quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

QUEM É JESUS CRISTO?

TEXTO BASE I JO 1: 1 - 3

INTRODUÇÃO 


TEMA: QUEM É JESUS CRISTO?




1. O QUE era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida


2. (Porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada);


3. O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo.



I. Jesus Cristo é Deus.


As Escrituras dizem: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. 


E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” 

(Jo 1: 1,14). (Ver também I Jo 1: 1-3; Mt 1: 23; Jo 20: 28; At 20: 28; Hb 1: 8; I Jo 5: 20; Rm 9: 5; Is 9: 6)

E o que é um “verbo”? – É a expressão ativa, auditiva, de um pensamento ou propósito invisível. 


Através de palavras e ações, podemos compreender os pensamentos de outras pessoas. 


E assim é que Cristo, como o Verbo divino, nos revela a mente de Deus Pai. (Ver Item 4 e 5)



II. Ele é o princípio da criação de Deus, ou seja, atuava como coadjuvante.


Coadjuvante: Que coadjuva; que ajuda; que concorre para um fim comum.


“Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez.” (Jo 1: 2-3). 


(Ver também Jo 1: 10, 17: 5, Jo 8: 57- 58; Cl 1: 16 - 17; Hb 1: 2; Pv 8: 22-36)



III. Ele é o primogênito de toda a criação, ou seja, o primeiro quanto à posição.



“Havendo Deus, antigamente, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos, nestes últimos dias, pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. 


O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da Majestade, nas alturas; feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles.” (Hb 1: 1- 4). 

Ver também Ef 1: 21; Fl 2: 9 - 10; Dn 7: 14; I Pe 3: 22.




IV. Ele age em perfeita unidade com o Pai.


O próprio Jesus afirma: “Eu e o Pai somos um.” (Jo 10: 30).
“Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados, e pôs em nós a palavra da reconciliação.” (IICo 5: 19).


(Ver também Jo 5: 18, 10: 38, 14: 7-9; Cl 2: 9)

Obs.: E disse mais: “E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um. Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim e que tens amado a eles como me tens amado a mim.” (Jo 17: 22-23).
(Ver também Jo 14: 20, 17:11, 21)



V. Ele fala as palavras do Pai.

Jesus afirma ainda: “Não crês tu que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.” (Jo 14: 10).
(Ver também Jo 3: 34, 7: 16, 8: 28-29, 17: 8)



VI. Ele veio salvar a humanidade.

“De fato, Deus enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.” (Jo 3: 17). 


(Ver também Lc 9: 56; Jo 12: 47; At 4: 12; IJo 4: 14; I Ts 5: 9)



VII. Ele é o único caminho que conduz ao Pai.

 
Jesus disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.” (Jo 14: 6).
(Ver também Jo 10: 9; Ef 2: 18; IPe 3: 18)



VIII. Ele é o único mediador.


“Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem.” (ITm 2: 5).
(Ver também Rm 8: 34; Hb 7: 25; IJo 2: 1; Jo 11: 22)



IX. Ele é o único meio de nos tornarmos filhos de Deus.

 
“Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. 


Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo.” (Gl 4: 4-5,7).
(Ver também Jo 1: 12; Gl 3: 26; Mt 12: 50; Rm 8: 14; I Jo 3: 1)



X. Ele responde as nossas orações.
Jesus disse: “O que vocês pedirem em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. 


Se vocês pedirem qualquer coisa em meu nome, eu o farei.” (Jo 14: 13-14).
(Ver também Jo 15: 16, 16: 24; I Jo 5: 14-15)



XI. Ele perdoa os nossos pecados.

 
“Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. 


Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. 


Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós. Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o Justo. 

E ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.” (IJo 1: 8-10, 2:1-2).
(Ver também Mt 9: 2; Lc 5: 21-26, 7: 48; Jo 1: 29)

XII. Ele habita em nós se obedecermos à Sua Palavra.
“Jesus respondeu e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada.” (Jo 14: 23). 


(Ver também Jo 14: 20-21; I Co 2: 16; Gl 4: 6)



XIII. Ele é certeza de vida eterna.
“O Pai ama o Filho e todas as coisas entregou nas suas mãos.
Aquele que crê no Filho tem a vida eterna, mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.”
(Jo 3: 35-36). (Ver também IJo 5: 11-13; Rm 6: 23)

O que é vida eterna? “Depois de falar essas coisas, Jesus ergueu os olhos ao céu e disse: 


Pai, chegou a hora, glorifica o teu Filho, para que o Filho glorifique a ti, pois lhe deste poder sobre todos os homens, para que ele dê a vida eterna a todos aqueles que lhes deste: 


Ora, a vida eterna é esta: que eles conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e aquele que tu enviaste, Jesus Cristo.” (Jo 17: 1-3).
(Ver também Jo 5: 23-27, 15: 23; IJo 2: 23)


Um Forte Abraço!! Nos laços do Calvário que nos une......A serviço do Rei, Pr João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário