terça-feira, 15 de setembro de 2015

Cristo Revelado em Gênesis

Cristo Revelado em Gênesis

O Cristo preexistente, a Palavra viva, estava muito envolvido na criação. “Todas as coisas foram feiras por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez” (Jo 1.3).

O ministério de Jesus está antecipado em Gn 3.15, sugerindo que a “semente” da mulher que ferirá a cabeça da serpente (Satanás) é Jesus Cristo, a “posteridade” de Abraão mencionada por Paulo em Gl 3.16.

Melquisedeque é o misterioso rei-sacerdote do cap. 14.

Uma vez que Jesus é rei e também sumo sacerdote, a carta aos Hebreus faz, de forma apropriada, esta identificação (Hb 6. 20).

A grande revelação de Cristo em Gênesis se encontra no estabelecimento do concerto de Deus com Abraão no caps. 15 e 17.

Deus fez promessas gloriosas a Abraão, e Jesus é o maior cumprimento destas promessas, uma verdade que é explicada de forma detalhada por Paulo em Gálatas.

Boa parte da Bíblia está fundamentada sobre o concerto abraâmico e o seu desenvolvimento em Jesus Cristo.

A dramática história da prontidão de Abraão em sacrificar Isaque segundo a ordem de Deus apresenta uma incrível semelhança com o evento crucial do NT. “Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas... e oferecendo-o ali em holocausto” (22. 2), lembra-nos da prontidão de Deus e sacrificar o seu único Filho pelos pecados de todo o mundo.

Por fim, a bênção de Jacó sobre Judá antecipa a vinda de “Siló”, a ser identificado como o Messias. “E a ele se congregarão os povos” (49.10)



Um Forte Abraço!! Nos laços do Calvário que nos une......A serviço do Rei, Pr João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário