quarta-feira, 19 de setembro de 2012

O altar do sacerdócio familiar


TEXTO BASE 1° PED 2: 5 =9

INTRODUÇÃO 

TEMA: O ALTAR DO SACERDÓCIO FAMILIAR=I

De tempo em tempo o governo realiza em todo país um censo familiar, o qual revela dados importantes na área social e religiosa.
Se fossem incluídos nesses censos:
Os conflitos, a ruína, os desentendimentos, as separações, as destruições e até mesmo os assassinatos, ficaríamos estarrecidos com o resultado.
A pergunta é – Se Deus é o Criador da família, se a família é um projeto de Deus e Ele tem o melhor para ela, qual o motivo de tanta carência e ruína?
A resposta é: Que Os princípios estabelecidos por Deus para o bem estar da família tem sido negligenciados.

1° Um dos princípios de Deus para o bem estar da família é a prática do sacerdócio do lar.
2° O altar do sacerdócio familiar tem sido quebrado em muitos lares.
3°A aliança e o sacerdócio da família andam de mãos dadas e quando um é negligenciado o outro é abalado e quem sofre as conseqüências é a família. Deus em sua bondade e misericórdia esta convocando seus filhos para uma renovação da aliança e do sacerdócio, porque Ele quer abençoar a família e quer que ela seja abençoadora.



I. Entendendo o Sacerdócio

1. A palavra de ordem nessas mensagens que estamos ministrando é: Precisamos estar aliançados com Deus.
2. Na palavra de hoje diremos: devemos estar aliançados com Deus na prática do sacerdócio do lar.
3. Deus nos fala de um reino sacerdotal – Ex 19: 04 =06
4. Deus nos fala de um privilégio sacerdotal – Gn 47: 22
5. Deus nos fala de um excelência sacerdotal – Gn 14:18 e 19
6. El-Eliom (Deus Altíssimo)
7. Deus nos fala de um privilégio sem igual – I Pd 02: 09
8. Aqui o privilégio tem quatro aspectos:
a) Povo adquirido
b) Geração eleita
c) Nação santa
d) Sacerdócio real

II. Praticando o Sacerdócio Viver e praticar o sacerdócio real é um privilégio concedido aos santos em Cristo Jesus

1. O sacerdote hoje é aquele que:
a) Procura viver uma vida exemplar com Deus e por isso é uma benção em sua casa...
b) Ora e intercede por seus filhos...
c) Ministra a Palavra de Deus aos filhos partindo de seu exemplo – Dt 06: 05 =08
2. Os pais devem ter uma vida reta, de testemunho verdadeiro diante dos filhos para que possam falar com Paulo – “Sede meus imitadores...” I Co 11: 01, pois:
a) A integridade dos pais (e aqui entra também a sacerdotisa) traz felicidade para os filhos – Pv. 20: 07
b) O temor dos pais traz refúgio para os filhos – Pv 14: 26 3.
Os pais devem viver o sacerdócio e consagrar os filhos a Deus; Consagrar significa: Dedicar ao serviço do Senhor, tendo como exemplo a sua própria vida no altar de Deus.
a) A família tem que ser sacerdotal
b) Marido, mulher e filhos precisam praticar o sacerdócio do lar...
4. Se de um lado os pais devem ser exemplos para os filhos, esses por sua vez devem ser obedientes a Deus, aos pais, andando no santo caminho do Senhor...
a) O apóstolo Paulo ensina: “Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, por que isto é justo.
Honra a teu pai e a tua mãe que é o primeiro mandamento com promessa; Para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra.” Ef 06: 01-03
b) Os filhos devem seguir o exemplo de inúmeros filhos dos quais a Bíblia fala, que foram fiéis a Deus e a Sua Palavra, como: Davi, Daniel, Samuel, José, Timóteo, Tito e muitos outros que viveram no plano sacerdotal de Deus; assim devem os filhos assumir seu papel no sacerdócio do lar.
5. Os cônjuges tem um papel de relevância no sacerdócio;
O apóstolo René Terra Nova em seu livro “Minha Casa um Pedacinho do Céu”, faz as seguintes afirmações:
a) Deus chamou os cônjuges para que cuidassem um do outro e ambos cuidassem dos filhos.
b) O cônjuge é aquele que protege, pois esta ligado ao outro pelo vinculo do matrimônio.
O marido vai proteger a esposa, a esposa vai proteger o marido, ambos vão se proteger e proteger seu filhos, e o inimigo não entrará nesta casa.
c) A concordância do marido e da mulher é a chave que abre as portas dos céus...
d) Essa concordância faz com que as bênçãos do trono sejam desatadas mais rapidamente.
e) Quando marido e mulher, entram em concordância, a maldição é removida...
f) A falta de entendimento entre os cônjuges faz com que as bênçãos sejam retidas...
g) É necessário que o casal entre em concordância para que as maravilhas de Deus fluam mais rapidamente na família. O apóstolo René tem razão; sem esta concordância, não há como exercer o sacerdócio do lar.
III. Desfrutando as bênçãos do Sacerdócio
1) São inúmeras as passagens bíblicas que falam das bênçãos de Deus aos obedientes, aos que praticam o sacerdócio estabelecido por Deus
2) Vejamos algumas dessas passagens:
a) A maior de todas as bênçãos – I Pe 02: 10
b) A bênção da segurança e descanso – Pv 01: 33
c) A bênção da habitação dos justos – Pv 03: 33
d) A bênção da família bendita – Gn 12: 01 =02
e) A bênção da casa inabalável – Mt 07:25
f) A benção do sacerdócio temente a Deus – Sl 128: 01 =06
g) Como disse o apóstolo René: Quando a família é sacerdotal, as bênçãos são desatas.

Conclusão

1° Aliançados com Deus deve ser o nosso lema
2° Marido e mulher devem estar unidos no aliançamento com Deus...

A serviço do rei,  Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário