segunda-feira, 3 de junho de 2013

tirando os despojos do valente

TEXTO BASE LC 11: 20 =22

INTRODUÇÃO

TEMA: Tirando os despojos do valente

 “Se, porém, eu expulso os demônios pelo dedo de Deus, certamente, é chegado o reino de Deus sobre vós.
Quando o valente, bem armado, guarda a sua própria casa, ficam em segurança todos os seus bens.
“Sobrevindo, porém, um mais valente do que ele, vence-o, tira-lhe a armadura em que confiava e lhe divide os despojos” (Lucas 11: 20 =22).

Nosso papel é semear, desafiar as pessoas a crerem em Deus para que elas saiam do domínio de Satanás e entrem numa nova vida.
Entretanto, antes para colhermos os frutos, precisamos fazer GUERRA ESPIRITUAL.
Cada vida, família ou território que queremos conquistar está guardada por demônios e é preciso confrontarmos esses demônios e expulsá-los para que o Reino de Deus se estabeleça ali.
Jesus falou dessa batalha que temos que travar. Vamos procurar entender suas palavras em Lc 11: 20=22.



1 – É preciso expulsar demônios para manifestar o Reino de Deus Lc 11: 20
Os territórios que queremos conquistar nos pertencem, mas estão sob domínio satânico.
É como a terra de Canaã que foi dada por Deus a Israel, mas tinha que ser conquistada através de batalhas, expulsando os povos que não tinham legalidade para permanecer ali e que resistiam ao avanço do povo de Deus.

2 – Satanás é um valente que tenta guardar o seu território –Lc 11:  21
Eles e seus demônios querem manter as pessoas reféns, sem que elas conheçam a salvação.
Estes espíritos têm suas armas e um forte poder de resistência (não é à toa que Jesus usa o termo “valente”).
Em cada vida, família, rua, região, cidade ou nação o reino das trevas age de uma maneira, mas o objetivo final é sempre o mesmo: impedir que as pessoas conheçam a Deus.

3 – Nós precisamos ser mais valentes que os demônios – Lc 11: 22a
Jesus disse que é necessário que sobrevenha alguém “mais” valente.
Ele mesmo foi o primeiro a cumprir essa palavra, derrotando satanás. Agora Ele espera que nós também tomemos a mesma atitude, sendo ousados e usando a autoridade que Ele nos confiou.

4 – A maneira de abrirmos caminho para a conquista é vencer o valente, tirar-lhe a armadura, para conquistar seus despojos – Lc 11: 22b
É preciso imobilizar os demônios que agem num lugar para fazer a conquista ali.
A maneira de fazer isso é através daORAÇÃO e dos ATOS

Iª PROFÉTICOS:
 Usamos a autoridade que temos e decretamos o enfraquecimento e a imobilização dos demônios.
Assim, os céus são abertos, os milagres acontecem e as vidas se convertem.
É necessário uma reunião de célula dedicada à guerra espiritual.
Vá preparado para batalhar, se possível, em jejum.
Procurem fazer atos proféticos conforme o comando do Espírito Santo.
Abaixo temos algumas sugestões, mas os líderes precisam buscar estratégias específicas de Deus, entendendo que tipo de demônios atua na região da célula ou igreja, ou nas vidas que serão alvo para salvação.
Uma vez identificado o inimigo, fica mais fácil atingi-lo e tomar posse dos despojos que são as vidas para Jesus.

II° CAMINHADAS DE DEMARCAÇÃO DE TERRITÓRIO:
Um dia Deus prometeu a Abraão uma terra.
A primeira coisa que ele fez foi percorrer toda aquela terra, pisando nela o seu pé e tomando posse no mundo espiritual. Assim também a célula por fazer caminhadas no bairro ou nas ruas adjacentes ou onde se quer começar uma nova célula.
Devemos fazer isso sempre de dois em dois e discretamente para não chamar a atenção, orando no Espírito e decretando a queda das resistências.

III° CAMINHADAS DE CONQUISTA:
Josué fez o povo rodear por sete dias as muralhas de Jericó, antes de derrubá-las.
Ali não apenas houve uma demarcação de território, mas a concentração num alvo específico e estratégico.

IVª IDENTIFICANDO AS PESSOAS COMO DE DEUS NO REINO ESPIRITUAL:
 Uma das maneiras de conquistar vidas e estabelecer uma identidade para elas no reino de Deus.
Até os nossos adversários fazem isso.
O rei de Babilônia quis dar uma identidade pagã a Daniel e seus amigos.
Muitos costumam levar os nomes de familiares e conhecidos aos centros espíritas e de umbanda.
Assim as pessoas ficam presas. Porque não fazermos os mesmo para libertá-las?

Vª ENVIANDO EMISSÁRIOS:
Antes de tomar Jericó, Josué enviou emissários à casa de Raabe e o resultado foi a conversão dela e de sua família. Podemos fazer isso.
Na próxima semana, após orarmos juntos na célula sairmos por toda a vizinhança batendo no maior número de casas possível e dizendo que estamos numa campanha de oração para abençoar aquelas família.
Podemos testemunhar dos milagres que têm ocorrido nas células e perguntar se aquelas pessoas têm necessidades em sua casa que precisam de uma intervenção de Deus.

Às que se mostrarem necessitadas e interessadas, convidamos para uma reunião de oração na semana seguinte. Então, na próxima semana, uma hora antes da célula, passamos pelas casas onde houve gente interessada e os levamos para a célula.
  A ser=viço do rei Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário