terça-feira, 14 de maio de 2013

a existência da alma


TEXTO BASE  1° TESS 5: 23

INTRODUÇÃO

TEMA: A existência da alma 

“E o próprio Deus de paz vos santifique completamente; e o vosso espírito, e alma e corpo sejam plenamente conservados”
irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.

O estudo escatológico requer o conhecimento de alguns conceitos, sem eles haverão dificuldades em compreender certos assuntos, tais como ressurreição dos mortos, juízo final, etc...

I° A existência da alma
O homem é um ser trino, ou seja, ele é formado de corpo, alma e espírito.
A Bíblia é bastante clara quanto a esta verdade (ITs 5. 23).

Em Gn 2.7 observamos que o ser humano possui uma parte material (formada do pó da Terra) e uma parte imaterial ou espiritual.



A parte biológica do homem é o corpo, a parte espiritual é formada de alma e espírito.

Quando vemos as palavras para alma e espírito respectivamente nos
originais hebraico e grego,percebemos a diferença entre alma e espírito:

Alma em hebraico se diz (NEPHESH) e em grego (PSYCHÊ).

Espírito em hebraico se diz (RUACH) e em grego (PNEUMA).

Obs. 1: A parte espiritual (alma e espírito) do homem é muitas vezes chamada apenas de espírito ou de alma devido a uma figura de retórica que no português se chama sinédoque; onde se toma uma parte pelo todo (ex: mil cabeças de gado, ou seja, mil bois e não apenas a cabeça dos bois), por isso devemos estar bem atentos ao texto e ao contexto no qual a palavra estiver inserida.

Obs. 2: A parte espiritual também é chamada de homem interior (Rm 7: 22, II Co 4.16).

CORPO, ALMA E ESPIRITO I Co 6:18,19

Observe algumas passagens que falam a respeito do corpo, da alma e do espírito:

CORPO: Sl 139.16; Rm 8.10,11,23 ; I Co 6.18,19, 7.4, 15.35 e II Co 12.2.

ALMA: Sl 42.5 Jó 32.8; Sl 146.4; Ez 11.19, 36.26,27; Mt 26.41; Lc 23.46; Rm1.9;

ESPÍRITO: Jó 32.8; Sl 146.4; Ez 11.19, 36.26,27; Mt 26.41; Lc 23.46; Rm1.9; I Co 14.14,32.

II.1-O Corpo
O corpo é a “Casa onde habita a alma”; é a parte do homem utilizada pela alma para manifestar os seus sentimentos e ações no meio exterior.

Através do corpo, a alma mantém contato com o mundo material.

O corpo é a parte mais externa do ser humano e o espírito a mais interna (Hb 4. 12,13).
A figura das juntas e medulas do texto do livro de Hebreus retrata esta verdade; pois a medula passa por dentro dos ossos.

II.2- A alma
A alma é responsável por todas as ações do homem (Ez 18:4 e 20).

O corpo não será julgado e sim a alma pelo que tiver feito através do corpo. (II Co 5:10).
A alma é o centro da vida moral do homem; é a parte psicológica do ser humano; a alma sente, recorda, ama, toma decisões; é responsável e será julgada.

O fato de a alma ser julgada, não significa que o corpo será aniquilado.
Deus se importa com todo o nosso ser!

O homem não é somente alma, nem somente corpo ou ainda só espírito; o homem é corpo, alma e espírito, o homem no seu todo é que irá para o céu ou para o inferno, portanto Deus se importa com todo o nosso ser (ver I Ts 5: 23)

II.3- O espírito
O espírito humano é a parte mais profunda do homem, e está “escondido” dentro da alma.
Através do espírito, o homem entra em contato com o mundo espiritual.
Com o nosso espírito podemos contatar com Deus.

O homem sem Deus possui um espírito “vazio”; morto espiritualmente. Quando o mesmo homem aceita a Cristo, torna-se uma nova criatura e o Espírito Santo vem morar dentro dele preenchendo este vazio; é ele quem intercede com o nosso espírito dando vida a ele, e nos levando ao contato com o Pai (Leia Rm 8: 11-16, 26; Gl 4.6);

Somente através do Espírito Santo O homem entra em comunhão com Deus.

Recebemos o Espírito Santo quando cremos no Senhor Jesus como Senhor e Salvador da nossa vida.

Devemos ter cuidado para não confundir quando a Bíblia se refere ao Espírito Santo e ao espírito do homem.

Observe abaixo a ilustração sobre corpo; alma e espírito...
No Novo Testamento, “pneuma” denota aquele poder que o homem experimenta, colocando-o em relacionamento com o plano espiritual, o plano da realidade que fica além da observação comum e do controle humano.

Em Atos dos apóstolos, em algumas passagens, pode se referir à vida do ser humano ou “fôlego” da vida, ou ainda o verdadeiro ser da pessoa.

Ainda no Novo Testamento tem o aspecto mais íntimo do ser humano, em relação consigo mesmo, tanto em introspecção como em reação a
estímulos externos.

II. 4 -A imortalidade da alma

Uma grande diferença entre os seres humanos e os animais é que a alma humana é imortal e a do animal não!
A alma do animal é infinitamente inferior e a sua existência cessa com a morte.

O homem possui espírito enquanto que o animal não possui espírito.
O espírito mantém a alma viva e permanece ligado à alma, mesmo após a morte biológica do homem.

O animal após a morte cessa a sua existência; a alma do homem, entretanto, continua viva.

Deste fato advém à grandessíssima importância da alma do homem, ela não será aniquilada, não deixará de existir; ela é imortal, tanto a alma do ímpio quanto a do crente são imortais; isto é diferente de se ter a vida eterna.

Preste atenção: Tanto os ímpios quanto os salvos possuem a imortalidade da alma; entretanto somente os salvos possuem a vida eterna, enquanto que os ímpios experimentarão a morte eterna (falarei sobre a morte na terceira aula).

Não podemos confundir vida eterna com imortalidade; vida sem Cristo não é vida!
Um homem sem Deus tem a sua alma imortal, mas não tem a vida eterna e aí é que está o problema...

Se o homem não se converter a sua alma passará a eternidade sofrendo, seria muito injusto se o ímpio aprontasse bastante e no final fosse aniquilado, mas a questão é que a sua alma será julgada e não será aniquilada; mas punida eternamente!

Enquanto isso, o salvo será recompensado eternamente; por isso, Satanás faz de tudo para que o homem morra sem Cristo, ele já está condenado ao sofrimento eterno e quer levar outros junto com ele!

Deus deseja dar ao homem uma eternidade de paz em sua presença.

Sl 146: 4; Ez 11: 19, 36: 26,27

II.4(b)- Quando a alma passa a fazer parte do homem? 

Existiria um “estoque” de almas no céu prontas para “encarnar”?

Será que Deus coloca a alma dentro do homem quando ele nasce?

Primeiramente quero afirmar que um ser humano assim o é em seu todo, ou seja, somente um corpo não é um ser humano, um espírito não é um ser humano, etc...

Um homem é corpo, alma e espírito.

Quando o homem é salvo; é salvo o seu corpo, a sua alma e o seu espírito.

Quando um homem for condenado; será condenado; corpo, alma e espírito.

Quando Deus criou o homem (corpo, alma e espírito) colocou nele todas as coisas necessárias; coração; pulmão; fígado; estômago; cérebro; rins; alma; espírito etc...

Após a criação do homem e da mulher; a união de um casal passou a gerar outra vida Gn 1: 28; 4.1.
No momento da concepção, na união dos gametas masculino e feminino, começa a existir um novo ser vivo, passando a se desenvolver um ser humano em seu todo.

No ventre, o ser humano já é uma criatura com vida.

Ler o Sl 139: 14 a 16, onde o salmista já existia no ventre e os seus dias já eram contados.

Agora pense o seguinte: Se Deus colocasse a alma somente no momento do nascimento, o aborto seria legal, pois não existiria ainda ser humano, aquele feto na verdade não teria vida, entretanto sabemos que não é assim; exames comprovam que a criança se move e até sente o amor dos pais, mesmo ainda no útero materno.

O aborto provocado é crime por ser uma vida que está sendo tirada.

NO MOMENTO DO NASCIMENT Mt 26: 41; Lc 23: 46; Rm1:9

Outro pensamento errado é o de que a alma já existe e se unirá posteriormente ao corpo no momento do nascimento.

Isto daria ao homem uma certa preexistência; o que seria um absurdo!
Certamente Deus sabe da nossa existência antes dela vir, entretanto isso é diferente de afirmar que a nossa alma literalmente já existisse.
O único ser humano que possui preexistência é Jesus Cristo, pois ele é Deus!

Resumindo: O homem é um ser trino e possui uma alma imortal que já existe dês do ventre materno.

Está alma será julgada por todos os seus atos.
A alma é muitíssimo importante, haja vista ela ser imortal.    
A existência da alma é uma realidade e aprendemos que esta alma é imortal, no entanto, tão certo quanto a alma existe e é imortal, a morte também é uma realidade.

Se Jesus não vier antes, certamente de alguma forma iremos enfrentá-la.
Sabemos ainda que, pela Palavra de Deus, existem vários tipos de morte.
A ser viço do rei Pr. João Nunes Machado

TEXTO BASE GL 5: 16 = 25

INTRODUÇÃO 

TEMA: Prostituição e Impureza = parte= 2


Série: As obras da carne e o fruto do Espírito
Em nossa ministração anterior, falamos sobre a necessidade de se “andar em Espírito” para poder vencer o domínio das “obras da carne” em nossa vida.

Propusemos ainda, uma divisão na lista das obras da carne encontrada em Gálatas 5:19 a 21.

Vale lembrar, que esta lista não foi escrita com objetivo de esgotar
todos os tipos de pecados existentes; sendo que a mesma serve para dar-nos uma idéia geral; tanto assim, que o apóstolo afirma no verso 21 “..., e coisas semelhantes a estas”, deixando clara a idéia de que muitas outras
posturas se relacionam às “obras da carne”.

Vamos então ao estudo de cada ponto.

PROSTITUIÇÃO

Iª Significado da palavra: 

Segundo o dicionário Michaelis, o termoprostituir significa: Corromper, Tornar devasso.

Degradar, Desonrar, Tornar vil. Aviltar-se, Desonrar-se.

No texto de Gálatas, é usado o termo grego “porneia” que originalmente dá a entender o tráfico comercial do sexo.

Também pode ser entendido como um relacionamento em queuma das partes pode ser comprada e descartada como um objeto, e onde não há união de personalidade nem respeito pelas partes envolvidas.

II° Definição: 

Partindo da definição da palavra no original e na língua portuguesa, bem como a sua aplicação na Bíblia e no dia a dia, podemos dizer que a prost ituição é o ato de vender, entregar ou trocar o seu próprio corpocolocando-se então em situação de desmoralização.

Aquele que se prostitui nem sempre o faz para receber dinheiro.

III° A prostituição a luz da Bíblia: 

A prostituição é uma obra da carne que envolve a área sexual e pode, em um sentido mais amplo, abranger outros tipos de pecado nesta área. Existem vários tipos de pecados relacionados a prostituição, entre eles, podemos citar o adultério e a fornicação.

A Bíblia alerta contra este tipo
de pecado e mostra-nos a sua gravidade.

Em I Coríntios 6.18 existe uma advertência a respeito daprostituição; ali o apóstolo Paulo orienta:

“Fugi da prostituição. Todo pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra seu próprio corpo”.

A gravidade esta principalmente em dois pontos:

1° Em I Coríntios 6:19, está escrito que o corpo do crente é templo do Espírito Santo, ou seja, Deus habita em nosso corpo desde quando aceitamos a Jesus como Senhor e Salvador de nossas vidas.

Onde Deus habi ta não pode reinar o pecado; isto significa que devemos ser santos (Hebreus 12:14 ; I Pedro 1.15 e16).

Quando Jesuschegou ao templo em Jerusalém, expulsou todos os vendedores que negociavam ali (Mat eus 21.12 e 13).
Se Deus importou-se com a “pureza” de um templo de pedras, quanto mais se importará com o nosso corpo!

2° Quando aceitamos a Jesus, não pertencemos mais a nós mesmos e sim a Deus.
Fomos comprados, e aquele que nos comprou, tornou-se Senhor da nossa vida.
O preço foi caríssimo: O precioso sangue de Jesus.

Todo nosso ser pertence a Deus (I Coríntios 6.20), portanto não podemos desmoralizar aquilo que pertence ao Senhor, se é que verdadeiramente nos entregamos a ele.

Os que se prostituem não herdarão o céu!

A Palavra de Deus deixa bem claro que os que vivem uma vida dominada pela prostituição ficarão fora do reino de Deus.

Confira essa verdade em: Efésios 5:3 e Apocalipse 22.15.

IMPUREZA:

I° Significado da palavra: De acordo com o dicionário da língua portuguesa, impureza significa contaminação, sujeira. 

No original grego a palavra usada é “akatharsia” que quer dizer literalmente impureza, imundícia; esse termo era aplicado para se referir vícios e impurezas nas questões sexuais. Também era usada para indicar uma ferida suja na carne.

II° Definição: Podemos definir que a impureza é tudo o que contamina o nosso corpo. Dentro deste contexto,toda prática sexual que contamina o nosso próprio corpo como templo de Deus.

III° A Impureza à luz da Bíblia: No pensamento de Gálatas 5.19, o apóstolo Paulo não nos mostra apenas que a impureza é uma obra da carne, mais no sentido da aplicação da palavra, ele deixa claro que a impureza sexual contamina o corpo e torna o crente imundo. 

O apóstolo faz isso sem citar quais os tipos de impurezas ou vícios sexuais, mais o faz de uma forma abrangente.

Devemos lembrar que toda prática sexual impura quebra a nossa comunhão com Deus e contamina o nosso corpo.

Assim, impureza no sentido bíblico, é relacionada ao mau uso da sexualidade humana.

E isto é uma coisa, infelizmente, comum e até normal nos dias atuais.
A impureza é incentivada nas propagandas, nas novelas, nos filmes, nas leituras, nas conversas das rodas, etc...

Nossos olhos são a janela de nossa alma. Se nosso interior for limpo, tudo o mais será limpo.

Mas se nosso interior for impuro, tudo nos será impuro.
O mau uso de nossa sexualidade só nos traz conseqüências destrutivas. Somente dor e tristeza.

Devemos cuidar de nosso pensamento, de nossas brincadeiras, de nossa
linguagem para não sermos considerados “impuros” perante nosso Deus.

Falaremos mais sobre esse assunto.

Conclusão
Quero encerrar essa ministração desafiando você a orar, pedindo ao Senhor que guarde o nosso coração da prosti tuição e da impureza, seja em que nível for.

Que nosso coração possa manter-se puro e nosso corpo seja em todo tempo “Santuário do Espírito Santo”.
Continuamos na próxima semana.

A ser-viço do rei Pr João Nunes Machado



Nenhum comentário:

Postar um comentário