terça-feira, 4 de março de 2014

unção dobrada



TEXTO BASE IS 61: 1 - 3

INTRODUÇÃO

TEMA: QUATRO TIPOS DE UNÇÃO PARTE - I

1 - “O ESPÍRITO do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos;”

2 – “A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;”

3 – “A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do SENHOR, para que ele seja glorificado.”

Quando falamos em unção, não podemos misturar as coisas e achar que unção é apenas para abençoar ou um tipo de ‘benzição’ evangélica.



A unção deve ter um propósito “porque o SENHOR me ungiu para pregar ..., enviou-me a curar ..., a proclamar libertação ... e a pôr em liberdade ...; a apregoar ...; a consolar todos os que choram e a pôr ... óleo de alegria, em vez de pranto, veste de louvor, em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo SENHOR para a sua glória”.

Se você é um ungido deve saber qual é o propósito da unção em sua vida.

Para quê Deus te ungiu?

Faremos 4 estudos seguidos para aprender sobre os quatro tipos de unção na Bíblia:

Para acompanhar os estudos detalhados clique nos links:

1- A unção do Leproso – CURA E PERDÃO: Levíticos 14.13-18

Pessoas que precisam ser curadas e perdoadas por Deus.

2- A unção do Sacerdote - SANTIFICAÇÃO: Êxodo 40.12-15

Pessoas que desejam se consagrar em oração.

3- A unção do Profeta - PROFECIA: I Reis 19.16

Pessoas que querem ser usadas para pregar a Palavra.

4- A unção do Rei - AUTORIDADE: I Samuel 16.13

Pessoas que precisam de autoridade para vencer.

O leproso era alguém desprezado por todos e achava que até Deus o havia abandonado. 

O sacerdote era alguém escolhido para ter acesso ao Senhor e falar com Deus, levando as orações do povo. 

Já o Profeta era um do meio do povo que Deus usava para falar com o povo.

Com este estudo aprendemos que a unção:

1..Cura: o leproso foi curado física e espiritualmente;

2..Santifica: o sacerdote era consagrado ao Senhor;

3..Profetiza: o profeta revelava a vontade de Deus;

4..Autoriza: o rei tinha total autoridade.

Deus está te ungindo!

CONCLUSÃO

Se você é como o leproso, Deus te cura e te perdoa.

Se você quer sentir mais a presença de Deus, o Senhor te unge como sacerdote.

Se você quer ser usado por Deus para anunciar o evangelho, Deus te unge como profeta.

Se te falta autoridade, Deus te unge como um rei.

A unção te cura, santifica, profetiza e autoriza!

A serviço dfo rei Pr. João Nunes e Juçara Graczcki


TEXTO BASE 2° RS 2: 8

INTRODUÇÃO

TEMA: UNÇÃO DOBRADA PARTE - II


 “Então Elias tomou a sua capa e a dobrou, e feriu as águas, as quais se dividiram para os dois lados; e passaram ambos em seco.”

Quando Eliseu pede a Elias a unção dobrada, a resposta de Elias foi: "Dura coisa pediste".
Elias sabia o quanto custou o seu ministério, as perseguições, lutas, trabalho. E o seu pedido seria exatamente tudo o que ele viveu em dobro.

Unção dobrada... Trabalho dobrado.

E foi exatamente o que aconteceu, Eliseu realizou o dobro de milagres de Elias, conforme a relação abaixo:

OS MILAGRES E PROFECIAS DE ELISEU E ELIAS

ELIAS:

1. Com sua capa abriu o rio Jordão (2 Reis 2: 8)

2. Profetizou uma grande seca (I Reis 17:1; Tg 5:17)

3. Aumentou o azeite e farinha da viuva (I Reis 17:14. 16);

4. Deu vida ao filho da viuva (I Reis 17: 21-23)

5. Destruiu o altar de Baal (I Reis 18:36-38)

6. Decretou o fim da seca (I Reis 18: 42.45)

7. Ungiu Eliseu profeta em seu lugar (I Reis 19: 16)

8. Desarmou os siros diante de Israel (I Reis 20:28)

9. Lavrou a sentença do rei Acabe (I Reis 21:19. 20);

10. Profetizou a sentença de Jezabel (I Reis 21:23)

11. A morte de Acazias (II Reis 1:3. 4.6);

12. 102 homens são consumidos pelo fogo (II Reis 1:10. 12);

13. Profetizou a ruína e morte de Jorão rei de Judá (II Cr 21:12-20).

ELISEU:

1. Abriu o rio Jordão (II Reis 2:14):

2. Sarou as águas de Jericó (II Reis 2:22-23);

3. 42 adolescentes despedaçados por duas ursas (II Reis 23. 24):

4. Providenciou água a três Reis (II Reis 3:15, 16, 20):

5. Aumentou o azeite da viuva (II Reis 4: 6, 7):

6. O filho da sunamita (II Reis 4:14 16,17):

7. Ressuscitou o menino (II Reis 4:19, 35);

8. Tirou a morte da panela (II Reis 4:41):

9. A multiplicação dos pães (II Reis 4:42-44);

10. Curou Naamã da lepra (II Reis 5:14);

11. Colocou lepra em Geazi, seu auxiliar (II Reis 5:27);

12. Fez nadar um machado (II Reis 6: 6, 7);

13. Revelou ao rei de Israel o esconderijo dos siros (II Reis 6:9, 12);

14. Deu visão espiritual a Geazi (II Reis 6:17);

15. Cegou o siros (II Reis 6:18);

16. Devolveu-lhes a visão (II Reis 6:20);

17. Livrou-se da morte por revelação divina (II Reis 6:31, 32);

18. Previu alimentação ao povo de Samaria (II Reis 7:1, 18);

19. Sentenciou Benadade à morte (II Reis 8:10, 15);
20. Profetizou o mal que Hazael faria a Israel (II Reis 8:12; 10:32);

21. A unção de Jeú a rei (II Reis 9:1-3,6);

22. A vitória de Jeoás (II Reis 13:17, 19,25);

23. Sentenciou a morte de um capitão (II Reis 7:2, 19,20);

24. Anunciou uma seca por sete anos (II Reis 8:1);

25. A derrota dos moabitas (II Reis 3:18, 24);

26. Depois de morto ressuscitou um defunto (II Reis 13:21).

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>
Se você tem sido abençoado com estas mensagens, nos ajude a manter o nosso ministério, nos enviando uma oferta de amor, Se as pessoas que nos seguem tomar uma atitude de nos ajudarmos, com certeza podemos fazer muito mais

em favor da obra de Deus que é uma tarefas árdua! Você pode ser um dos nossos semeadores. 
Basta enviar sua oferta através do:

Banco Itaú - Agência 0289  Conta C/C  76077-9

Visite nossos blogs: http://pastorjoaonunesmachado.blogspot.com.br/

Siga-nos no twitter: somentebíblia.com

@Prjoaonunes

e-mail: prjnunes@gmail.com

A serviço do rei Pr. João Nunes e Juçara Graczcki










Nenhum comentário:

Postar um comentário