quinta-feira, 8 de outubro de 2015

O VICIADO É UM ESCRAVO DO SEU VÍCIO

TEXTO BASE 1 CORINTIOS 10: 31 - 32

INTRODUÇÃO

TEMA: O VICIADO É UM ESCRAVO DO SEU VÍCIO


31. Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.
32. Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus.

O vício é a dependência mental, física ou espiritual e está relacionado com tudo o que é prejudicial à pessoa, mostra que está lhe faltando o domínio próprio.

O desejo é um dos venenos da mente e cria energias negativas tirando a paz e equilíbrio.

Desejar significa querer algo, pessoas, coisas, acontecimentos e experiências. Mas significa também falta de algo.

Esse sentido de faltar algo é que conduz ao desejo. Quanto mais desejamos algo, mais a mente anseia por mais.

O desejo é um poço sem fundo.

Em nossa sociedade não há fim para a busca incessante dos desejos.

A mente está sempre querendo possuir coisas diferentes. E quando consegue uma delas, o prazer não dura.

Logo outro desejo envolve você e você fica insatisfeito porque nunca poderá satisfazer todos eles. Isso gera agitação, raiva, inveja, ganância, inquietude causando sofrimento.

Por causa dos desejos, criamos os apegos, aflições, ansiedades, consumismo exagerado.

Onde quer que haja um desejo, com certeza existe outro desejo.

Esses sentimentos de carência, de necessidade de nos completar e os desejos excessivos nos afastam cada vez mais da paz interior criando conflitos internos, dor, angústia e preocupação.

As pessoas acham que são livres para realizar os desejos da mente negativa, mas na verdade são escravas dos sentidos e dos desejos que geram doenças, frustrações e autopunição.


I. OS VÍCIOS MAIS COMUNS:



1. Alcoolismo – Rm 13.13; Gl 5.21; 1 Co 5.11; 6.10; Ef 5.18; 1 Tm 3. 3; Pv 23. 29-35.

Segundo a OMS o álcool etílico é a droga mais consumida no mundo.

No Brasil a venda de bebida alcoólica é proibida para menores de 18 anos.

Muitos alcoólatras começaram a beber na adolescência, portanto fiquem longe da branquinha e da loira, brejas, gorós, “uma”, e nem nunca misturem com energéticos! Também é a porta de entrada para outras drogas.

2. Glutonaria – Lc 21. 34; Rm 13.13; Dt. 21. 20.

A gula é falta de moderação na comida ou na bebida; é um apetite que nunca acaba, por exemplo: o individuo come a sua nutella, ou o Yakult, ou o brigadeiro, ou a pizza, ou a  lasanha, ou os churros, ou todos; e ainda pega o do irmão!

Preste atenção se os seus amigos e parentes estão indo comer escondidos de você, e pior ainda: se é você quem está comendo escondido; fique atento se está caindo neste pecado.

Para o glutão, a comida não é vista como nutrição.

Paulo diz, a respeito de alguns: “O Deus deles é o ventre” (Fl 3.19).


3. Fumo
A Medicina comprova que fumar causa câncer nos pulmões, bronquite, irrita o sistema respiratório e faz com que o coração acelere 10x mais.

A Bíblia diz que nosso corpo é Templo do Espírito Santo (1 Co 6.19,20).

O que destrói o corpo está contra a vontade de Deus (1 Co 3.16,17).

A Bíblia não condena claramente esse vício porque, na época em que foi escrita, não existia cigarro.


4. Drogas – dependência

Há diferentes tipos de drogas: estimulantes, tranquilizantes, sedativos, alucinógenos, etc., (mesmo o café, o chá e certas bebidas comuns possuem uma pequena medida disso e, quando consumidos em grande quantidade, se pode sentir o efeito das drogas).


Também há muitos medicamentos que contém drogas fortes (pílulas para dormir, para não dormir, para emagrecer), que podem viciar.

Existem narcóticos, tais como a morfina, a cocaína, a heroína, etc., e alucinógenos como o ácido lisérgico (LSD), que produzem efeitos muito mais severos, e alteram o sistema nervoso.

E como trazem uma sensação de bem estar temporal, fazem com que aumente a dependência psíquica.


5. Jogos de Azar – loterias, roleta, corridas de cavalo, apostas, cartas, rifas ou qualquer outro tipo de jogo por dinheiro.

Estes vícios trazem problemas à muitas famílias; também é a causa de brigas e suicídios.

É a vontade de ganhar dinheiro rápido, sem trabalhar, uma cobiça (1 Tm 6. 9,10).

A vontade de Deus é que ganhemos dinheiro dignamente (Ef 4. 28; 2 Ts 3.12).

É desleal, pois muitas pessoas perdem enquanto só uma ganha.


6. vídeo games / redes sociais

Gera sedentarismo, obesidade, notas baixas e brigas dos pais com os filhos.

Preste atenção quanto tempo de sua vida está dedicando aos vídeos games e redes sociais, quanto tempo você é capaz de ficar sem e se durante este tempo, o quanto pensa nisso.

Veja se vale a pena se entregar aos jogos e redes sociais que são desenvolvidos por caras muito inteligentes com o único objetivo de te prender o máximo de tempo possível.


7. celular
Já tentou andar na rua e contar quantas pessoas estão mexendo no celular?

Mas por favor, não use no culto! Guarde seu celular, respeite o pregador, a casa de Deus e os irmãos.


II. COMO UMA PESSOA CHEGA AO VÍCIO?

O ócio (2 Ts 3. 7-11), a solidão, as más companhias (1 Co 15. 33), medicamentos, a falsa valentia (não querer ser menos que o outro), o machismo, curiosidade, a busca de prazer, o escapismo (fugir da realidade), os convites: seguir a corrente.


III. O QUE AJUDA NA LIBERTAÇÃO DO VÍCIO?

1. Regeneração Espiritual e Batismo no Espírito Santo (2 Co 5.17).

2. Aceitar a vontade de Deus para a nossa vida e para o nosso corpo (1 Co 6.13-20).

3. Assumir responsabilidade sobre nossas ações (Rm 6.11-13).

4. Andar no Espírito (Rm 8. 2-8,14-17; Gl 5.16-24);


8. Ter disciplina.

1. Disciplina pessoal – substituir um hábito ruim por um bom, cortar as más amizades; exercitar a fé.

2. Disciplina sob a supervisão de outros – aceitar a instrução dos pais e lideres da igreja (1 Co  5.11).
3. Orar (Lc 11. 24; Mt 7.11; 1 Jo 5.14,15; Mt 18. 8-19).

Devemos ter amor e compreensão com aqueles que estão tentando vencer os vícios; mas não podemos deixar falar sobre nosso posicionamento contra essas práticas.


CONCLUSÃO

No momento em que você orar e pedir a Jesus para libertá-lo, você será liberto, como o próprio Jesus prometeu:

“É-me dado todo o poder [Jesus] no Céu e na Terra” Mateus 28: 18.

“E tudo quanto pedirdes em Meu nome, Eu o farei” João 14: 13.

“Se, pois, o Filho [Jesus] vos libertar, verdadeiramente, sereis livres” João 8: 36.

Um Forte Abraço!! Nos laços do Calvário que nos une......A serviço do Rei, Pr João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário