quinta-feira, 3 de setembro de 2015

PORQUE DEVEMOS ORAR A DEUS?

TEXTO BASE MATEUS 6: 6

INTRODUÇÃO

TEMA: PORQUE DEVEMOS ORAR A DEUS?


6. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.

Em qualquer cultura ou qualquer forma de religião, as pessoas oram sozinhas ou em grupo. usam livros de orações e outros objetos comuns, ou segundo as motivações individual de cada coração.

O QUE É UMA ORAÇÃO?
A oração é definida como um ato religioso no qual o homem procura manter uma ligação com seres divinos através da súplica, da ação de graças, do louvor, ela pode ser feita de forma individual ou em grupo.

As diversas palavras hebraicas e gregas relacionadas com a oração transmitem ideias tais como pedir, solicitar, rogar, suplicar, implorar a favor, bem como louvar, agradecer e bendizer.

EXISTE ALGUMA POSTURA PARA ORAR?
Não! Porque relatos bíblicos mostram que servos fiéis de Deus oravam em várias situações e posturas. Oravam em silêncio ou em voz alta, olhando para o céu ou curvados com o rosto voltado para a terra.

QUAL O  HORÁRIO E O LUGAR?
No entanto, a Bíblia não restringe a oração a uma hora ou lugar específicos.

Jesus disse: “Quando orares entra no teu quarto particular, e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; então o teu Pai, que olha em secreto, te pagará.” (Mateus 6: 6)

“Deus é Espírito, e os que o adoram têm de adorá-lo com espírito e verdade.” (João 4: 24) Certa ocasião Jesus ficou orando a noite inteira, pelo visto pedindo orientação para tomar uma decisão importante. Daniel orava três vezes ao dia.

EXEMPLO DE ORAÇÕES NOS SALMOS.
O inteiro livro de Salmos consiste em orações e cânticos de louvor a Deus, mostra como devem ser as nossas orações.

O Salmo 3: Quando somos perseguidos, o exemplo de Davi quando foi perseguido pelo seu filho Absalão;

O Salmo 15: Pedir para ser amigo de Deus.

O Salmo 23: Deus é o nosso pastor, onde podemos pedir, para Deus nos guiar, nos alimentar e nos proteger.

O Salmo 32: Mostra o agradecimento de Davi quando Deus perdoou  seu pecado.

O Salmo 41: Amparo na doença, Quando estamos doentes no “divã” da vida.

O Salmo 51: Davi pedindo perdão pelo seu pecado grave com Bate-Seba.

O Salmo 91: Podemos pedir refúgio, proteção espiritual e  livramento diante das armadilhas dos nossos inimigos. 

ALGUMAS ORAÇÕES NA BÍBLIA



Oração de Jacó. (Gênesis 32:9-12)

Moisés (Deuteronômio 9:25-29)

Ana (1Sauel 2:1-10)

O Rei Davi (2 Samuel 7: 18-29)

O Rei Salomão (1 Reiss 3: 6-9; 8: 22-61)

Jonas (Jonas 2: 1-9)

Ezequias (2 Reis 19:15-19)

Jeremias (o livro de Lamentações)

Daniel (Daniel 9: 3-21)

Esdras (Esdras 9: 6-15)

Neemias (Neemias 1: 4-11)

Jesus pelos discípulos (João 17: 1-26)

Os discípulos de Jesus (Atos 4: 24-30)

O Pai nosso (Mateus 6: 9-13)

O PAI NOSSO
"Pai Nosso" ou "Oração do Senhor" é a oração mais conhecida do cristianismo,  encontra-se no Novo Testamento em Mateus 6: 9-13. Foi ensinada por Jesus Cristo como um modelo padrão básico de oração, para mostrar aos cristãos como eles devem orar.

PRIMEIRO: Pedindo a santificação do nome de Deus, que começou a ser vituperado pela rebelião no Éden. 

SEGUNDO: A realização da vontade divina através do Reino Messiânico de Deus.

TERCEIRO: A expressão seguinte: “Realize-se a tua vontade, como no céu, assim também na terra” refere-se, primariamente, a vontade de Deus para com a terra e seus habitantes. 

A pessoa que faz a oração, mostram através de suas própria ações que apoiam esse comprimento. 

FINALMENTE: Pedir o pão de cada dia, o perdão, a proteção contra a tentação e livrar do iníquo, tudo isso se relaciona com o desejo de continuar a viver no favor de Deus. Por outro lado, há muitos outros assuntos que talvez afetem as pessoas individualmente, e que também são assuntos apropriados para oração.

Embora não mencionados especificamente na     “oração-modelo” de Jesus, mais estão relacionadas com as orações pessoais, que podem abranger todas as facetas das nossas vidas.

SOBRE O QUE DEVEMOS ORAR?
As orações envolvem confissão, petições, solicitações, expressões de louvor, de agradecimento ou votos.

SUPLICA E AGRADECIMENTO: “Não estejais ansiosos de coisa alguma, mas em tudo, por oração e súplica, junto com agradecimento, fazei conhecer as vossas petições a Deus.” (Fil. 4: 6)

“SUPLICA” significa “pedir de maneira humilde e intensa”. Especialmente em casos de perigo ou perseguição.

“AGRADECIMENTO” Certamente temos razões para expressar nossos agradecimento.

NOME DE DEUS: como fez Davi: “Te agradecemos Deus, e louvamos o teu belo e santo nome.” (1 Crônica 29: 11-13)

REFEIÇÃO: outro exemplo agradecer a Deus antes de uma refeição. (Lucas 22: 17) 

O FILHO: Agradeça a Deus por o seu filho ter morrido por nós! “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3: 16).

ORAR UNS PELOS OUTROS: Nossas orações devem incluir também outros, até mesmo pessoas que não conhecemos por nome. Exemplo Paulo orava pelos cristãos da cidade de colossos:

“Agradecemos a Deus, o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, sempre que oramos por vós, pois ouvimos falar da vossa fé em conexão com Cristo Jesus e do amor que tendes por todos os santos.” (Colossenses  1: 3, 4)  Jesus nos deu um exemplo de como orar.

Ele orou pelos seus discípulos, que estar registrado em João capitulo 17, a oração mais longa de Jesus registrada na Bíblia.

ORAR COM FÉ: “De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, portanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torne recompensador dos que o buscam” (Hebreus 11: 6).

HUMILDES E SINSEROS: Temos de ser humildes e sinceros como fez o Rei Davi ao dizer: “Esquadrinha-me, ó Deus, e vê se há em mim qualquer caminho penoso, e guia-me no caminho da justiça.” (Salmos 139: 23, 24)

“Exaltai ao Senhor, nosso Deus, e prostrai-vos ante o escabelo de seus pés, porque ele é santo!” (Salmo 99:5) É fácil falar com alguém quando você sabe que essa pessoa o ama incondicionalmente!

FRAQUEZA: Quando lutamos contra uma fraqueza, aprenda de Davi,  ele foi vencido pelas suas fraquezas, e ele pecou gravemente, no Salmo 51: 2, rogou: “Lava cabalmente de mim o meu erro e purifica-me mesmo do meu pecado.”

DEUS O “OUVINTE DE ORAÇÃO?”
O inteiro registro bíblico atesta que Deus é o “Ouvinte de oração” (Salmos 65: 2; 66: 19)  

Orar a deuses falsos é uma estupidez, pois eles não têm a capacidade de ouvir nem de agir, e são indignos em comparação com o Deus Verdadeiro.

A disputa a respeito de divindade entre Baal e o Deus Verdadeiro, realizada no monte Carmelo, demonstrou quão tolo é orar a deidades falsas. (1 Reiss 18: 21-39)

DEUS OUVE AS NOSSAS ORAÇÕES?
Devemos em primeiro lugar orar em nome de Jesus:  “Ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14: 6)  Lembrando que é ele que torna possível nos aproximarmos do nosso pai celestial, perfeito e santo.

HARMONIA: Nossas orações para serem ouvidas, precisam estar em harmonia com a vontade Divina. Assim, estudar a Bíblia é um fator importante, porque aprendemos qual é a sua vontade e agimos de acordo com ela. 

OS ESTRANGEIROS: Até mesmo os estrangeiros no meio deles, podiam aproximar-se de Deus em oração por reconhecerem a Israel como o instrumento designado de Deus, Mais tarde, pela 

morte de Cristo, foi removida para sempre a distinção entre Judeu e Gentio. (Efésios 2:11-16) Na casa do italiano Cornélio, Pedro reconheceu que “Deus não é parcial, mas, em cada nação, o homem que o teme e que faz a justiça lhe é aceitável”. (Atos 10: 34, 35)

DEUS RESPONDE AS NOSSAS ORAÇÕES?
Embora Deus no passado mantivesse certo grau de comunicação bilateral com certas pessoas, isto não era comum, ficando na maior parte restrito a representantes especiais, como Abraão e Moisés.

Mesmo nestes casos, as palavras de Deus foram evidentemente transmitidas por meio de anjos. Portanto, na maioria dos casos, a resposta às orações se dava mediante profetas.

Mas, a resposta mais frequente não era tão facilmente discernida, especialmente para o cristão, não tão espetaculares como alguns dos poderosos atos de Deus nos tempos antigos, mas igualmente vitais.

DEUS OUVE TODAS A ORAÇÕES?
Não! Os  que desconsideram a sua Palavra e a sua lei, derramam sangue e pratica outras iniquidades, não são ouvidos favoravelmente por Deus, “suas orações lhes são algo 

DETESTÁVEIS.” (Provérbios 15: 29) JESUS foi bem sincero quando disse que as pessoas hipócritas que procuravam chamar a atenção para sua piedade ao orar já tinham recebido “plenamente a sua recompensa.” (Mateus 6: 5)
Exemplos:

OS FARISEUS de aparência piedosa faziam longas orações, jactavam-se de sua moral superior, contudo, foram condenados por Deus por seu proceder hipócrita, porque com a boca davam louvor, mas seus corações estava longe de Deus e de sua Palavra. (Marcos 12: 40)

O REI SAUL, por ser presunçoso e rebelde, perdeu o favor de Deus e, “embora Saul indagasse de Deus, Deus nunca lhe respondia, nem por sonhos, nem pelos profetas”. (1 Samuel 28:6) 
A oração Aceitável tem de ser dirigida à pessoa certa, e com motivação correta e coração puro. (Veja Tiago 4: 3-6.)

Jesus disse que se deve ‘persistir em pedir, em buscar, e em bater’, sem desistir. (Lu 11: 5-10; 18:1-7) Tiago disse: “A súplica do justo, quando em operação, tem muita força.” (Tiago 5: 14-20) Assim neste estudo aprendemos com os exemplos de servos fies do passado, como devemos orar a Deus e ser ouvido por Ele.

Um Forte Abraço!! Nos laços do Calvário que nos une......A serviço do Rei, Pr João Nunes Machado


Nenhum comentário:

Postar um comentário