segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

SINAIS DA VOLTA DE CRISTO – VI

TEXTO BASE MT 24: 1 – 14 / LC 21: 25 - 38

INTRODUÇÃO

TEMA: SINAIS DA VOLTA DE CRISTO – VI


14. E este evangelho do reino será pregado no mundo inteiro, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.

1. O Que são Sinais?
Nos estudos proféticos sinal é tudo aquilo que serve de advertência e, que possibilita prever ou reconhecer a aproximação de um fato profético relevante. 

Resumindo, sinais são:

1. Acontecimentos que tem a missão de deixar a Igreja alerta sobre a proximidade do arrebatamento;

2. Uma prova de que Deus está no controle da história mundial;

3. Uma eloqüente manifestação do amor de Deus para com a humanidade.


2. Sinais na Área Política


sábado, 13 de janeiro de 2018

5 O ESTADO DOS JUSTOS FALECIDOS

TEXTO BAE EC 12: 7 / HB 12: 22 - 23

INTRODUÇÃO

TEMA: 5 O ESTADO DOS JUSTOS FALECIDOS


EC 12: 7 -  e o pó volte para a terra como o era, e o espírito volte a Deus que o deu.

HB 12: 22. Mas tendes chegado ao Monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, a miríades de anjos;

HB 12: 23. à universal assembléia e igreja dos primogênitos inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados;


5. O Estado dos Justos Falecidos

1. Estão com Deus – Ec 12:7; Hb 12: 22,23

2. Por ocasião da morte os crentes entram no Paraíso – II Co 12: 4; Lc 23: 42,43

3. Os justos estão vivos e conscientes – Mt 22: 32


OS SETE PRINCIPAIS CUIDADOS DO PREGADOR

OS SETE PRINCIPAIS CUIDADOS DO PREGADOR

Adicionar legenda

1. Deve ser cuidadoso com sua vida espiritual

2. Deve ser cuidadoso com seu caráter\

3. Deve ser cuidadoso com sua saúde

4. Deve ser cuidadoso com sua vida familiar

5. Deve ser cuidadoso com sua vida financeira

6. Deve ser cuidadoso com sua voz

7. Deve ser cuidadoso com sua atividade de pregador 


sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

3. O QUE É O ESTADO INTERMEDIÁRIO?

TEXTO BASE SL 18: 5 / II SM 22: 5 - 6

INTRODUÇÃO

TEMA: 3. O QUE É O ESTADO INTERMEDIÁRIO?



SL 18: 5 Cordas de Seol me cingiram, laços de morte me surpreenderam.

II SM 22: 5. As ondas da morte me cercaram, as torrentes de Belial me atemorizaram.

II SM 22: 6. Cordas do Seol me cingiram, laços de morte me envolveram.

1. É uma Habitação Espiritual Fixa e Temporal: o estado intermediário é um modo de existir entre a morte física e a ressurreição final do corpo sepultado. 

No Antigo Testamento é identificado como Sheol e no Novo Testamento como Hades. 

Os dois termos dizem respeito ao reino da morte (Sl 18:5; II Sm 22: 5,6). 

É um lugar espiritual em que as almas e espíritos dos mortos habitam fixamente até que seus corpos sejam ressuscitados, para a vida eterna ou para a perdição eterna.

2. É um Lugar de Consciência Ativa e Ação Racional: segundo Jesus descreveu esse lugar, o rico e Lázaro participam de uma conversa nesse lugar, estando apenas em lados diferentes (Lc 16:19-31). 

Para os salvos um lugar de comunhão com o Senhor (II Co 5: 6-9). 
Para os ímpios o lugar de tormento, não teria razão de ser, se não houvesse consciência naquele lugar. 

As atividades existentes no Sheol-Hades não implicam que os mortos possam sair daquele lugar,  mas que estão retidos até a ressurreição dos seus corpos para apresentarem-se perante o Senhor (Lc 16: 19-31; 23: 43; At 7: 59).


4. O Sheol-Hades Antes e Depois do Calvário