quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

como orar?

COMO ORAR?

Neste estudo, falarei sobre todo assunto concernente a oração; qual a sua finalidade; o que ela deve ser em essência, a quem ela é dirigida, porque muitas vezes nossas orações não são respondidas. Também tentarei responder algumas perguntas sobre o assunto.

Bem sei, que o assunto é grande, e praticamente é impossível falar tudo sobre oração. Mas tentarei lançar um alicerce.
O que é oração?


Oração é o modo mais poderoso que o homem usa para se comunicar com Deus; é um bate-papo com o SENHOR. Oração é fonte de conforto e força, é a respiração espiritual do crente. Orar é abrir o coração para Jesus.



Não exite formas definidas para oração, mas se pode dizer que a oração se subdivide em 5 partes que são:
Louvor: é a parte que adoramos a Deus; por quem ele é, por aquilo que ele faz, e por aquilo que fará. No louvor expressamos nosso amor a Deus, damos a ele a honra que é devida ao seu nome, falamos os seus feitos e das suas qualidades.

Confissão: é a parte da oração que reconhecemos nossos pecados, fraquezas, falhas e imperfeições; em suma, é o momento em que nos colocamos embaixo de Deus, é o momento que admitimos que somos indignos dele.

Súplicas: é a parte que pedimos perdão pelos nossos pecados, apresentamos as nossas necessidades, rogamos forças a fim de vivermos para Deus e pedimos sua direção para nossa vida.
Intercessão: é a parte que pedimos por aqueles a quem amamos, pela sociedade em que estamos, pelo país, igreja, obreiros, missionários, irmãos etc.

Ações de Graça: é o momento em que agradecemos pelo amor e cuidado diário que Deus tem nos dado, pela cruz, pela morte vicária de Cristo Jesus, pelo que Deus é e faz em nossas vidas.
Todo crente que se preza deve ter um momento de comunhão com Deus, isto só é possível através da oração.

A Bíblia diz que não sabemos orar como convém (Romanos 8:26b); então você me perguntará, mas como aprender a orar?

Só orando, a oração é um exercício espiritual, assim como jogar futebol; quanto mais treinarmos melhor jogaremos. Na oração é igual, quanto mais oramos, mais aprendemos a orar.
Quer aprender a orar? Então, tá esperando o quê, ore! Nada como a oração para criar no cristão uma sede maior de oração.

Quando você se ver forçado a escolher entre agir e orar, resolva orar, pois quem pode fazer mais: nós, ou o Eterno Deus?

Nem sempre as respostas de nossas orações serão como queremos, elas sempre serão como Deus quer.
Muitos cristãos, estão fazendo da oração uma descarga da conciência, não buscam falar com Deus, e sim, atirar ao ar, tudo aquilo que há dentro deles.

Desta forma, a oração não têm eficiência alguma pois "de fato, sem fé impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam."

 (Hebreus 11:6). Quando o cristão faz da oração uma simples descarga de consciência não faz ele nada mais senão deixar de crer em Deus, na sua real presença (Mateus 6:6).

Devemos tomar cuidado com isso e não deixarmos nos enredar pela dureza de nossos corações e pelas dúvidas que Satanás astutamente nos coloca na cabeça, antes, confiemos no Eterno Deus que não pode mentir (Números 23:19).

Para orarmos com eficácia e verdadeiramente precisamos:

resolver esforçar-se para pensar em Deus. (Se acha que tem mente indisciplinada, peça auxílio a Deus).
Crer na sua real presença. Ele promete que está conosco (Mateus 28: 20b).
resolver exercitar a mente na tarefa de focalizar-se em Deus. Seria bom escolher um determinado horário e mantê-lo sempre dedicado a essa intensa atividade. Como em todos exercícios, começe num nível baixo e vá elevando-o, gradativamente.

leve o hábito de concentrar o pensamento sobre Deus para dentro de todo setor da vida. Para conseguir isto, resolva conscientemente, levar cativo todo pensamento à obediência de Deus.

Todo cristão deve ter em mente que somos servos, e para realizar a obra do SENHOR precisamos aprender a usar os Seus recursos, e um deles é a oração, o recurso dos recursos.

Muitos cristãos dizem que honram a Deus com suas vidas. Porém, quando algo dá errado, buscam resolver o problema, e muitas vezes, a última pessoa a "saber" do problema é Deus, quando não há mais alternativa, apelamos para Deus.

Devemos honrar a Deus, certo? Honramos a Deus quando nossa imediata e firme reação a qualquer situação é consultá-lo. Desonramos a Deus quando fazemos dele a nossa última opção.
Quando chegamos na presença do Eterno Deus devemos crer que ele realmente realiza sinais e prodígios na vida daquele que o busca.

Agora, caro amigo, que já foram lançados os alicerces básicos sobre oração, vamos a Santa Escritura, a Palavra de Deus. E vamos responder algumas perguntas sobre oração, lá vai...
Por que precisamos orar?

para vencer o diabo: Efésios 6:12-18;

para recebermos algo precisamos pedir: Tiago 4:2b; Lucas 11:9-13;
oração é capaz de reparar: I Tessalonicenses 3:10;

Jesus orava: Efésios 5:1; Lucas 6:12;

com oração recebemos a misericórdia de Deus: Hebreus 4:16;

traz alegria completa: João 16:24; Salmo 16:11;

nos tira ansiedade e nos traz paz: Filipenses 4:6-7.
a oração traz muito mais coisas como: crescimento espiritual, poder, converte pessoas, abençoa e muito mais...

A quem devo orar?
A Deus, Jesus Cristo, nosso único mediador (I Timóteo 2:5; Atos 12:5). Ele deve estar em primeiro lugar em nossas orações e não nossas petições.

É ilógico colocar o presente na frente do presenteador, colocar a benção antes do abençoador. Pense nisto.
Como deve ser a oração do crente?

incessante e intensa: Lucas 22:44;

ser feita no Espírito: Efésios 6:18;

ser feita com fé: Hebreus 11:6; Mateus 21:22;

humilde: Tiago 4:6b-7a; Salmo 138:6;

não esmorece: Lucas 18:1-8.

Quando orar?
antes dos acontecimentos: Lucas 6:12-13; Lucas 3:21-22; Marcos 1:35-39; Lucas 22:39-46;
depois das grandes realizações: Mateus 14:23; João 6:15;

quando não temos tempo: Lucas 5:15-16;

em todo tempo: I Tessalonicenses 5:17;

Onde orar?
num lugar solitário: Marcos 1:35;

deserto, monte: Marcos 6:46;

no quarto: Mateus 6:6;

só: Mateus 14:23;

em comunhão com os irmãos, corrente etc.: Mateus 18:19-20.

Por que minha oração não é respondida?

IMPEDIMENTOS A ORAÇÃO:
pedir mal: pedidos feitos para nossa vanglória, ou algo que nos prejudicará futuramente. Tiago 4:3;

estar em pecado: (separado de Deus) Deus não ouve quem está em pecado porque este está separado e afastado de Deus. Isaías 59:1-2; Isaías 1:15; João 9:31;

idolatria (no coração): Deus é posto em segundo lugar, atrás de coisas. O glorioso Deus não suporta isso e não responde nossas orações. Ezequiel 14:3;

fechar o ouvido do próximo: quando fechamos o ouvido do irmão a voz de Deus também clamaremos e não obteremos resposta. Provérbios 21:13; Mateus 23:13;

avareza, egoísmo: que também é idolatria, colocar o dinheiro ou nós próprios em primeiro lugar, e a vontade de Deus em segundo. Lucas 6:38;

falta de perdão: Deus quer que sejamos misericordiosos como ele é.
O perdão é uma área onde, hoje, muitos cristãos estão fracassados, pois o homem não sabe perdoar. Porém, o Espírito que está em nós não é de homem, e se alguém não consegue perdoar o seu próximo, que peça auxílio a Deus, peça, porém com fé. Marcos 11:25;

estar com relacionamento errado com o próximo (especiamente cônjuge): o cristão que diz que ama a Deus e não se relaciona bem com o próximo é mentiroso, portanto, sejamos retos para com todos, esta é a vontade do bom Deus. I Pedro 3:7;

falta de fé: cabe explicação este ponto, muitos cristãos andam se colocando (ou sendo colocados) para baixo dizendo "não sou abençoado porque não tenho fé". Isto não é verdade, todo cristão tem fé, o que ele tem que fazer é por a sua fé em Deus, não importa o tamanho dela, pois o crescimento vem de Deus e não de homens (I Coríntios 3:7). Tiago 1:5-8;

rejeição do conselho e disciplina de Deus: quem rejeita a correção de Deus e o ignora também será ignorado por ele. Provérbios 1:23-28, 29;

oração vazia (sem coração, uma reza): Deus ouve o coração e não a boca. Falemos com coração e não por obrigação. Jó 35:12-13; Mateus 6:7-8;

desconsagrar-se; quebrar voto com Deus: se uma esposa prostituir-se com outro, pode o seu esposo dar a ela o que esta lhe pede? Jeremias 11:3, 8, 10, 11.

quem ouve a verdade e não quer praticá-la: todo "cristão" que ouve a Palavra e não a pratica, não pode estar crendo em Deus, crer e não fazer não faz nenhum sentido. Provérbios 28:9; Tiago 1:22-25;
quem não permanece em Cristo: como pode alguém estando fora da árvore querer dar fruto? João 15:7;
vaidades (orgulho, soberba): "aquele que se gloria, glorie-se no Senhor" (I Coríntios 1:31). "porque todo o que se exalta será humilhado" (Lucas 18:14b). Salmo 66:18; Tiago 4:5-7.

Por que fazer oração e jejum?
Muitos pensam que jejum é algo errado, ou duro demais, ou difícil. Mas o jejum é algo que torna nossa oração mais poderosa (Marcos 9: 29).

O jejum é um acréscimo a oração; ele a torna mais forte, pois além de clamarmos com nossa alma e espírito, clamamos também com o nosso corpo a Deus. Jejum é um sacrifício espiritual realizado pelo crente para que Deus atenda sua petição. Jejum é uma consagração tão forte; que até deixamos de ingerir alimentos para orar a Deus, a fim que ele nos responda.

Cabe informar ainda que jejum é consagrado a Deus (Zacarias 7:5) e não para homens (Mateus 6:16-17).
Se o jejum for feito para homem não haverá benefício algum, muito pelo contrário, será um malefício para vida espiritual docristão. Portanto, sejamos criteriosos e bem intencionados em tudo o que fizemos para o nosso Deus.

O que é orar em nome de Jesus?
"Até agora nada tendes pedido em meu nome; pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa." João 16:24.

Muitas pessoas tem feito suas orações e acham que usando palavras mágicas irão alcançar de Deus a graça desejada. Tamanha é a decepção quando vem que isto não tem valor, e muitas vezes estas pessoas ficam frustradas sobre Deus, achando que ele não dá valor para elas, ou que Deus não é tão poderoso assim tá tátá... Pois bem, cabe informar que não há fórmulas mágicas e prontas para nossa oração ser respondida. Muitos cristãos tem errado em sua vida de oração por causa destas fórmulas.

Então, se pedirmos em nome de Jesus ele não responderá? Em absoluto; na Bíblia está claro que tudo o que pedirmos em nome de Jesus nos será dado; e mais, aquele que crê em Jesus poderá fazer obras até maiores que as do Salvador (João 14:12).

O problema está num ponto chave, muitos cristãos não sabem orar em nome de Jesus.
Mas, não me deixe irritado, e diga logo o que é orar em nome de Jesus?

"E esta é a confiança que temos para com ele, que, se pedirmos alguma cousa segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que ele nos ouve quando ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito." I João 5:14-15.

Orar em nome de Jesus é interceder de acordo com a vontade de Jesus; como posso eu orar em nome de Jesus pedindo por algo que é para mim? Deus responde orações feitas em NOME de Jesus, ou seja, como se fosse o próprio Jesus que orasse em nós. Não é da vontade de Deus que oremos para nossa glória (I Coríntios 1:31), pois Deus não atenderá o nosso clamor.

Vou exemplificar através de parábola o que é orar em nome de Jesus:

Existem dois homens; ambos precisam de dinheiro, porém nenhum deles tem saldo bancário para sacar.
Mas também é sabido que o dono do banco é rico, e dá dinheiro a todo aquele que pedir dinheiro em nome do próprio banco, todo banco sempre paga o cheque emitido por ele mesmo.

O primeiro homem chega no banco e tenta descontar um cheque em seu nome, porém o caixa lhe informa que ele não tem este dinheiro, pois não tem saldo. Já o segundo homem emite um cheque em nome do Banco, aproveitando a misericórdia do dono, e aí ele consegue o dinheiro.

Explicando a parábola:
o dinheiro é a graça que desejamos alcançar de Deus;

o primeiro homem é o que pede em seu nome;

o segundo homem é aquele que pede em nome de Jesus (em nome do banco), graças a misericódia de Deus;

o cheque é a nossa petição;

o dono do banco é Deus;

o cheque descontado (graça alcançada) foi feito em nome de Jesus. O próprio Jesus pede para que façamos isto em Seu nome (João 16:24); pois ele tem crédito ilimitado no banco dos céus; enquanto que nós, miseráveis, não temos crédito algum.

NOTA: para recebermos o dinheiro necessitamos ir ao banco (orar a Deus) e descontá-lo em nome daquele que é nosso amigo, e pela sua misericórdia, nos oferece o seu crédito bancário (a saber, Jesus).
Caro amigo, não é uma frase como "em nome de Jesus" que vai garantir resposta a nossa súplica; e sim se ela, em essência é feita em nome de Jesus.

Vou agora, trazer alguns exemplos para elucidar ainda mais, lá vai...

"Deus, eu te peço um carro, pela fé uma Ferrari F-40, para que eu possa ter conforto e ir nas vilas pregar o teu evangelho com rapidez, peço em nome de Jesus. Amém" ... TRADUZINDO ... Deus, eu quero um carro para mim, meu conforto, minha glória, e peço no meu nome e AMÉM.

Vamos lá: F-40 não consegue sequer andar em Bento, pois é só buraco. Para pregar o evangelho tu não precisa de carro e sim da unção do Espírito Santo. Quem propaga a Palavra de Deus com rapidez é o próprio Deus e não o homem e aí vai.

Veja o incoerente, que muitas vezes nos colocamos diante de Deus, muitas vezes fazemos estes tipos de petição a Deus e ainda nos achamos no direito de sermos respondidos. De modo algum Deus pode responder uma oração destas. (Veja porque Deus não responde: I Coríntios 1:31; Tiago 4:2-3).
Agora veja esta oração:
"Deus, estou com fome, não tenho dinheiro para comprar comida, na tua palavra é prometido que os teus filhos não passarão necessidades, por isso, em nome de Jesus, peço que tu supra a minha necessidade.

AMÉM.
Pode Deus, sendo rico em amor e misericórdia, não ouvir uma oração dessa? (Resposta: Filipenses 4:19)
Jesus nunca irá no banco dos céus descontar cheques que não são do seu agrado; portanto, não sejamos hipócritas em nossas orações; pois o Eterno Deus conhece o coração (Provérbios 17:3). Não pense o homem, que tem algum direito diante de Deus pois "quem és tu, ó homem, para discutires com Deus?! Porventura pode o objeto perguntar a quem o fez: Por que me fizeste assim? Ou não tem o oleiro direito sobre a massa" (Rm 9:20-21a)

Resumindo, orar em nome de Cristo é orar nele, é renunciar a minha vontade (Lucas 9:23) e exaltar a Dele, Deus. Orar em nome de Jesus é buscar conhecer a vontade de Deus e apresentá-la diante de Deus.
Não é em vão que Jesus nos exorta a clamarmos realmente; não porque Deus é surdo que ele nos pede para sermos perseverantes, ele quer que sejamos como criança (Mateus 18:2-5); ora, crianças quando querem algo, pedem ao seu pai até que ele se compadeça dela e dê o que é pedido. Não é em vão que Jesus quer que sejamos como crianças, pois devemos depender única e exlusivamente do Pai. E me responda, qual o Pai que não quer ver seu filho vencedor?

Ora, para alguém ser vencedor, ele precisa ser consistente, perseverante, forte e educado. Muito bem, Jesus foi assim, caso contrário, não teria vencido. Portanto, aprendamos com o Mestre, não foi em vão, que Jesus ficava noites e noites orando a Deus, num monte, talvez se ele não ficasse naquele monte intercedendo por nós, hoje estaríamos nas garras de Satanás, perdidos. Portanto, não desprezemos a oração, que nem por aquele que podia todas as coisas foi desprezada. Não sejamos tolos que não oram e não intercedem a Deus, fazendo desculpas para não fazermos a vontade dEle. Jesus deu o exemplo, sejamos, pois, seus imitadores seus. Sejamos, pois, constantes, alegres, perseverantes, firmes e fortes em oração. Assim, seremos mais do que vencedores em Cristo Jesus (Romanos 8:37). A vitória é garantida, basta fazermos o que agrada a Deus.

Cabe a nós cristãos, clamar de todo nosso coração a Deus, e Ele, do Seu trono de graça e misericórdia, nos atenderá, ele é todopoderoso para nos dar muito mais do que lhe pedimos, basta crer...
Caro amigo, o Eterno Deus promete resposta, e ele não é homem para que possa mentir (Lucas 11:9-10; Números 23:19), portanto, oremos a Jesus, Aleluia e AMÉM...

Vamos a algumas passagens notáveis sobre oração...

"Invoca-me, e te reponderei; anunciarte-ei cousas grandes e ocultas, que não sabes." Jeremias 33:3
"Porque: Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo." Romanos 10:13.

"E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos dos homens. Em verdade vos digo que ele já receberam a recompensa. Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque Deus, o vosso Pai, sabe o de que tendes necessidade, antes que lho peçais." Mateus 6:5-8.

"Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis. E aquele que sonda os corações sabe qual é a mente do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que ele intercede pelos santos." Romanos 8:26-27.

"Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito. Nisto é glorificado meu Pai, em que deis muito fruto; e assim vos tornareis meus discípulos" João 15:7-8.

"Amados, se o coração não nos acusar, temos confiança diante de Deus, e aquilo que pedimos dele recebemos, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos diante dele o que lhe é agradável." I João 3:21-22.

"..., buscarás ao Senhor, teu Deus, e o acharás, quando buscares de todo teu coração e de toda a tua alma." Deuteronômio 4:29.

"Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a terra." II Crônicas 7:14.

Leituras Complementares: Sl 17:6; Sl 18:6; I Tm 2:1, 3; Tg 5:13-17; I Pe 4:7; Jó 22:21-30; Mt 5:44; Mt 26:39; Mt 26:41; Mc 11:24-26; Lc 22:40; At 4:31; I Co 14:15; I Ts 5:16-18; Jo 14:13-14; Tg 1:5-7; I Pe 3:12.

A serviço do rei Pr. João Nunes e Juçara Graczcki

Nenhum comentário:

Postar um comentário