quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

TIRANDO O VENENO DA LÍNGUA – I A II

TEXTO BASE TG 3:1 = 18 

INTRODUÇÃO


TEMA: TIRANDO O VENENO DA LÍNGUA –I A II





“...a língua, porém, ninguém consegue domar”.

“É um mal incontrolável, cheio de veneno mortífero.” Tg 3:8
Sobre o tropeço na palavra

1° Meus irmãos, não sejais muitos de vós mestres, sabendo que receberemos um juízo mais severo.

2° Pois todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, esse é homem perfeito, e capaz de refrear também todo o corpo.

3° Ora, se pomos freios na boca dos cavalos, para que nos obedeçam, então conseguimos dirigir todo o seu corpo.

4° Vede também os navios que, embora tão grandes e levados por impetuosos ventos, com um pequenino leme se voltam para onde quer o impulso do timoneiro.



5° Assim também a língua é um pequeno membro, e se gaba de grandes coisas. Vede quão grande bosque um tão pequeno fogo incendeia.

6° A língua também é um fogo; sim, a língua, qual mundo de iniqüidade, colocada entre os nossos membros, contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, sendo por sua vez inflamada pelo inferno.

7° Pois toda espécie tanto de feras, como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se doma, e tem sido domada pelo gênero humano;

8° mas a língua, nenhum homem a pode domar. É um mal irrefreável; está cheia de peçonha mortal.

9° Com ela bendizemos ao Senhor e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.

10° Da mesma boca procede bênção e maldição. Não convém, meus irmãos, que se faça assim.

11° Porventura a fonte deita da mesma abertura água doce e água amargosa?

12° Meus irmãos, pode acaso uma figueira produzir azeitonas, ou uma videira figos? Nem tampouco pode uma fonte de água salgada dar água doce.

A Sabedoria que vem do alto

13° Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom procedimento as suas obras em mansidão de sabedoria.

14° Mas, se tendes amargo ciúme e sentimento faccioso em vosso coração, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade.

15° Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica.

16° Porque onde há ciúme e sentimento faccioso, aí há confusão e toda obra má.

17° Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia.

18° “Ora, o fruto da justiça semeia-se em paz para aqueles que promovem a paz.”

Tive a oportunidade de assistir a uma ministração sobre o uso disciplinado da língua, através do Pr. Josué Gonçalves, e Deus tocou forte no meu coração. Aprendi muito e comecei, então, a disciplinar o uso da minha língua.

Quero aproveitar a oportunidade e compartilhar essa ministração com você também, em duas partes.

Você sabe que a língua é a principal expressão da nossa personalidade e que, através das palavras nós revelamos nosso caráter, nossa maturidade e o estado da nossa alma?

E você sabe ou já observou, ou você sabe por que a bíblia é rica em advertências sobre o uso indisciplinado da língua? Não??? 

Vejamos, então:

1ª Porque o mau uso da língua destrói amizades e separa amigos: 

A enfermidade não separa amigos, pelo contrário, consolida laços de unidade. Problemas financeiros não separam amigos, pelo contrário, aproxima pessoas solidariamente.

Quantas amizades, até mesmo dentro da igreja, são destruídas por causa de fofocas demoníacas e conversas malignas?

Veja o que a bíblia diz sobre isso:

"Aquele que cobre uma ofensa promove amor, mas quem a lança em rosto separa bons amigos." Pv 17: 9

"O homem perverso provoca dissensão, e o que espalha boatos afasta bons amigos", Pv 16: 28. Uma língua indisciplinada destrói amizades preciosas!

2ª Porque a língua é uma influência maior quando usada para o mal: 

Uma boa notícia vai a pé, demora a chegar, mas, uma má notícia vai a jato - de internet, celular, fax.

3ª Porque através do uso da língua espalha-se veneno no corpo de Cristo: 

Muitas conversas infames arruínam lares, dividem igrejas e levam inúmeras pessoas ao desespero.

4ª Porque a qualidade de vida em família depende do que é falado dentro de casa:

"Pois, quem quiser amar a vida e ver dias felizes, guarde a sua língua do mal e os seus lábios da falsidade", I Pe 3:10.

