segunda-feira, 6 de março de 2017

CRENTES NOS LUGARES ERRADOS!

TEXTO BASE GN 19: 9 - 20

INTRODUÇÃO 

TEMA: CRENTES NOS LUGARES ERRADOS!

GN 19: 17 - Quando os tinham tirado para fora, disse um deles: Escapa-te, salva tua vida; não olhes para trás de ti, nem te detenhas em toda esta planície; escapa-te lá para o monte, para que não pereças.

O melhor lugar nesta terra, é o centro da vontade de Deus e quando decidimos, mediante as nossas razões pessoais, andar por outros caminhos que não foram preparados pelo Pai, as consequências são nefastas.

Veja abaixo a situação de crentes fora da posição: 

I. Abraão desceu ao Egito e não foi bem sucedido. GN 12: 10 -13

10. Ora, havia fome naquela terra; Abrão, pois, desceu ao Egito, para peregrinar ali, porquanto era grande a fome na terra.

11. Quando ele estava prestes a entrar no Egito, disse a Sarai, sua mulher: Ora, bem sei que és mulher formosa à vista;

12. e acontecerá que, quando os egípcios te virem, dirão: Esta é mulher dele. E me matarão a mim, mas a ti te guardarão em vida.

13. Dize, peço-te, que és minha irmã, para que me vá bem por tua causa, e que viva a minha alma em atenção a ti.

Abrão desceu ao Egito sem direção porque não creu na provisão de Deus. 

Mentiu acerca de sua esposa por medo e ela foi entregue na mão de outro homem, o faraó e foi repreendido por ele por causa da mentira (vs.14 -19).   

14. E aconteceu que, entrando Abrão no Egito, viram os egípcios que a mulher era mui formosa.

15. Até os príncipes de Faraó a viram e gabaram-na diante dele; e foi levada a mulher para a casa de Faraó.

16. E ele tratou bem a Abrão por causa dela; e este veio a ter ovelhas, bois e jumentos, servos e servas, jumentas e camelos.

17. Feriu, porém, o Senhor a Faraó e a sua casa com grandes pragas, por causa de Sarai, mulher de Abrão.

18. Então chamou Faraó a Abrão, e disse: Que é isto que me fizeste? por que não me disseste que ela era tua mulher?

19. Por que disseste: E minha irmã? de maneira que a tomei para ser minha mulher. Agora, pois, eis aqui tua mulher; toma-a e vai-te.


II. Ló mudou-se para Sodoma (mundo) e perdeu tudo 



11. Quando aconteceu a separação entre Abrão e Ló, este escolheu aparentemente a melhor parte e perdeu tudo - Então, Ló escolheu para si toda a campina do Jordão e partiu para o Oriente; separaram-se um do outro. 

12. Habitou Abrão na terra de Canaã; e Ló, nas cidades da campina e ia armando as suas tendas até Sodoma. 

13. Ora, os homens de Sodoma eram maus e grandes pecadores contra o Senhor - Gn 13. 11-13).

A Palavra diz que Ló era um homem justo, porém ele se alinhou com o mundo e seus pecados, inclusive envolvendo toda a sua família nesta aventura mal sucedida perdendo inclusive a sua esposa que virou uma estátua de sal - “E a mulher de Ló olhou para trás e converteu-se numa estátua de sal” (Gn 19. 26).


III. Elias se deitou debaixo do arbusto fugindo de Jezabel em vez de estar no Carmelo.

Ele mesmo, porém, se foi ao deserto, caminho de um dia, e veio, e se assentou debaixo de um zimbro; e pediu para si a morte e disse: 

Basta; toma agora, ó Senhor, a minha alma, pois não sou melhor do que meus pais - (1 Rs 19. 4).

Elias, após destruir os profetas de Baal no Monte Carmelo, recebeu ameaças por parte de Jezabel, teve medo, fugiu para o deserto e de tão abatido desejou a morte.

