quarta-feira, 14 de agosto de 2013

DISCIPLINANDO A LÍNGUA VENENOSA

TEXTO BASE 1° Cor. 1: 10 = 11

INTRODUÇÃO


TEMA: DISCIPLINANDO A LÍNGUA VENENOSA


As dissensões na Igraja de Corinto  

I° A maioria dos problemas que surgem na vida das pessoas deriva do mau uso da língua.


“10 Rogo-vos, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que sejais concordes no falar, e que não haja dissensões entre vós; antes sejais unidos no mesmo pensamento e no mesmo parecer.”

11 Pois a respeito de vós, irmãos meus, fui informado pelos da família de Cloé que há contendas entre vós.


O Inimigo é um psicólogo milenar e por isto sabe muito bem que quando pronunciamos aspalavras, revelamos três coisas básicas sobre nós mesmos:
1. Caráter


2. Maturidade Espiritual

3. Estado interior


Se analisarmos o que algumas pessoas falam, teremos a impressão de que a pessoa está com o seu interior amargo.


Motivos pelos quais a bíblia fala tanto do uso disciplinado da língua? Pv 17: 9

1° Porque ela é uma influência maior, quando usada para o mal do que quando para o bem.


2° Adversidades em nossas vidas não separa amigos, mas uma conversa mal direcionada separa os melhores amigos.


3° Uma boa notícia viaja de carroça (expresso tartaruga). 


Uma má notícia viaja de avião (supersônico).


Exemplo: Imagine se eu estivesse em uma cidade longe daqui e Deus me usasse para curar paralíticos, etc. 


A notícia iria demorar a chegar na minha cidade, ao meu pastor, mas se eu provocasse um escândalo todos saberiam no mesmo dia. 

Que caos!

4° Deus não se deixa encanecer, o que o homem plantar/semear, isto ele colherá. Gál 6: 7.


TESTEMUNHO


"Certa mulher, na ânsia da morte, manda chamar o seu pastor e começa a fazer confissões de todos os erros que ela havia cometido contra ele. 

Pediu-lhe perdão e disse que tinha certeza de estar sendo disciplinada por Deus. 

“O pastor perdoou-a e, assim que saiu da casa dela, a mulher morreu."

5° Há necessidade de se fazer introspectiva para verificar como estamos dentro de nós. 


Se não estivermos no controle do Espírito Santo, o que nós falarmos, mais ferirá do que trará cura. 

" Conta certo pastor que três moços foram ao monte orar, e estavam com um pouco de dificuldades, como que sentindo uma barreia para a comunhão com o Senhor Jesus. 

Então, resolverão confessar uns aos outros seus pecados (fraquezas) 


O 1º disse: minha fraqueza é tal...


O 2º disse: minha fraqueza é tal...


O 3º disse: minha fraqueza é a língua; estou com uma vontade tremenda de ao descer do monte, contar a todos, suas fraquezas.


II° GRUPOS QUE NÃO DEVEMOS SEGUIR SEUS EXEMPLOS:


1° Cochichadores: Sal 41: 7 


“E, se algum deles vem ver-me, diz falsidades; no seu coração amontoa a maldade; e quando ele sai, é disso que fala.”


Ó fica entre nós, é para orar. OU É fofocam em nome da oração


2° Os abelhudos: Êx 23:1


O testemunho falso e a injustiça  


“Não levantarás falso boato, e não pactuarás com o ímpio, para seres testemunha injusta.”

I Pe 4: 15. 

“Que nenhum de vós, entretanto, padeça como homicida, ou ladrão, ou malfeitor, ou como quem se entremete em negócios alheios”


Os abelhudos: Intrometidos

Vivem se envolvendo onde não são chamados


já pegam o telefone e ligam para outro estado para um amigo, e diz: 


"você não sabe da maior!"


3° Murmuradores: I Cor. 10: 10


“E não murmureis, como alguns deles murmuraram, e pereceram pelo destruidor.”


Conceito: São os que nunca estão satisfeitos com nada. 


Falam mal do governo público, estadual e federal, falam mal da igreja, do pastor, do vizinho, da família etc. 


E vão influenciando outras pessoas negativamente.


Todos nós somos tentados a falar mal dos outros, ninguém escapa. 


Veja a algumas causas disto:


1° Inveja: Prov 14: 30 


“O coração tranqüilo é a vida da carne; a inveja, porém, é a podridão dos ossos.”

Conceito: O dicionário Aurélio diz: 

"Desejo de ter um bem alheio ou de ser como alguém, acompanhado de sofrimento pela incapacidade de realiza-lo".


Ilustração: O vitraux da nossa alma precisa ser lavado, não conseguimos ver coisas boas nos outros. 


2° Orgulho: Tiago 4: 6


“Todavia, dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos; dá, porém, graça aos humildes.”


São os que buscam alto promover-se, buscando qualquer artifício que esteja à sua disposição. 

Alto conceito de que se faz da própria pessoa ou de algo ligado a si mesmo. Amor próprio exagerado. Altivez. Tiag 4: 6

3° Culpa: É a violação de um dever jurídico. 


Falta voluntária a cumprimento de uma obrigação. 


Exemplo: 


O pastor chama alguém para corrigir, e esta pessoa começa a justificar -se, alegando que alguém faz e outro faz. 


Isto é, tenta esconder o seu próprio erro. Heb 9: 14


“Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará das obras mortas a vossa consciência, para servirdes ao Deus vivo?” Col 3: 16



III° CUIDADOS QUE SE DEVE TER


“A palavra de Cristo habite em vós ricamente, em toda a sabedoria; ensinai-vos e admoestai-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, louvando a Deus com gratidão em vossos corações.”

1°- Cuidado com o que você fala sobre a igreja e sobre os irmãos dentro da sua casa, pois os seus filhos ouvem e isto pode repercutir mal no futuro deles.lembre-se, a igreja é o corpo de Cristo e dela não se deve falar mal. Col 3:16


2° - Heb 12: 15: Alguém com o coração amargo amaldiçoa os homens, com a mesma língua que diz bendizer a Deus. 


3° 1° Há poder em suas palavras 


2° Existem pessoas que tem tudo para serem felizes, mas não são por não controlarem suas línguas. 


Prov 21: 23 “O que guarda a sua boca e a sua língua, guarda das angústias a sua alma.”


Prov 18: 7 “A boca do tolo é a sua própria destruição, e os seus lábios um laço para a sua alma.”
Col TG 3:1 = 10  


IV° EVITEM DIZER PARA PESSOAS AS PALAVRAS.


Para si mesmo (a): "qualquer hora fico doido(a)".


Para a filha: "sua vagabunda, safada, prostituta".


Para seu filho: "seu mariquinha, mulherzinha, pestinha, praguinha".


Para seus filhos: "quando se casarem, vocês vão pagar, suas casas serão um inferno".


Para seus filhos: "desgraçado (a), imbecil, besta, burro (a), eu te odeio".


NÃO AMALDIÇOE


Um pai nunca deve dizer a seu filho (a) palavras como:

Vá para o inferno.


Você é preguiçoso.


Você é uma praga.


Atentado.


Danado = Podre, estragado, derrotado.


Canalha = Sem fama.


Besta: Cruel, que na Bíblia representa o inimigo.


Você não vale nada.


Você é intolerável.


Diabinho.


Safado.

Desgraçado: Sem o favor (graça) de Deus.

Imbecil: Pouco inteligente.


Existe um provérbio que diz:


"O sábio pesa suas palavras antes de pronunciá-las".


1° Eclesiastes 5: 2-6 diz: 


"Não te precipites com a tua boca, nem o teu coração se apresse a pronunciar palavra alguma na presença de Deus; porque Deus está no céu, e tu estás sobre a terra; portanto sejam poucas as tuas palavras. 


Porque, da multidão de trabalhos vêm os sonhos, e da multidão de palavras, a voz do tolo. 


Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo; porque Deus não se agrada de tolos. 

O que votares, paga-o.

 Melhor é que não votes do que votares e não pagares. 


Não consintas que a tua boca faça pecar a tua carne, nem digas na presença do anjo que foi erro; por que razão se iraria Deus contra a tua voz, e destruiria a obra das tuas mãos?"


2° Tiago 3:1-10 diz: 


"Meus irmãos, não sejais muitos de vós mestres, sabendo que receberemos um juízo mais severo. 


Pois todos tropeçamos em muitas coisas. 

Se alguém não tropeça em palavra, esse é homem perfeito, e capaz de refrear também todo o corpo. 


Ora, se pomos freios na boca dos cavalos, para que nos obedeçam, então conseguimos dirigir todo o seu corpo. 


Vede também os navios que, embora tão grandes e levados por impetuosos ventos, com um pequenino leme se voltam para onde quer o impulso do timoneiro. 


Assim também a língua é um pequeno membro, e se gaba de grandes coisas. 


Vede quão grande bosque um tão pequeno fogo incendeia. 


A língua também é um fogo; sim, a língua, qual mundo de iniqüidade, colocada entre os nossos membros, contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, sendo por sua vez inflamada pelo inferno. 


Pois toda espécie tanto de feras, como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se doma, e tem sido domada pelo gênero humano; mas a língua, nenhum homem a pode domar. 


É um mal irrefreável; está cheia de peçonha mortal. 

Com ela bendizemos ao Senhor e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus. 


Da mesma boca procede a bênção e maldição. 

“Não convém, meus irmãos, que se faça assim".Sal 19: 14



 V° CONCLUSÕES FINAIS.

“Por toda a terra estende-se a sua linha, e as suas palavras até os consfins do mundo. 

Neles pôs uma tenda para o sol,”


As palavras são responsáveis pelas guerras, vidas derrotadas, separação de casais, mortes, contendas e inimizades. 

Elas edificam e destroem.


"Um certo casal teve problemas sérios de relacionamento em suas vidas, problema este que iniciou na lua de mel, devido ao fato do esposo ter dito a esposa palavras que a machucaram. 

Por um tempo aquilo parecia ter sido esquecido, mas vez ou outra os sintomas retornavam. 

“Cuidado com o que e como você fala as coisas." Sal 19: 14


Entre algumas coisas que passam e não voltam, estão:


* A água que passa


* A flecha lançada


* A palavra proferida


"Tem pessoas que só falam coisas ruins. 


Falam de si mesmas, do seu cabelo, da sua cor, aparência, estatura, falam dos outros e não vêem coisas boas nas outras pessoas, somente defeitos. 


Isto não agrada à Deus pois Ele nos chamou para abençoar. 
Entretanto, as pessoas não têm entendido a vontade de Deus e nas suas bocas só proferem palavrões, gritarias, piadas imorais, pragas, etc. 

Esta atitude tem dado a Satanás a liberdade de fazer cumprir os seus desígnios que é matar, roubar e destruir. 


Mas, principalmente para o povo de Deus, ele só vai fazer algo se nós dermos brecha para ele agir." Efé 4: 27


1° Entregue sua língua ao controle do Espírito Santo.


2° Antes de falar pense: Como, onde, quando e o que vou falar.


3° Pense! Sua língua reflete o seu Espírito?  Sal 19: 14


VI° QUE DEUS NOS AJUDE NESTA CAMPANHA E SEMPRE!

"Que a graça de Deus, o nosso pai; o amor de Jesus, o nosso salvador; e o poder e as consolações do Espírito Santo, permaneçam sobre vós. Amém".


QUESTIONÁRIO


1° Analise a você mesmo e diga qual o efeito das suas palavras ao seu próximo: (escolha mais de uma alternativa). 


( ) Edifica ( ) Destrói


( ) Mata ( ) Cura 


( ) Abençoa ( ) Maldiz 


( ) Alegra ( ) Entristece


( ) Cativa ( ) Espalha


2. Quando você conversa com outras pessoas, qual tem sido a sua tendência?


( ) Escarnecer ( ) Brincar com coisas santas ( ) Difamar outros


( ) Falar bem ( ) Piadas imorais ( ) Trocar informações sadias.


3. De acordo com o texto, cite algumas causas que nos levam a falar mal dos outros?


R:______________________________________________
_______________________________________________
_______________________________________________
_______________________________________________
4. Quando você está em sua casa (no café/almoço/janta) perto dos seus filhos, quais assuntos que, geralmente, vocês têm conversado? 

Escolha mais de uma alternativa.


( ) Falam das bênçãos de Deus


( ) Falam mal do pastor e obreiros


( ) Falam mal da igreja


( ) Contam experiência com Deus


( ) Conversam diversos assuntos fora do assunto do cristianismo.


5. Não se engane! Sua língua mostra às pessoas o que você realmente tem dentro de você. 


Você já parou para pensar o que as pessoas vêem em você, quando conversa? Marque mais de uma questão.


( ) Eles vêem uma pessoa tola


( ) Eles vêem uma pessoa sábia


( ) les vêem uma pessoa prudente


( ) Eles vêem uma pessoa néscia


( ) Eles vêem uma pessoa precipitada


( ) Eles vêem uma pessoa temente a Deus


( ) Eles vêem uma pessoa ímpia


6. Cite as quatro figuras usadas pela bíblia que representam a língua. 


Liste em qual delas você mais se encaixa. 

a)-____________________________________
b)-____________________________________
c)-____________________________________
d)-____________________________________

7. Cite os quatros (4) pontos pelos quais a Bíblia fala tanto do uso disciplinar da língua.
a)_______________________________________________
b)_______________________________________________
c)_______________________________________________
d)_______________________________________________

8. Quando falamos (pronunciamos palavras), revelamos três coisas básicas. Quais são?
a)_______________________________________________
b)_______________________________________________
c)_______________________________________________

9. Qual parte do corpo se usa para amaldiçoar alguém?

R:_______________________________________________
10. Cite as três coisas que passam e não voltam mais.
_________________________
_________________________
_________________________
11. O que o sábio faz antes de pronunciar palavras?
R:______________________________________________
_______________________________________________
12. Leia Eclesiastes 5: 2 a 6 e enumere o máximo de lições que você puder retirar deste texto.
___________________________
___________________________
___________________________
___________________________
___________________________
___________________________
___________________________
___________________________
==============================================
Discipline a língua. 

Figurações que expressam como ela pode ser usada.


1. Leme de navio. Tiago 3: 4


Refere- se ao domínio, governo que o leme tem de levar o grande navio aonde quer.

2. Fagulhas: Tiago 3: 5

Quantas florestas são destruídas com o incêndio iniciado apenas por uma fagulha. 


Muitas igrejas estão "pegando fogo", por estarem impregnadas de pequenas fagulhas.


3. Chicotes: Jó 5: 21:


Surrar, torturar, machucar, açoitar. 


Às vezes é melhor apanhar do que ouvir certas palavras.


4. Navalha: Salmos 57: 4: 


Tem o poder de romper amizades &. Jer. 9: 8


Discipline a língua. 


Ela Tem o poder de romper amizades ... e demais tipos de relacionamentos  CUIDADO VIU!!!


Um Forte Abraço! Nos laços do Calvário que nos une......A serviço do Rei, PR João Nunes Machado


Nenhum comentário:

Postar um comentário