5ª Porque o destino da sua alma é determinado pelas suas palavras:

O próprio Jesus nos alerta sobre o perigo e a seriedade do que falamos, dizendo: Jesus diz:

"Mas eu lhes digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado.

“Pois por suas palavras você será absolvido, e por suas palavras será condenado", Mt 12: 36,37.

No dia do juízo final cada um de nós dará conta de toda palavra inútil que proferiu.

6ª Porque o estado da sua alma depende do que sai da sua boca:
Quem passa o dia todo falando sobre tragédias, falando aquilo que é destrutivo, negativo, pessimista e prejudicial vai terminar o dia com sua alma amarga, angustiada e aflita.

"Quem é cuidadoso no que fala evita muito sofrimento", Pv 21: 23.

7ª Porque a autenticidade da minha religião se manifesta através do que eu falo:

"Se alguém se considera religioso, mas não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo.

Sua religião não tem valor algum!", Tg 1: 26.

Se alguém supõe ser cristão, generoso, religioso, piedoso, mas não coloca freio na sua língua, a sua religião se torna uma piada no mundo espiritual para Satanás.

O que autentica a minha religião é o uso disciplinado da minha língua.

8ª Porque o que sai da minha boca pode gerar uma psicologia de morte ou de vida:

Nossa língua pode ser uma poderosa arma destrutiva.

O que sai da nossa boca pode estar gerando morte ou gerando vida. 

Há um enorme poder naquilo que falamos.

Se não tomarmos cuidado, numa brincadeira, podemos ministrar morte na vida de uma pessoa.

A bíblia diz que tudo foi criado a partir da palavra.

"A língua tem poder sobre a vida e sobre a morte; os que gostam de usá-la comerão do seu fruto", Pv 18: 21.

9ª Porque palavras podem contaminar como um vírus:

"O que entra pela boca não torna o homem ‘impuro’; mas o que sai de sua boca, isto o torna ‘impuro’", Mt 15: 11.

10ª Porque o que sai da nossa boca revela o que está em nosso coração: 

Quer conhecer o que está no coração de uma pessoa?

Deixe ela falar! "Raça de víboras, como podem vocês, que são maus, dizer coisas boas? Pois a boca fala do que está cheio o coração", Mt 12: 34.

11ª Porque o que sai da sua boca pode ser bênção ou maldição:

Devemos ter cuidado com o que dizemos para os nossos irmãos, nossos amigos, nosso cônjuge, nossos filhos e para a nossa família, para não corrermos o risco de amaldiçoá-los.

"Da mesma boca procedem bênção e maldição. Meus irmãos, não pode ser assim!", Tg 3:10.

Na segunda parte veremos:

Como identificar pessoas com a língua enferma no meio de nós e Qual o remédio para a língua venenosa.

 Um Forte Abraço! Nos laços do Calvário que nos une......A serviço do Rei, PR João Nunes Machado


TEXTO BASE TG 3:1 = 18 

INTRODUÇÃO


TEMA: TIRANDO O VENENO DA LÍNGUA - II



“...a língua, porém, ninguém consegue domar.
É um mal incontrolável, cheio de veneno mortífero.” Tg 3: 8
Tive a oportunidade de assistir a uma ministração sobre o uso disciplinado da língua, através do Pr. Josué Gonçalves, e Deus tocou forte no meu coração. 

Aprendi muito e comecei, então, a disciplinar o uso da minha língua.

Quero aproveitar a oportunidade e compartilhar essa ministração com você também, em duas partes.

Você sabe que a língua é a principal expressão da nossa personalidade e que, através das palavras nós revelamos nosso caráter, nossa maturidade e o estado da nossa alma?

E você sabe ou já observou, ou você sabe por que a bíblia é rica em advertências sobre o uso indisciplinado da língua? Não??? 

Vejamos, então:

1ª Porque o mau uso da língua destrói amizades e amigo para sempre 

A enfermidade não separa amigos, pelo contrário, consolida laços de unidade. Problemas financeiros não separam amigos, pelo contrário, aproxima pessoas solidariamente.

Quantas amizades, até mesmo dentro da igreja, são destruídas por causa de fofocas demoníacas e conversas malignas?

Veja o que a bíblia diz sobre isso: 

"Aquele que cobre uma ofensa promove amor, mas quem a lança em rosto separa bons amigos." Pv 17: 9

"O homem perverso provoca dissensão, e o que espalha boatos afasta bons amigos", Pv 16: 28. 

Uma língua indisciplinada destrói amizades preciosas!

2ª Porque a língua é uma influência maior quando usada para o mal:

Uma boa notícia vai a pé, demora a chegar, mas, uma má notícia vai a jato - de internet, celular, fax.

3ª Porque através do uso da língua espalha-se veneno no corpo de Cristo: 

Muitas conversas infames arruínam lares, dividem igrejas e levam inúmeras pessoas ao desespero.

4ª Porque a qualidade de vida em família depende do que é falado dentro de casa:

"Pois, quem quiser amar a vida e ver dias felizes, guarde a sua língua do mal e os seus lábios da falsidade", I Pe 3:10.

5ª Porque o destino da sua alma é determinado pelas suas palavras:

O próprio Jesus nos alerta sobre o perigo e a seriedade do que falamos, dizendo: Jesus diz:

"Mas eu lhes digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado.

“Pois por suas palavras você será absolvido, e por suas palavras será condenado", Mt 12: 36,37.

No dia do juízo final cada um de nós dará conta de toda palavra inútil que proferiu.

6ª Porque o estado da sua alma depende do que sai da sua boca:

Quem passa o dia todo falando sobre tragédias, falando aquilo que é destrutivo, negativo, pessimista e prejudicial vai terminar o dia com sua alma amarga, angustiada e aflita.

"Quem é cuidadoso no que fala evita muito sofrimento", Pv 21: 23.

7ª Porque a autenticidade da minha religião se manifesta através do que eu falo:

"Se alguém se considera religioso, mas não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo.

Sua religião não tem valor algum!", Tg 1: 26.

Se alguém supõe ser cristão, generoso, religioso, piedoso, mas não coloca freio na sua língua, a sua religião se torna uma piada no mundo espiritual para Satanás.

O que autentica a minha religião é o uso disciplinado da minha língua.

8ª Porque o que sai da minha boca pode gerar uma psicologia de morte ou de vida:

Nossa língua pode ser uma poderosa arma destrutiva.

O que sai da nossa boca pode estar gerando morte ou gerando vida. 

Há um enorme poder naquilo que falamos.

Se não tomarmos cuidado, numa brincadeira, podemos ministrar morte na vida de uma pessoa.

A bíblia diz que tudo foi criado a partir da palavra.

"A língua tem poder sobre a vida e sobre a morte; os que gostam de usá-la comerão do seu fruto", Pv 18: 21.

9ª Porque palavras podem contaminar como um vírus:

"O que entra pela boca não torna o homem ‘impuro’; mas o que sai de sua boca, isto o torna ‘impuro’", Mt 15: 11.

10ª Porque o que sai da nossa boca revela o que está em nosso coração: 

Quer conhecer o que está no coração de uma pessoa?

Deixe ela falar! "Raça de víboras, como podem vocês, que são maus, dizer coisas boas? Pois a boca fala do que está cheio o coração", Mt 12: 34.

11ª Porque o que sai da sua boca pode ser bênção ou maldição:

Devemos ter cuidado com o que dizemos para os nossos irmãos, nossos amigos, nosso cônjuge, nossos filhos e para a nossa família, para não corrermos o risco de amaldiçoá-los.

"Da mesma boca procedem bênção e maldição. Meus irmãos, não pode ser assim!", Tg 3:10.

Na segunda parte veremos:

Como identificar pessoas com a língua enferma no meio de nós e Qual o remédio para a língua venenosa.

Um Forte Abraço! Nos laços do Calvário que nos une......A serviço do Rei, PR João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário