sábado, 13 de outubro de 2012

conhecidos pelo amor


TEXTO BASE I Co 13: 1 /Jo 13: 35

INTRODUÇÃO

TEMA: CONHECIDOS PELO AMOR=I


A história do Pr. Josué Yrion na Rússia tendo suas duas pernas quebradas por amor aos irmãos e a Cristo para não delatá-los.
A medida que amarmos, mais seremos conhecidos como pertencentes a Cristo pelo mundo e pelos irmãos.
Entender o amor como atividade e comportamento, e não apenas como sentimento ou motivação interior. I Jo 3.18, 19 “Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obras e em verdade. Nisto conheceremos que somos da verdade, e diante dele tranqüilizaremos o nosso coração.”





I - Quais as características do amor.
1) Longânimo (firmeza de ânimo), sofredor (1 Co 6.7): “...é já uma falta entre vós terdes causas uns contra os outros. Por que não sofreis antes, a injustiça? Por que não sofreis antes, o dano?”  ou paciente: virtude que consiste em passar dores e infortúnios. (passividade)
2) Benigno: não perigoso, nem maligno. (atividade)
3) Não é invejosa: desgosto ou pesar pelo bem ou felicidade de outrem.
4) Não se ufana (que se orgulha de algo); ou não se jacta (orgulhoso); ou não trata com leviandade (irresponsável);
5) Não se ensoberbece (orgulho excessivo, arrogância); o orgulho nos torna mais parecedos com satanás.
6) Não se porta com indecência (obsceno em palavras, atos ou maneira de ser), ou inconvenientemente (inoportuno, embaraço, mala);
7) Não procura seus próprios interesses;
8) Não se exaspera (encolerizar) ou não se irrita;
9) Não suspeita mal (desconfiança;
10) Não se alegra com a injustiça (que o próximo sofre); situação de pecado do mundo; mas regozija-se com a verdade;
11) Tudo sofre ou suporta 12) Tudo crê; 13) Tudo espera.
14) Que não ama está morto. I Jo 3.14: “Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama permanece na morte.”

II - Exemplo de Paulo em Rm 16

III - Exemplos de amor de Jesus

a) Os perdidos: Jesus chorou sobre Jerusalém
b) Os que sofrem: Jesus e a viúva de Naim (pobres, aflitos, sós)
c) Os irmãos: quando Pedro traiu a Jesus, Ele o amou com um olhar.
d) Os inimigos: o amor de Jesus por Judas:
1) lava-lhe os pés, junto com os demais discípulos; Jo 13
2) após o bocado molhado (que com isto estava dizendo: veja Judas, como eu te amo) disse: “faze-o depressa...”  “amai-vos uns aos outros como eu vos amei. Nisto conhecerão que sois meus discípulos”. Jo 13: 35
3) E no jardim quando recebe o beijo o chama de amigo.
Gl 5.15 Se vós, porém, vos mordeis e [devorais] uns aos outros, vede não vos consumais uns aos outros.
I Jo 3.15 “Todo o que odeia a seu irmão é homicida; e vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele”.
Amargura -> ira -> ódio -> homicídio -> inferno

IV - Sua durabilidade

a) Profecias desaparecerão, línguas cessarão, ciência passará, mas o amor é eterno. (Jr 31.3)
V - Como obter este amor
a) “...o amor de Deus é derramado em nossos corações pelo Espírito Santo, que nos foi dado.” Rm 5.5
b) Através de seu contínuo exercício. I Jo 3.16 “Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e nós devemos dar a vida pelos irmãos.”
I Jo 3.10 “Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do Diabo: quem não pratica a justiça não é de Deus, nem o que não ama a seu irmão.”
V - Quem amar .
e) A Jesus: “Pois estou pronto não só para ser preso, mas até para morrer em Jerusalém, pelo nome do Senhor Jesus.” At 21.13

VI - Por que devemos amar.

a) Porque este é o maior mandamento, e todos os outros se resumem neste.
b) Para não produzir apenas barulho. (v.1)
c) Para não sermos inúteis. Porque a espiritualidade, a sabedoria, e a fé são inoperantes sem o amor (v.2).  Mt 7.22,23: “Naquele dia muitos hão de dizer-me: Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome, e em teu nome não expelimos demonios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? ... apartai-vos de mim.”
d) Porque generosidade e sofrimento sem amor não passa de martírio egoísta. (v.3)
e) Sem amor faço tudo, menos promover o reino de Deus entre os homens.
f ) Nossa lei não é de conformidade com o mundo. Jesus disse: “estão no mundo mas não são do mundo” (Jo 17); “Mas não será assim entre vós; antes o maior, seja como o menor; e aquele que manda como o que serve.” (Lc 22: 26).
g) Porque é um fruto do Espírito

A ser viço do rei Pr. João Nunes machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário