domingo, 19 de julho de 2015

o cristão pode usar piercing ou tatuagens?

TEXTO BASE GENESES 1: 27 / LV 19: 28

INTRODUÇÃO

TEMA: O CRISTÃO PODE USAR PIERCING OU TATUAGENS?


“Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.” Gênesis 1: 2 7.

Pelos mortos não ferireis a vossa carne; nem fareis marca nenhuma sobre vós. “Eu sou o SENHOR.” Levítico 19: 28.

Símbolo de rebeldia?
Tattoo, do taitiano tatau, significa marcar.




 O nome foi dado por James Cook, o capitão inglês que descobriu o surfe e, em 1769, ficou admirado ao chegar ao Taiti e ver a população local coberta de desenhos em vez de roupas.

A população da região era conhecida como maohis, ou maoris na Nova Zelândia, povo que tatuava-se em rituais ligados à religião.

As imagens significavam status e poder, marcavam a passagem da infância para a maioridade, ou contavam as histórias da família e da tribo.
Mas, os primeiros registros de pigmentação com tintas sobre a pele remetem há pelo menos 5 mil anos.
No Egito, também foram encontradas múmias tatuadas, que datam do período entre 4000 e 2000 a.C.

Em seu corpo foram encontradas mais de cinqüenta tatuagens que, de acordo com alguns estudiosos, tinham significações religiosas.
A prática da tatuagem também foi registrada entre os egípcios e os pictos, uma civilização antiga do Norte da Europa.

No Brasil, diversas tribos indígenas traziam tatuagens pelo corpo.
Os waujás e os kadiwéus são alguns dos povos indígenas que utilizavam da pintura definitiva para expressarem rituais de passagem e reverência a alguns elementos da natureza.

Apesar da existência da tatuagem, esse hábito não se popularizou por conta das culturas indígenas.
Foram os marinheiros ingleses, por meio do contato com os polinésios que difundiram essa prática pelo mundo.

A reprodução de feras do mar, caveiras e embarcações demonstravam as aventuras desses homens que se lançavam pelo mar.

Sendo os mesmos sujeitos de pouca condição financeira ou influência social, fizeram da tatuagem algo popular entre os guetos, prostíbulos e tavernas freqüentadas pela “escória”, ou seja, desocupados, lutadores de rua, criminosos e prostitutas.


I. OS PERIGOS DA TATUAGEM E A BÍBLIA



Este estudo fala apenas da origem da tatuagem. Muitos a usam por razões próprias(J Co 8. 9; Rm 14.12).
Mas, há riscos de contrair o vírus HIV, hepatite, infecções bacterianas e virais.

“…e escrita de tatuagem não porei em vós” (A Torá – tradução judaica):

“Não façam cortes no corpo por causa dos mortos, nem tatuagens em si mesmos” (Lv 19. 28 – NVI – Nova Versão Internacional da Bíblia).


II. O SIMBOLISMO E OS PERIGOS DO PIERCING
A revista Época de 25/02/2 002 aponta diversos perigos do piercing:

* Língua – Pode provocar fendas nos dentes e infecção geral.

* Sobrancelha – Inchaço e dor impedem a higienização correta do local e abre caminho para infecções.

* Umbigo – A pele pode ficar irritada com reações alérgicas.

* Nariz – Danifica os vasos sanguíneos e produz cicatrizes

Em Ex 21. 6 perfurar a orelha simbolizava um pacto de escravidão. Ro/and de Vaux, ex-diretor da École Biblique de Jerusalém, diz:

“As leis antigas da Mesopotântia presumem que o escravo seja marcado, como uma rês, com uma tatuagem, um estigma feito com ferro em brasa ou ainda com unma etiqueta presa a seu corpo (Dt 15. 17). …Sinal de identidade, como as tatuagens dos cultos helenísticos.


III. UM SINAL DE ESCRAVIDÃO
Deus aprovaria algo que chega a mutilar o templo do Espírito Santo?

Veja o alerta que a Bíblia faz em Cor 3. 16 - 17.

Existe a tese de que os locais mais perfurados estejam relacionados à salvação e que, como certos adornos, o piercing constitui uma tranca que aprisiona a alma (Ez 13.18-2 1).

Um sinal visível de escravidão espiritual. Leia os textos abaixo, faça sua própria avaliação e tire suas conclusões:

1. Nariz – fôlego de vida (Gn 2. 7; 7. 22-24; Is 2. 22, 42. 5; Ec 3. 19, 21)

2. Boca – confissão (Ro 10. 8-9; I Jo 1. 9; Mt 15.18; 21.16; Tg 3. 10; Pv 21. 23)

3. Sobrancelhas (olhos) – mente (Mt 6. 22-23; Ef 1.17-18, 4.18; II Co 4. 4)

4. Orelha – ouvir e crer (Ro 10.14-18; Hb 3.15; Is 6.10; Jr 17. 23; Ap 3. 6)

5. Umbigo (ventre) – sede da vida (Jo 7. 38-39; 4.14; Fp 3.19; Ro 16.18)

Segundo a Clínica Mayo (EUA), numa pesquisa feita com 454 estudantes, um em cada dez usuários do piercing sofreu infecção.

A Universidade de Yale informou que uma garota de 22 anos sofreu infecção no cérebro, causada por um piercing de língua.

As bactérias da boca chegaram ao cérebro pelo sangue.

Você sabia que a lei 9. 828/97(SP) proíbe essa prática para menores e que A. La Vey, fundador da Igreja de Satanás defendia a tatuagem e o piercing, por entender que são rejeitados em Lv 19. 28 e Dt 14.1-2, e que certas tatuagens são propagandas do mal?(Lc 10.18-20; 10. 3; 20. 2). 

O que você diz de Is 3.18-21, 1 Cor 3.16.17; 6.19-20, Rm 12.1-2?


IV. O CRISTÃO DEVE USAR PIERCING OU TATUAGEM?
O pluralismo corrói insidiosamente o cristianismo. Para muitos o piercing e a tatuagem é apenas uma questão cultural.

Entretanto, “o Evangelho nunca é o hóspede da cultura; ele é sempre seu juiz e redentor,” pois parte dela é demoníaca.

O cristão está na contramão(Tg 4. 4; 1 J0 2. 15; Rm 12.1-2). Que prática você deve rejeitar?

1. Se traz escândalo ou fere a consciência alheia (Mt 18. 7; Rm 14. 21)

2. Se deforma a dignidade humana (II Cor 4. 2; Cl 3.17; 1 Cor 6.12)

3. Se a natureza da prática dá lugar à carne, envolve magia, ocultis¬mo, idolatria, exploração, malignidade (Gl 5.13;Cl 3.17; I Pd 1. 14-25)

4. Se apresenta alguma aparência do mal (1 Ts 5. 22; Ef 5. 8; Mt 5.13-16)

5. Se viola a autoridade dos pais, pastor, governo (Rm 13. 2; Tt 1. 9-10)

6. Se traz dúvidas ao coração ou à consciência (Rm 14. 22; 1 Jo 3. 20)

7. Se não traz edificação ou a glória de Deus (1 Cor 6.19-20; 10. 23)

Para J.R. Stott “somos diferentes de tudo no mundo que não é cristão e esta contra-cultura cristã é a vida do Reino de Deus.” Por fim, H.R. Niebuhr apresenta Cristo como o transformador da cultura.

“Todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas edificam.” – I Coríntios 10: 23

“Rogo-vos, pois, irmãos, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” – Romanos 12: 1,2

“Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus.” – I Coríntios 10: 32

“Não dando nós escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado.” – II Coríntios 6: 3

Embora não seja correto, muitas pessoas hoje em dia estão se tatuando. Não devemos generalizar e dizer que toda a pessoa tatuada está distante do Senhor Jesus.

Se você possui uma tatuagem não pense que não pode aproximar-se de Deus por causa disto.

Deus é um pai misericordioso. Ele lhe ama independentemente do seu passado.

Também não devemos concluir que por uma pessoa ter uma tatuagem ela não possa receber os favores de Deus de amor, perdão e direção
.

CONCLUSÃO

Se você tem uma (ou mais) tatuagem, não se atormente: Jesus apaga o seu passado.

Ao demonstrar arrependimento (Atos 3: 19) e aceitação pelos ensinos da Bíblia (Apocalipse 1: 3), Deus lhe perdoa (Salmo 32: 5) e o (a) considera como se NUNCA tivesse feito tatuagem alguma! (1 João 1: 9).

O perdão de Deus é maravilhoso e Ele coloca a sua disposição todos os recursos para melhorar a sua auto-estima (Filipenses 2: 13)

a fim de que consiga se sentir bem (e feliz) sem “desenhos” pelo corpo.

E, não esqueça: você é o desenho mais lindo que Deus já fez!

A serviço do Rei, A serviço do Rei, Pr João Nunes Machado




Nenhum comentário:

Postar um comentário