quinta-feira, 9 de maio de 2013

comunicação no lar parte=ii


TEXTO BÍBLICO GN. 3: 8

INTRODUÇÃO

TEMA: COMUNICAÇÃO NO LAR

“Comunicação é um campo de conhecimento acadêmico que estuda os processos de comunicação humana e tambem com Deus.”
Hebreus 1: 1
1ª Havendo Deus, antigamente, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos, nestes últimos dias, pelo Filho,
2a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo.
Variedade incrível de métodos e modos utilizados por Deus para comunicar sua Palavra.
O DEUS QUE SE COMUNICA COM O HOMEM


I- A COMUNICAÇÃO DIRETA 
1. Na criação. Deus falava diretamente com Adão na viração do dia e todos os dias.
2. Evitando a solidão. DEUS viu no íntimo de Adão que ele também precisava de uma companheira como todos os outros machos que havia no planeta (animais, aves, etc..), também era o plano de DEUS povoar toda a Terra com muitos filhos, todos a imagem e semelhança Dele.
3. A comunicação com o primeiro casal. A comunhão que deveria perdurar para sempre.
Todos os dias DEUS vinha ao ser humano, achava prazer emse comunicar com sua criatura, Adão era inteligente, era sábio, erao mais perfeito ser já criado por DEUS.

II - EFEITOS DA QUEDA 
1° A comunicação prejudicada.
Eva sendo enganada e Adão desobedecendo a DEUS, entrou o pecado no mundo e a morte espiritual passou a existir, a comunicação que antes era perfeita e prazeirosa passou a ser impessoal, restrita e quase impossível.
Agora só havia lugar para juízo, juízo sobre o pecado.
2. O conhecimento da discórdia. DEUS pergunta a Eva sobre o caso do pecado, ela acusa a serpente (Satanás), DEUS pergunta a Adão, ele acusa a mulher.
Agora, além do homem estar afastado de DEUS, também causa discórdia entre o casal. A vida dai para frente não seria felicidade somente, mas trabalho árduo e comunhão difícil entre o casal e DEUS.
3. A maldição da serpente e a redenção prenunciada. DEUS traz o juízo sobre o pecado, Eva sentiria dores ao dar à luz, seu marido devido a perca da confiança lhe submeteria a uma posição inferior, lhe humilharia e despresaria.
Adão agora deveria prover seu próprio sustento com suor e dores, a natureza exigiria dele um árduo trabalho para que se alimentasse.

III - DEUS COMUNICA-SE COM O HOMEM 
1. Por meio dos patriarcas. DEUS vinha se comunicando na mente de Noé, Abraão, Isaque, Jacó e Moisés, também DEUS se manifestava em teofanias.
2. Por meio dos profetas. Samuel, Davi e todos os demais profetas receberam visões, sonhos, revelações e ouviram a voz do todo poderoso; transmitiram suas mensagens oralmente, verbalmente e atravás de escritos inspirados e ordenados por DEUS.
Depois dos profetas do Antigo Tetamento vieram os do Novo Testamento como João Batista (Ainda da classe dos antigos, sendo o último desses); após o batismo com o ESPÍRITO SANTO, vêem os apóstolos e Paulo como um “abortivo” que escrevem inspirados pelo ESPÍRITO SANTO os evangelhos, as cartas e as profecias.
O profeta Ágabo (sendo o primeiro dos Novos profetas que já possuem os dons do Espírito Santo residente em si mesmos, também é usado como os profetas de hoje.
DEUS se comunica através de anjos, visões, sonhos, revelações e voz audível, tanto na mente como em aparecimento do próprio JESUS.

IV - A COMUNICAÇÃO PELA REVELAÇÃO 
1ª Revelação geral ou natural.
Aqui todos os homens, sem excessão, tanto crentes como descrentes recebem a comunicação de DEUS através de suas consciências (sabem no íntimo que DEUS existe e sabem o que lhe desagrada e o que lhe agrada), também recebem a comunicação de que DEUS existe através das maravilhosas coisas criadas por DEUS, o universo, as árvores, os animais, o próprio ser humano, tudo é motivo de DEUS ser glorificado pelo homem.
Só DEUS poderia criar tudo isso e de maneira tão perfeita.
2. Revelação especial.
a) Por meio da Palavra.
A Palavra de DEUS é tão perfeita que já seria o maior motivo para o homem se render aos Seus pés em adoração.
A mensagem escrita inspirada pelo ESPÍRITO SANTO é uma forma de DEUS se comunicar com o homem, revelando-lhe seu palno de redenção, seu plano resauração e de salvação.
A palavra ouvida traz vida, se ouvida como mensagem de DEUS.
b) Por meio de Cristo. O próprio DEUS vem ao homem, não como Espírito que é, mas como semelhança de homem, o verbo de DEUS se manifesta entre os homens, mas os homens não o reconheceram, antes o despresaram, o perseguiram e o mataram.
Graças a DEUS que esse era mesmo o plano de DEUS para nos salvar.

JESUS CRISTO veio para morrer em nosso lugar, levar nossos pecados sobre Ele.
O palno de DEUS foi realizado, cabe agora a todos os seres humanos crerem e aceitrem isso para serem salvos.
Glória a DEUS.
Os deuses do Olimpo (Monte da Tessália - Grécia), por exemplo, não desciam para ouvir ou falar com os gregos.
Os deuses criados pelos homens são arrogantes, estão muito distantes do ser humano e quando se comunicam com seus súditos fazem disso uma intimidação.
Nosso DEUS é o DEUS da Bíblia. Nosso DEUS nos ouve e fala conosco, DEUS é amor.
Você tem ouvido a voz do Pai? Como está a sua comunicação com o Altíssimo?
Os deuses deles são assim:

Sl 115.1  Näo a nós, SENHOR, näo a nós, mas ao teu nome dá glória, por amor da tua benignidade e da tua verdade.
2° Porque diräo os gentios:
Onde está o seu Deus?
3° Mas o nosso Deus está nos céus; fez tudo o que lhe agradou.
4ª Os ídolos deles säo prata e ouro, obra das mäos dos homens.
5° Têm boca, mas näo falam; olhos têm, mas näo vêem.
6° Têm ouvidos, mas näo ouvem; narizes têm, mas näo cheiram.
7° Têm mäos, mas näo apalpam; pés têm, mas näo andam; nem som algum sai da sua garganta.
8° A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam.
Lembrando que o Salmo 115 é o mesmo que o 113 na bíblia mais usada pelos católicos.
A comunicação divina

Ao longo dos séculos, Deus sempre quis - e quer - comunicar-se com o homem.
A princípio, falando diretamente com o ser criado.
Depois da Queda, embora à distância, Deus sempre quis falar ao homem, transmitindo sua vontade divina e soberana.
De três formas, Deus sempre comunicou-se com o homem.
Primeiro, através do próprio homem.
Podemos dizer que Deus se revela através da constituição do ser humano.
“Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou”, Rm 2.19.
Sem querer forçar a interpretação, podemos entender que a expressão “neles” significa, no seu interior, quando o homem expressa um olhar introspectivo, e, através da sua consciência, percebe os vislumbres do Criador dentro de si.
Paulo diz, referindo-se aos ímpios ou aos que não ouviram o Evangelho:
“Os quais mostram a obra da lei escrita no seu coração, testificando juntamente a sua consciência e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os”, Rm 2.15.
Em segundo lugar, através da natureza: “Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis”, Rm 2: 20. É a revelação natural, já vista em capítulo anterior.
Deus sempre falou pela natureza.

Diz o salmista: “Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.
Um dia faz declaração à outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite.
“Sem linguagem, sem fala, ouvem-se as suas vozes em toda a extensão da terra, e as suas palavras, até ao fim do mundo” (SI 19.1-4 - grifos nossos).
Antes de haver a palavra escrita, Deus transmitiu sua Palavra ao homem de forma visual (pela natureza) e de forma oral.
Começou com Adão, com Eva e com sua descendência.
Depois, falou aos patriarcas, a Noé e a seus descendentes; a Abraão, Isaque e Jacó e suas descendências.
Na grande jornada, no Egito, Deus falou aos filhos de Jacó.
No cativeiro, clamaram a Deus e Ele enviou Moisés para libertá-los, e conduzi-los pelo terrível deserto à terra de Canaã.

Em terceiro lugar através da mensagem escrita, foi com Moisés que Deus começou a comunicar-se com o homem através da mensagem escrita, mostrando-lhe a sua vontade e, principalmente, o plano de salvação para o homem caído.
O adversário de Deus procura desacreditar a sua Palavra, proclamando a mensagem contrária à Verdade, espalhando a idéia de que a Bíblia apenas contém a Palavra de Deus, mas não é a Palavra de Deus.
Neste estudo, temos um resumo breve de bibliologia e uma análise consistente quanto ao valor da Bíblia, como a inerrante, inspirada e revelada Palavra de Deus.
É evidente que também DEUS se comunica com o homem em seu espírito que está unido ao ESPÍRITO SANTO, alguns O ouvem falando literalmente em seu interior, outros em visões ou em sonhos e até mesmo ouvido uma voz externa que lhe fala.

A Bíblia é a forma mais utilizada por DEUS para se comunicar com o homem.
Os princípios de interpretação desta forma de comunicação:
1. Para evitar que sua vontade e a verdade se perdessem pela corrupção dos homens e a malícia de Satanás, Deus fê-la escrever nas Escrituras Sagradas. A inspiração das Escrituras resulta no fato de que elas expressam fielmente a vontade de Deus, a verdade divina.
2. Temos a possibilidade de conhecer o sentido das Escrituras, conforme pretendido por Deus, mediante o autor humano.

3. O Espírito Santo garante a compreensão salvadora das coisas reveladas na Palavra de Deus, as Escrituras.
4. O sentido das Escrituras é tão claramente exposto e explicado que a suficiente compreensão das mesmas pode ser alcançada pelos meios ordinários (pregação, leitura e oração).
5. Há somente um sentido verdadeiro e pleno em cada texto da Escritura e não múltiplos sentidos, e esse sentido pode ser alcançado e compreendido pela Igreja.
6. É exatamente porque as Escrituras não têm sentidos múltiplos que são o supremo tribunal em controvérsias religiosas, às quais a Igreja sempre deve apelar.
7. A vontade de Deus está claramente expressa nas Escrituras e ao alcance da Igreja, de forma que a mesma pode distinguir entre o culto aceitável a Deus e aquele que não é.
8. Apesar de os salvos serem humanos e pecadores, recebem de Deus o que é necessário para que possam compreender as coisas de Deus para a salvação.

COMUNICAÇÃO DIVINA:
A Palavra de Deus pode ser analisada de forma semelhante a um contrato. Neste caso é entre Deus e o homem.
A palavra de Deus sempre foi, é e será pronunciada na forma verbal;
A Palavra escrita em tábua, papiro, pele, hoje a Bíblia, necessita de testemunhas, qualidade textual e outras.

COMUNICAÇÃO VERBAL
No começo Deus se comunicava verbalmente com o homem e este passava as informações aos seus descendentes
Com o passar dos anos a corrupção generalizou-se na sociedade pré-noêmica (Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente, Gn 6.5).
As distorções certamente seriam inseridas na verdadeira história, se não houvesse a intervenção divina trazendo o dilúvio sobre a terra, levando à morte toda aquela sociedade, excetuando-se a família do patriarca Noé.
Noé, pela Graça de Deus, conservou a história para ser outra vez disseminação entre seus descendentes.
A Comunicação continuou verbal depois de Noé.
Com o aparecimento das línguas, Gn 11.7, e a dispersão do povo, Gn 11. 8, a história corria sério risco de ser perdida.
Deus chamou a Abraão e pôs nele a Sua Palavra de forma mais clara e objetiva.
O Patriarca deteve então, por confiabilidade, a história passada pelos seus ancestrais juntamente com as palavras de orientação e proféticas do Todo-Poderoso.
A Palavra de Deus continuou sendo transmitida oralmente até Moisés.

COMUNICAÇÃO FALADA E ESCRITA
Mais tarde, Deus falava com Moisés e ele transcrevia as palavras recebidas.
Dentro dos objetivos de Deus de fazer de Israel uma Nação sacerdotal e santa (e vós sereis para mim reino SACERDOTAL e nação santa. São estas as palavras que falarás aos filhos de Israel, Ex 19.6) a Sua Palavra não poderia continuar sendo manifestada verbal.
A Palavra de Deus começou então ser passada a homens especiais através de inspiração divina e este a transcrevia visando deixar por escrito para toda a humanidade a história da criação, da caminhada de seus servos e o desfecho final de forma inequívoca e comprobatória da humanidade.
Depois Deus continuou falando com os Seus servos e eles continuaram a transcrever as Suas Palavras até completar o Antigo Testamento

A PALAVRA DE DEUS FALADA COM ÍMPETO
Depois de receber nos céus o Seu Filho Jesus, Deus continuou falando verbalmente, de forma mais intensa com a presença contundente do Espírito Santo - Atos 2 - enquanto os seus servos escreviam e montavam os livros do Novo Testamentos.

DEUS CONTINUA FALANDO VERBAL E PELA ESCRITURA SAGRADA
Deus continuou falando e está falando hoje da seguinte forma:
Verbal;
Na psyché;
Através da Bíblia Sagrada.

DEUS FALA VERBALMENTE
VOZ DE DEUS DIRETA
UMA FORMA DE COMUNICAÇÃO DE DEUS COM OS SEUS SERVOS DEUS FALA VERBALMENTE
Usando a instrumentalidade de uma pessoa;
Através do ministérios de quem profetiza, 1 Co 12.1-11.
DEUS FALA ATRAVÉS DA PSIQUÊ
(a alma, o espírito, a mente - parte imaterial do homem)

SONHO DE REVELAÇÃO DIVINA
UMA FORMA DE TOMARMOS CONHECIMENTO DO QUE DEUS NOS QUER FALAR ATRAVÉS DA NOSSA ALMA / ESPÍRITO
A PALAVRA DE DEUS ESCRITA
BÍBLIA SAGRADA, UM CONTRATO IRREVOGÁVEL.
UMA FORMA DE COMUNICAÇÃO DE DEUS PARA A HUMANIDADE
BÍBLIA SAGRADA, UM CONTRATO COM TEMPO COM TEMPO DETERMINADO
Depois do arrebatamento da igreja de Cristo, o que é em parte SERÁ CONHECIDO, O Senhor JESUS CRISTO - A Bíblia Sagrada - A PALAVRA DE DEUS, O ALFA E ÔMEGA, O PRINCÍPIO E O FIM - Deus continuará falando de forma verbal aos seus servos para todo o sempre.

O LIVRO DOS LIVROS
O ÚNICO QUE É MAIS ATUAL DO QUE O JORNAL DE AMANHÃ
A Bíblia Sagrada é o livro
Mais lido;
Mais discutido;
Mais amado e
Mais rejeitado do mundo.
Por isso sofre as mais diversas críticas dos leitores e curiosa.

PRINCIPAIS CORRENTES
As posições mais conhecidas são:
1 - A Bíblia é uma obra literária - Este grupo defende que ela fora escrita apenas com inspiração humana;
2 - A Bíblia contém partes inspiradas - Aqui é considerada como um livro que conta com escritos mitológicos, históricos, romances, ação, etc., e tirando uma “carona” Deus colocou uma parte de sua Palavra em suas linhas;
3 - A Bíblia é a Palavra de Deus - Esta categoria diz que a Bíblia é a infalível Palavra de Deus e coloca como referência 2 Tm 3. 16 - “Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça”.

AS CARTAS ERAM INSPIRADAS
O próprio apóstolo Paulo afirma que recebia da parte de Deus e não dos homens as palavras que escrevia.
Ao discorrer as páginas de Paulo percebe-se clareza e convergência nos assuntos tratados, desde a Criação, passando pela Lei, a vida de Cristo, o arrebatamento da Igreja e a coroação final dos trabalhos dos obreiros do SENHOR.
Com tanta precisão nos assuntos, fica caracterizada como inspirada por Deus.
Paulo foi conservado por Deus com vida durante todo o tempo que foi necessário para escrever as suas epístolas.

EXIGÊNCIAS PARA UMA ESCRITURA SER CONSIDERADA PROCEDENTE DE DEUS
Fidelidade exegética
Deve ser transmitida corretamente desde a época em que foi originalmente escrita para obter-se uma representação exata do que Deus disse e fez.
Fidelidade histórica
Deve tratar com muito cuidado de assuntos que citam pessoas e eventos históricos; não pode confundir homem, datas e eventos.

EVIDÊNCIAS QUE DEFINEM A BÍBLIA COMO INSPIRADA POR DEUS
A afirmação de aptidão, 1 Tm 3.16;
São Palavras do Espírito, 1 Co 2. 13;
O termo: “Está escrito”,Mt 4.7 e em várias outras passagens;
Jesus disse que o Antigo Testamento falava a Seu respeito, Lc 24.27;
O Novo Testamento equipara a Palavra de Deus com a Escritura, Mt 21.42;
Nem uma parte ou letra pode ser suprimida, Mt 5.16.
Para os apologistas da segunda metade do século II sustentavam a inspiração divina e inerrante das Escrituras.
Para Tertuliano afirmava que só o que estava escrito nela era útil e que Ela era a própria voz de Deus.
Para Orígenes dizia que a inspiração era tamanha que alcançava até os idiotas.
Para Martinho Lutero e os Reformadores diziam que a Bíblia era a única autoridade para a Igreja.
Para João Calvino Deus é o autor de todas Escrituras
PARA NÓS…

O QUE A BÍBLIA REPRESENTA PARA VOCÊ? VOCÊ AMA A BÍBLIA, VOCÊ ESTÁ LENDO-A TODA?  

