, algumas imprescindíveis,  outras que são necessárias, e ainda outras que são urgentes, mas o meu cônjuge é minha prioridade número um, ele vem antes
A ser viço do rei Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário