segunda-feira, 19 de junho de 2017

DISCÍPULO FAZENDO DISCÍPULOS - PARTE - IV

TEXTO BASE JO 14: 16

INTRODUÇÃO 

TEMA: LIÇÃO  IV - CONHEÇA O SEU CONSOLADOR!

“E eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro ajudador, para que fique convosco para sempre”.

João 16. 7 - Todavia, digo-vos a verdade, convém-vos que eu vá; pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei.

João 16. 8 - E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo.

João 16.13 - Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá o que tiver ouvido, e vos anunciará as coisas vindouras.

João 16.14 - Ele me glorificará, porque receberá do que é meu, e vo-lo anunciará.

João 16.16 - Tudo quanto o Pai tem é meu; por isso eu vos disse que ele, recebendo do que é meu, vo-lo anunciará.

Quem é esse “Consolador” que precisamos conhecer? Jesus falou dele em João 14.16,17. 

Você precisa conhecer o Espírito Santo. 

O apostolo Paulo afirma que ninguém consegue dizer que Jesus é o Senhor senão pelo espírito Santo. ( I Co 12. 3).

 Precisamos conhecer o Espírito Santo, pois é Ele quem nos leva a Jesus. 

O Espírito Santo habita no salvo e tudo o que fazemos é conseguido através do poder do Espírito Santo. 

Como podemos desconhecer Aquele que habita dentro de nós e dirige nossas vidas? 

“Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus”. (Roma 8.1 - 4)


I. A PERSONALIDADE DO ESPÍRITO SANTO





Insistimos em que Deus não é “uma influência, um fluido positivo”, como ensinam as falsas religiões. 

Deus é pessoal. 

Isso significa que o homem pode manter comunhão com Deus. Porque são duas “pessoas”.

1. A Pessoa do Espírito Santo – “Ao referir-se ao Espírito Santo, Jesus o identifica com tratamentos pessoais, como “Gente”( João 16. 7, 8). 

Jesus se refere ao Espírito Santo como uma pessoa, distinta dele, e distinta do Pai. Deus é único: “ Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor” ( Deut 6. 4).

2. A Trindade constitui-se de três pessoas distintas 

Existe a Pessoa de Deus Pai, existe a pessoa de Deus Filho e existe a pessoa de Deus Espírito Santo: 

“Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor” I coríntios 13.13). 

É um só Deus revelado através de três pessoas distintas: 

“E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade ( I João 5. 7)

3. As reações do Espírito Santo – Como pessoa o Espírito Santo reage. 

Observe que ele é inteligente - Romanos 8. 27

Tem vontade - I Coríntios 12.11

Ama - Romanos 15. 30

Tem tristeza - Efésios 4. 30, Fala Atos 13. 2

Intercede - Romanos 8. 6

Ensina - João 14. 26  

Guia - Romanos 8.14. 

Somente uma pessoa tem essas reações. 

Uma “influencia ou um fluido” não tem reações assim.


II. A DIVINDADE DO ESPÍRITO SANTO

Além de ter características pessoais, o Espírito Santo é Deus. 

Ele e Chamado “Deus” (Atos 5. 3,4) e “Senhor” (II Coríntios 3.18). 

O Espírito Santo tem as qualidades de Deus tais como: 

Eternidade - Hebreus 9.14 

Onipresença - Salmos 139. 7-10

Onipotência - Lucas 1. 350 

Onisciência - I Coríntios 2.10,11.

1. Seus Nomes – Toda pessoa tem um nome que o identifica. 

Os nomes dados ao Espírito Santo o identificam como Deus: 

Ele é chamado “Santo” -  Lucas 11. 13

“Eterno” - Hebreus 9. 14

Deus” - I Coríntios 3.16

Jeová” - Isaias 51.1

“Espírito de Deus e de Cristo” - Romanos 8. 9.

2. Suas Obras – Os nomes da pessoa do Espírito Santo o identificam com as obras que só Deus realiza. 

Ele é purificador - Isaias 4. 4

Faz promessas e cumpre as promessas de Deus Pai e de Deus Filho (Atos 1. 4,5)

Produz vida - Romanos 8.11

Consola - João 14. 26. 

Uma “influência ou um Fluido” não faz nada disso que a pessoa divina do Espírito Santo Faz.


III. O TRABALHO DO ESPÍRITO SANTO

Desde o princípio do mundo o Espírito Santo participou na criação (Gêneses 1. 2).

E o mesmo Espírito Santo preserva a vida das pessoas: 

“Envia o teu fôlego, e são criados; e assim renovas a face da terra”. ( Salmo 104. 30).

1. Seu trabalho no mundo e na Igreja – O espírito de Deus trabalha com os incrédulos. 

Ele contende com os homens (Gênesis 6. 3). 

Ele testifica aos incrédulos sobre Jesus (João 16. 8). 

Foi o Espírito Santo quem levou você a Jesus. 

Sua conversão e transformação são obras do Espírito Santo. 

E agora o que faz é que o Espírito Santo faz por nós os salvos? 

Ele nos regenera, isto faz nascer de novo (João 3. 3-6). 

Somos batizados com o Espírito Santos por Jesus. 

Isto é, Jesus nos batiza com o Espírito Santo, pois o Espírito Santo permite que Jesus utilize dele, para nele sermos mergulhados. 

Foi o que aconteceu no dia de Pentecostes quando os discípulos falaram línguas estranhas (Atos 2. 4). 

1. O Espírito Santo habita no crente (I Coríntios 6. 19). 

2. O Espírito Santo permite que o crente seja selado nele (Efésios 4. 30). 

3. O Espírito Santo testifica em nosso espírito (Romanos 8.16). 

4. Ele guia o crente (Romanos 8.14). 

5. Ele enche o crente (Efésios 5.18). 

6. Ele liberta (Romanos 8. 2). 

7. Ele ilumina o crente (Efésios 1.18). 

8. Ele chama o crente para trabalhar na obra de Deus (Atos 13. 2) 

9. O Espírito Santo ressuscitará os salvos (Romanos 8.11,23).

2. Trabalhando Com Jesus – Em todo esse trabalho, tanto com o incrédulo quanto com o crente, o Espírito Santo se baseia na via e na obra salvadora de Jesus, para levar-nos a Ele. 

“Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar-vos de tudo quanto eu vos tenho dito”. (João 14. 26)

3. A ação do Espírito Santo – A Bíblia é produto do Espírito Santo ( II Pedro 1. 20,21) 

As orações são movidas pelo Espírito Santo ( Romanos 2. 26) 

A Adoração e o louvor são promovidos pelo Espírito Santo: 

“falando entre vós em salmos, hinos, e cânticos espirituais, 
cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração”. (Efésios 5.19). 

Tudo, portanto, é pelo Espírito Santo.


IV. O ESPÍRITO SANTO E O ARREBATAMENTO DA IGREJA

Uma das atividades do Espírito Santo na terra é preparar a Igreja para o arrebatamento. 

A esperança dos salvos é morar nos céus com Jesus. 

“Mandaram, pois, as irmãs dizer a Jesus: Senhor, eis que está enfermo aquele que tu amas”. (João 11. 3)

1. A renovação da Esperança – A Bíblia é um livro de esperança.

Quando lemos a Palavra de Deus passamos a viver diferente, pensar diferente, agir diferente diante de situações, e acima de tudo, ter uma esperança diferente: 

“Na esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos eternos”. (Tito 1. 2)

2. O Espírito Santo e a Santificação – Para que a Igreja possa entrar no céu pelas portas (Apocalipse 22. 14), é necessário santificação, “sem a qual, ninguém verá o Senhor” ( Hebreus 12.14).

O Espírito Santo e o arrebatamento – O Apostolo Paulo disse aos coríntios que o rapto da Igreja será um mistério ( I Cor15. 51) 

O Arrebatamento dos salvos, será num momento, num abrir e fechar de olhos (I Coríntios 15. 52). 

Todo esse trabalho será realizado pelo poder do Espírito Santo.

Ele mesmo estará conduzindo a Igreja a Cristo, até que ela encontre o Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor ( I Tessalonicenses 4.17). 

Tal qual Eliezer conduziu Rebeca até Isaque (Gênesis 24. 61-67) 

O Espírito Santo conduzirá a Igreja para se encontrar com Jesus nas nuvens. 
Bendito aquele que tomarem parte no arrebatamento da Igreja.


CONCLUSÃO

Tudo na vida do crente depende do Espírito Santo. 

É ele quem cuida de todas as coisas quem nos aproxima de Deus. 

O Crente que não conhece a grande dádiva de Deus aos salvos. 

Permita que o Espírito Santo ocupe lugar em sua vida e você será um vencedor!


ORAÇÃO DE ENTREGA

Senhor eu rogo, que me perdoe, e entre em meu coração, e seja Senhor da minha  vida.  

Eu entrego minha vida a Ti, e suplico que faça da minha vida morada do Espírito Santo, agradeço por me amar  dessa  forma  incomparável,  decido  conhecê-lo  mais  aqui  na  Terra,  e  viver  a  eternidade  com  o Senhor meu Deus. 

E nome de Jesus, Amém.

Um Forte Abraço! Nos laços do Calvário que nos une......A serviço do Rei, PR João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário