quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

prepara - te para econtres com com teu deus

TEXTO BASE AMÓS 4: 12

INTRODUÇÃO

TEMA: PREPARA-TE PARA ENCONTRARES COM TEU DEUS

“Portanto assim te farei, ó Israel, e porque isso te farei, prepara-te, ó Israel, para te encontrares com o teu Deus.” Amós 4:12.

Hoje em dia estão pregando um evangelho “da graça” que na realidade é uma desgraça. Estes ensinos têm deixado os cristãos preguiçosos e relaxados no serviço do Senhor.
Muitos crentes são ensinados que “Deus perdoa tudo e não devemos nos preocupar”, vivendo uma vida desregrada e despreocupada com as coisas do alto.
A bíblia diz:



“Mas contigo está o perdão, para que sejas temido.” Salmo 130:4.
O perdão está com Deus não para que façamos o que desejamos e tratarmos Deus como um serviçal que tem o dever de nos perdoar; muito pelo contrário, nossa postura diante de um Deus que tem poder pra nos salvar e nos mandar para o inferno tem que ser diferente (Mt 10: 28).

“Está bem; pela sua incredulidade foram quebrados, e tu pela tua fé estás firme. Não te ensoberbeças, mas teme;” Romanos 11: 20.
Se tivermos uma atitude de incredulidade da palavra e de Deus podemos perder a vida abundante que Deus tem para nós e corremos sério risco de não sermos arrebatados com Cristo e termos que passar pelos horrores da Grande Tribulação.

A bíblia manda nos prepararmos para o nosso encontro com Deus.
No texto de Amós capítulo 4 Deus estava falando com o povo através das circunstâncias. Havia fome, seca, insucesso, pragas, gafanhotos e guerra. Mesmo assim o povo não buscava ao Senhor. Deus falava a um povo cego que o ignorava.

As circunstâncias gritavam, mas o povo não ouvia. Podemos até escutar, mas ouvir é outra coisa totalmente diferente. Quando ouvimos a ordem dirigimos a nossa atenção, atendemos, tememos.
“Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito dia às igrejas.” Apocalipse 2: 29.
Gostaria de trabalhar com o leitor esse conceito. O que vem a ser preparar-se. O que Deus deseja que saibamos sobre o tema.

O grande evangelista Billy Graham falou algo de muita propriedade:
“É estranho que os homens se preparem para tudo, exceto para a morte. Nós nos preparamos para a instrução. Preparamo-nos para o trabalho.
Preparamo-nos para nossa carreira. Preparamo-nos para o casamento. Preparamo-nos para a velhice. Preparamo-nos para tudo, exceto para o momento em que vamos morrer. E, no entanto, a Bíblia diz que estamos todos destinados a morrer um dia.”
E de fato Billy Graham tem razão. Um dia vamos nos encontrar com Deus. Existem apenas duas possibilidades.

1 – O que não tem o nome inscrito no Livro da Vida: Serão lançados no lago de fogo (Ap 20:11-15). No inferno.

2 – Os cristãos autênticos: que irão para o Tribunal de Cristo (II Co 5:10) para serem julgados as suas obras. Destacamos que nossas obras não nos salvam (Ef 2:8-10), o que nos salva é a nossa fé. Depois de salvos nossas obras serão julgadas por Cristo (I Co 3:10-15). Deus é galardoador (Hb 11:6) (presenteador), ele irá pagar tudo o que fizemos de coração para Jesus.

Bob Briner um dia falou: “Preparo inadequado produz resultados inadequados.”

Para termos esse encontro com o Senhor Jesus na qualidade de cristãos autênticos temos que cumprir alguns pré-requisitos.

Vamos a eles:

1 – MOCIDADE;

2 – PUREZA;

3 – BELEZA (TALENTOS);

4 – PRUDÊNCIA (VIGILÂNCIA);

5 – PACIÊNCIA;

6 – UNÇÃO;

7 – ÓLEO DE MIRRA;

8 – VESTES ADEQUADAS;

9 – COMPROMISSO COM O NOIVO.

A rainha Ester (Et 2: 2-17) é o melhor exemplo bíblico sobre a preparação que é necessária para o encontro com o Rei Jesus.

Ester era jovem (Et 2: 3). Esse ponto é interessante.

Quanto mais velhas as pessoas são mais resistentes ao novo se tornam. Se consideram sabedoras de tudo e tem dificuldade de assimilar novas idéias.

As crianças e jovens já são bem diferentes (Lc 18: 16-17).
Quanto mais jovens somos mais nos tornamos receptivos a verdade. Deus quer que tenhamos um espírito jovem disposto a crer no novo e no sobrenatural. Meu querido leitor. Você está disposto a receber o vinho novo (Mt 9:17)? O novo de Deus?

Ester era pura (Et 2: 3; Mt 25:1), virgem. Não tinha sido contaminada por outro homem. Não tinha se entregado a outras pessoas. Lamentavelmente muitos cristãos estão se entregando ao pecado, trocando a exemplo de Esaú, os seus direitos por “prato de lentilhas” (Hb 12: 16). Você tem se entregado ao mundo?
A rainha Ester era Bela. A beleza aqui representa a nossa habilidade (Mt 25:14-30) (dons naturais) que Deus nos Deus (não confunda com dons espirituais). Devemos usá-los diligentemente.
Ester era uma mulher prudente.

A prudência na bíblia está muito relacionada a vigilância (Mt 24: 42).
A bíblia diz que Jesus vem como um ladrão, ou seja, na hora que não esperamos. Devemos ter uma atitude de vigilância para que o inimigo não tire de nós aquilo que Deus tem reservado (Ap 3: 11). Jesus nos deu ordem para sermos prudentes como a serpente (Mt 10: 16).

A paciência é outro requisito extremamente importante para o encontro com Cristo. Ester se preparou durante o período de 12 meses (Et 2: 12).

Foi retirada de sua parentela, foi morar em um lugar diferente e ficou se ataviado para o encontro com o rei Assuero. Muitas vezes achamos que podemos chegar na presença de Deus de qualquer maneira. Mas Jesus é bem maior que um rei humano, e o nosso preparo para o encontro com ele deverá ser maior.

A paciência é uma virtude muito mal compreendida pelos cristãos. Muitos se “desculpam” (ou culpam a Deus) pelos seus fracassos em insucessos com a frase “estou esperando no Senhor”.
Mas eles não sabem o que dizem.

A paciência bíblia é um estado de atividade; de movimento para que algo seja gerado no coração de Deus para agir em nosso favor.
Muitos vivem relaxadamente, não fazendo nada para cumprirem a vontade de Deus e muito menos se tornam aptos a receber as suas bênçãos.

Atitudes como essa se vê em cristãos principalmente em relação ao namoro onde em muitos casos as pessoas esperam por uma pessoa “especial” sem se arrumar, se vestir bem, sem se relacionar com os irmãos, sendo agressivas com todos os que se aproximam dizendo que estão esperando pelo Senhor.
Então o tempo passa, essa pessoa fica solteira e ainda consegue culpar a Deus, vivendo em amargura pelo resto da vida; quando não se desvia dos caminhos do Senhor.

A paciência é como um ventre de uma mulher grávida. Ela deve completar o seu ciclo.
Não podemos tirar uma criança nos 3 meses de gestação da barriga da mãe, fatalmente ela não subsistirá. Muitos de nós estamos abortando muitos sonhos de Deus para nós pelo simples fato de não deixarmos que eles sejam gerados em nosso espírito.

Uma feto demora nove meses para nascer. Os projetos de Deus também podem demandar em tempo para serem manifestos.
Ester não desistiu na metade. Ela ficou todo o período esperando pelo encontro, mesmo em algumas situações sentindo saudade da família. Ela pagou o preço para o encontro.
Na parábola das 10 virgens (Mt 25: 1-13) as que esperaram tiveram um encontro com o noivo.
Eis aí outro ponto interessante.

As que perseveraram em esperar estavam com azeite nas lâmpadas. Em Mt 25: 9 as virgens prudentes mandam as néscias comprarem azeite. Isso nos dá uma lição.
A unção tem preço! Você quer ter o óleo do Espírito na sua vida? Pague o preço! Ore, busque, jejue, louve que Deus te encherá com o óleo do alto.

“Em todo o tempo sejam alvas as tuas roupas, e nunca falte o óleo sobre a tua cabeça.” Ec 9: 8.
O texto acima nos dá um entendimento claro que sem santidade (vestes alvas) não pode haver unção do alto.

O Espírito é Santo e só vai habitar com poder em um corpo santo.
O óleo tem a propriedade de eliminar o atrito. Quando houver uma discórdia o óleo do Espírito traz a paz. Onde há dor o óleo tem poder de curar (Lc 10: 34).
O azeite tinha valor muito grande. Ele era uma moeda nos tempos antigos. Que sobre a nossa vida nunca falte o óleo do alto!

Outro requisito. Ester se banhou com óleo de mirra.
A mirra acompanhou todo o ministério de Cristo. No seu nascimento ele recebeu a mirra de presente de um rei mago. Na cruz foi oferecido vinho e mirra para aliviar suas dores (Mc 15: 23), mas Cristo não aceitou. No seu sepultamento ele teve seu corpo ungido. (Jo 19: 39).

A mirra era um ungüento aromático que tinha o poder de mudar ambientes. Trazia um novo odor. Um perfume novo. O bom perfume de Cristo (II Co 2: 14-17).
Uma pessoa bem perfumada atraí pelo perfume, e não apenas pelas palavras. Quando foi a última vez que você ouviu algo como: “você tem algo diferente. Eu quero isso pra mim!”

A veste também é um fator de peso para o encontro. O próprio Senhor Jesus em Mt 22: 11-12 na Parábola das Bodas afirma que quem não estiver com o traje adequado não participará do encontro.

A bíblia diz que quem não tem veste adequada passa vergonha (Ap 16: 15).

A veste nos dá direito a usufruir o melhor de Deus (Ap 22:14).

Você está nu; simplesmente trajado ou com o traje nupcial?

Por último. Não podemos deixar de falar sobre o Compromisso de Ester com o Noivo.

Ester, ao contrário da rainha Vasti. Não fez o que quis, mas sim fez a vontade do Rei.

A rainha Vasti era casada com o rei Assuero, mas perdeu a sua posição porque não se comprometeu com ele.

O rei deu uma festa e Vasti não quis participar.
Achava que por ser rainha poderia fazer o que quisesse e não sofreria as conseqüências. Neste quesito temos que falar sobre o princípio da igreja de Satanás “faça o que você quer!” Isso é totalmente o contrário da bíblia.

A bíblia nos manda fazermos o que Deus quer e não o que nós queremos.
O compromisso nos dias de hoje não é mais exigido pelos pastores com a igreja. Muitos tem medo de perder as ovelhas quando apertarem a palavra. Mas compromisso é necessário! Você está realmente comprometido com Cristo?

Deus te abençoe!!!
A serviço do rei Pr João Nunes e Juçara Graczcki

Nenhum comentário:

Postar um comentário