Quando estamos no centro da vontade de Deus somos fortalecidos por ele, mas quando vamos ao deserto por nossa conta e risco, somos apanhados por angústias de morte.


IV. Jonas estava no ventre do peixe e clamou 

“Então, Jonas, do ventre do peixe, orou ao Senhor, seu Deus, e disse: 

Na minha angústia, clamei ao Senhor, e ele me respondeu; do ventre do abismo, gritei, e tu me ouviste a voz” (Jn 2.1, 2).

O profeta fujão precisou ser lançado ao mar e ser tragado por um grande peixe, para decidir obedecer a Deus. 


V. O profeta enganado pisou num caminho errado e morreu.

19. Então, voltou ele, e comeu pão em sua casa, e bebeu água. 

20. Estando eles à mesa, veio a palavra do Senhor ao profeta que o tinha feito voltar; 

21. e clamou ao homem de Deus, que viera de Judá, dizendo: 

Assim diz o Senhor: Porquanto foste rebelde à palavra do Senhor e não guardaste o mandamento que o Senhor, teu Deus, te mandara, 

22. antes, voltaste, e comeste pão, e bebeste água no lugar de que te dissera: Não comerás pão, nem beberás água, o teu cadáver não entrará no sepulcro de teus pais.

23. Depois de o profeta a quem fizera voltar haver comido pão e bebido água, albardou para ele o jumento. 

24. Foi-se, pois, e um leão o encontrou no caminho e o matou; o seu cadáver estava atirado no caminho, e o jumento e o leão, parados junto ao cadáver”(1 Rs 13. 19-24).

A instrução de Deus para o profeta era que não comesse pão, nem bebesse água e voltasse pelo mesmo caminho após entregar a palavra profética, porém não obedeceu ao ouvir e ser enganado pelo profeta velho e perdeu a vida. 


VI. Davi estava no terraço em vez de estar no campo de batalha.
Decorrido um ano, no tempo em que os reis costumam sair para a guerra, enviou Davi a Joabe, e seus servos, com ele, e a todo o Israel, que destruíram os filhos de Amom e sitiaram Rabá; porém Davi ficou em Jerusalém. 

2. Uma tarde, levantou-se Davi do seu leito e andava passeando no terraço da casa real; daí viu uma mulher que estava tomando banho; era ela mui formosa. 

3. Davi mandou perguntar quem era. Disseram-lhe: É Bate-Seba, filha de Eliã e mulher de Urias, o heteu. 

4. Então, enviou Davi mensageiros que a trouxessem; ela veio, e ele se deitou com ela. Tendo-se ela purificado da sua imundícia, voltou para sua casa. 

5. A mulher concebeu e mandou dizer a Davi: Estou grávida”(2 Sm 11. 2-5).

Estar no lugar errado na hora errada, o expôs a uma situação de adultério e assassinato que o acompanhou em toda a sua vida, trazendo dor e tristeza. 

A espada jamais se apartou de sua casa e ele teve uma filha estuprada e quatro filhos mortos.


VII. Pedro se aquentou junto ao fogo em vez de vigiar 
“E, quando acenderam fogo no meio do pátio e juntos se assentaram, Pedro tomou lugar entre eles”(Lc 22. 55).

Eram os momentos mais difíceis para Jesus e Pedro sentou-se junto com aqueles que eram os seus algozes, e por três vezes negou o Senhor e o galo cantou, cumprindo o que o Senhor dissera.


Conclusão
Veja o que diz o Salmo 25.12-14: “Ao homem  que teme ao Senhor, ele o instruirá no caminho que deve escolher. 

Na prosperidade repousará a sua alma, e a sua descendência herdará a terra. 

A intimidade do Senhor é para os que o temem, aos quais ele dará a conhecer a  sua aliança”.

Aquele que busca ao Senhor e tem temor receberá dele a direção.

Um Forte Abraço! Nos laços do Calvário que nos une......A serviço do Rei, PR João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário