domingo, 30 de março de 2014

primícias - princípio da prosperidade

TEXTO BASE : Deuteronômio 28: 1-8; 15-21 / I João 2: 4

INTRODUÇÃO

TEMA: PRIMICIAS - O PRINCIPIO DA PROSPERIDADE

A benção de Deus, a prosperidade financeira é algo comum entre os principais desejos de uma pessoa. O que precisamos entender e termos Revelação do Espírito Santo é que tudo está conectado ao nosso nível de obediência em guardar todos os seus mandamentos.

Atraímos a benção em todas as áreas se atentarmos e obedecermos aos mandamentos.
Atraímos as maldições se não atentarmos os Seus mandamentos e os guardarmos.

Não podemos dizer que conhecemos a Deus se não guardarmos os seus mandamentos. Jesus disse que “aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama”.

PRIMÍCIAS são os primeiros frutos, a prioridade que honra (Provérbios 3: 9) e tem que ser dada (Deuteronômio 18: 4).




A PRIMÍCIA tem que ser trazida independente da situação que a pessoa esteja passando, pois

PRIMÍCIAS é questão de HONRA. (Números 13: 20) “Também como é a terra, se fértil ou estéril; se nela há árvores, ou não; e esforçai-vos, e tomai do fruto da terra. E eram aqueles dias os dias das primícias das uvas”.

Deus se agrada das PRIMÍCIAS como se agradou daquelas que Abel lhe trouxe (Gn. 4:4), mas não se agradou de Caim (Gn. 4: 5), já que ele trouxe quando sobrou (Gn. 4: 3) “No fim de uns tempos...”.

Toda PRIMÍCIA deve ser trazida à Igreja (Casa do Senhor) (Êxodo 23: 19, 34:26; Neemias 10: 35).

A PRIMÍCIA não é o DÍZIMO, eles são diferentes um do outro e têm consequências diferentes, assim como o DÍZIMO é uma ordenança, a PRIMÍCIA também é (2 Crônicas 31: 5) “E, depois que se divulgou esta ORDEM, os filhos de Israel trouxeram muitas PRIMÍCIAS de trigo, mosto, azeite, mel, e de todo o produto do campo; também os DÍZIMOS de tudo trouxeram em abundância”

Uma coisa é a PRIMÍCIA, outra é o DÍZIMO e a outra é OFERTA (Neemias 12: 44) e Deus requer

OFERTAS e PRIMÍCIAS (Ezequiel 20: 40; Neemias 10: 37).

As PRIMÍCIAS santifica (abençoa) toda a produção (salário) (Romanos 11: 16) “E, se as primícias são santas, também a massa o é; se a raiz é santa, também os ramos o são”.

Se as PRIMÍCIAS são santas, ou seja, separadas para Deus, logo todo o restante do que eu conquistei se torna abençoado e rende mais, pois é quebrada qualquer maldição da produção.

Lembrando que o DÍZIMO nos protege do principado chamado DEVORADOR, somente Deus pode repreendê-lo (Malaquias 3: 10 - 11). Não é oração e nem jejum, mas a atitude de devolver o DÍZIMO.

JOSUÉ 6: 18-19: Quando o povo de Israel entrou em Canaã, a primeira cidade que eles venceram foi Jericó.

Sabe por que o povo de Israel não pode tomar nenhum objeto (despojo) de Jericó? R.
Porque ela era a primeira cidade a ser conquistada, o primeiro é de Deus. Jericó foi à primícia da guerra, da vitória do povo.

É tão importante o fator PRIMÍCIAS para Deus, que Jesus ressuscitou dentre os mortos sendo assim chamado de PRIMÍCIAS dos que dormem (1º Coríntios 15: 20,23).

O SENHOR JESUS é o primeiro de muitos que estarão no céu. (Rm. 8: 29 - Primogênito: primeiro filho = primícias dos filhos).

- Jesus se fez sacrifício em nosso lugar, por isso ele redimiu toda a raça humana.

- Deus só pode aceitar as nossas vidas, porque o primeiro que foi Jesus se sacrificou e se entregou por nós. O primeiro redime o restante.

- Nos tornamos santos porque o primeiro foi entregue.

- O filho primogênito é a PRIMÍCIA do pai (Gn. 49: 3), considerado a força, a representação do pai, aquele que é respeitado pelos irmãos. Jesus foi a PRIMÍCIA de Deus – o melhor, a honra de Deus foi dada a sua Igreja:

O Primogênito.

Cada atitude define um nível de aliança e a Palavra de Deus nos ensina que cada nível de honra gera uma consequência, a lei da semeadura (Gálatas 6: 7).

Vejamos o que acontece com a fidelidade nos exemplos abaixo:

1- As PRIMÍCIAS atraem as BENÇÃOS SOBRE O NOSSO LAR (Ezequiel 44: 30);

2- Os DÍZIMOS atraem a PROTEÇÃO DO PRÓPRIO DEUS CONTRA O DEVORADOR (Malaquias 3: 8-12);

3- As OFERTAS atraem uma COLHEITA PROPORCIONAL A OFERTADA (2 Coríntios 9:6-8, Lucas 6: 38);

Como vimos em 2º Crônicas 31: 5, assim como os DÍZIMOS, as PRIMÍCIAS é uma ORDEM de Deus e não um pedido. É uma SANTA CONVOCAÇÃO (Números 28: 26). Como eu calculo as PRIMÍCIAS e os DÍZIMOS?

As PRIMÍCIAS é você pegar o valor de sua produção (salário ou qualquer valor que você obteve) e dividir por 30 dias. O valor de um dia é a PRIMÍCIA, representando a primícia de um mês.

A PRIMÍCIA é como se fosse o seu 13º. Dízimo.

O DÍZIMO é 10% do valor de sua produção. Logo a nossa produção é o nosso recebimento bruto e só depois, nós pagamos as nossas dívidas seculares.

A PRIMÍCIA não é um modismo do presente século, mas uma ordenança Bíblica aos judeus e a Igreja.
Até hoje todos os judeus são extremamente fiéis aos DÍZIMOS e PRIMÍCIAS, sendo que as PRIMÍCIAS eles entregam nas mãos do Sumo-Sacerdote.

Sejamos fiéis ao Senhor e com certeza experimentaremos dos milagres Dele em nossas vidas, a manifestação da Sua fidelidade para conosco.

Se você deseja mudar a sua colheita, mude primeiro a sua semeadura.

Seja um semeador na obra de Deus! 
Se você tem sido abençoado com estas mensagens, nos ajude a manter o nosso ministério, nos enviando uma oferta de amor, Se as pessoas que nos seguem tomar uma atitude de nos ajudarmos, com certeza podemos fazer muito mais

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
em favor da obra de Deus que é uma tarefas árdua! Você pode ser um dos nossos semeadores.
Basta enviar sua oferta através do:

Banco Itaú - Agência 0289  Conta C/C  76077-9 

Visite nossos blogs: http://pastorjoaonunesmachado.blogspot.com.br/

Siga-nos no twitter: somentebíblia.com

@Prjoaonunes

E-mail: prjnunes@gmail.com

A serviço do rei Pr João Nunes e Juçara Graczcki







Nenhum comentário:

Postar um comentário