VOCÊ OUVE A LEITURA E A EXPLANAÇÃO DA BÍBLIA COMO SE FOSSE DEUS LHE FALANDO?
A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS, DESSE DEUS, O DEUS DA BÍBLIA.
RESUMO DA LIÇÃO 2 - 4º Trimestre De 2008
O DEUS QUE SE COMUNICA COM O HOMEM

I- A COMUNICAÇÃO DIRETA
1. Na criação.
2. Evitando a solidão.
3. A comunicação com o primeiro casal.

II - EFEITOS DA QUEDA
1. A comunicação prejudicada.
2. O conhecimento da discórdia.
3. A maldição da serpente e a redenção prenunciada.

III - DEUS COMUNICA-SE COM O HOMEM
1. Por meio dos patriarcas.
2. Por meio dos profetas.
IV - A COMUNICAÇÃO PELA REVELAÇÃO
1. Revelação geral ou natural.  
2. Revelação especial.
a) Por meio da Palavra.  
b) Por meio de Cristo.  
SINOPSE DO TÓPICO (I): Deus, o Criador, comunicava-se com o homem de forma direta.
SINOPSE DO TÓPICO (II): Com a Queda, o homem perdeu a comunhão e a comunicação direta com Deus.

SINOPSE DO TÓPICO (III) - Deus se utilizou de diferentes métodos para se comunicar com o homem.

SINOPSE DO TÓPICO (IV) - A revelação especial de Deus foi dada aos homens tanto pelas Escrituras quanto pelo Verbo de Deus.

REFLEXÃO: “A revelação especial de Deus foi dada aos homens tanto pelas Escrituras quanto pelo Verbo de Deus.”

REFLEXÃO: “O propósito da revelação especial é conduzir o homem a DEUS (Jo 14,6-11).

REFLEXÃO: “O Deus da Bíblia relaciona-se com o homem a fim de comunicar-lhe seu amor e cuidado, e, por fim a salvação eterna”.
Subsídio Devocional
“A revelação de Deus a humanidade - Se admitimos que Deus de fato fala, é a Bíblia o único meio de Ele se comunicar conosco? Deus também torna-se conhecido, até certo ponto, a todas as pessoas mediante a criação e através da consciência. Tal maneira de Deus falar é usualmente chamada de revelação geral ou natural.
Os capítulos 1 e 2 da epistola aos Romanos esboça a forma pela qual Ele fala conosco.
Romanos 1.20 refere-se ao conhecimento divino disponível a todas as pessoas, em todos os lugares; É o conhecimento colhido junto a  natureza:
“Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis [ … ].

A Bíblia afiança que Deus fala através da consciência do individuo (Rm 2.14,15).
O próprio fato de que as pessoas, em todos os lugares, possuem uma consciência, uma Idéia de certo e errado que se coaduna com a Bíblia, mostra-nos que há¡ uma autoridade acima de cada indivíduo e das circunstâncias.
“Até aqueles que rejeitaram a Bíblia retêem a consciência, embora esta opere à base daquilo em quem se acredita ser o certo e o errado.” (MENZIES, William W; HORTON, Stanley M. Doutrinas Bíblicas:
Os fundamentos da nossa fé. Rio de Janeiro: CPAD, 2005, pp. 17,18.)
A pós-modernidade é conhecida como a era da informação, do conhecimento, dos meios de comunicação, isso se deve ao grande avanço tecnológico.
Podemos nos comunicar, com uma pessoa que estão¡ do outro lado do mundo em fração de segundos.
O avanço da informação e da tecnologia é algo salutar, todavia, parece existir um grande paradoxo quando o assunto é comunicação.

Isso porque, diante de tantos recursos tecnológicos que facilitam a comunicação (celulares com tecnologia 3G, internet, computadores de bolso, etc), podemos ver e perceber que existem tantas pessoas solitárias e deprimidas. Isso se deve ao fato de os relacionamentos, a cada dia, se tornarem mais “frios”, superficiais, instantâneos e distantes.

As pessoas estão se isolando. Muitos não querem mais “perder” tempo com o outro.
Alguns relacionamentos se tornaram descartáveis.
Precisamos voltar ao primeiro amor e estabelecer canais autênticos e verdadeiros de comunicação com nossos irmãos.
Somos a Igreja do Senhor, temos comunicação direta com o Pai e podemos também ter relacionamentos saudáveis com nossos irmãos em Cristo.
Que entre nós não haja pessoas solitárias.
A ser viço do rei Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário