quarta-feira, 3 de outubro de 2012

o arrebatamento da igreja


TEXTO BASE AP 20: 11 = 12

 INTRODUÇÃO

TEMA: O JUÍZO FINAL= I



O arrebatamento da igreja de maneira repentina – 1ª Ts. 4: 17
 “Depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.”

No céu estará acontecendo o julgamento dos salvos segundo o que cada um fez aqui na terra – Ap.11:18

“... chegou, porém, a tua ira, e o tempo determinado para serem julgados os mortos, para se dar galardão aos teus servos, os profetas, aos santos e aos que temem o teu nome, assim aos pequenos como aos grandes...”

E a Bodas do Cordeiro – Ap.19: 7




“Alegremo-nos, exultemos, e demos-lhe a glória, porque são chegadas às bodas do Cordeiro, cuja esposa a si mesma já se ataviou.”

Aqui na terra estará acontecendo a Grande Tribulação, que é o período a que se refere a 70ª semana de Daniel 9:26-27.

Nesse período acontecerá: Os julgamentos dos sete selos, Ap.6:1-= 8: 6;

Os julgamentos das sete trombetas, Ap.8:1-11:19;

Os julgamentos das sete taças, Ap.15:1-16:21; os 144.000 mil selados de Israel, Ap.7:1-8;

O grande dragão expulso do céu, Ap.12.7:17;

Sistemas falsos de religião da Besta e do Falso Profeta, Ap.13:11-15;

A mensagem do anjo sobre o julgamento, ap.14:6-13;

A vinda do anticristo, Ap.6:2; as duas testemunhas, Ap.11:1-12; a marca da Besta, Ap.13:1-18;

Depois desses acontecimentos que ocorrerão simultaneamente com a igreja que estará nos céus, acontecerá

 a 2ª vinda de Cristo com a sua igreja e aí acontecerá o ARMAGEDON, Ap.17-19;

O Senhor Jesus estabelecerá o Milênio, que será um período de paz e prosperidade no planeta terra, Ap.20:1-6;

Depois haverá a Batalha Final, quando Deus fará guerra ao Diabo e a todos os povos que se aliarem com

ele, Ap.20:7-9; e depois dessa batalha final, aí sim, virá o juízo final.

As escrituras especificam que o julgamento ocorrerá, conforme Jesus afirma nas Escrituras, Mt. 16: 27
 “Porque o Filho do homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos, e, então, retribuirá a cada um conforme as suas obras”

 INTERROGATIVA: Quais as características do Juízo Final?

TRANSITÓRIA: Abordaremos com vocês quatro situações que envolvem o juízo final:

I° JESUS CRISTO É O JUSTO JUIZ

1° Embora se fale em Deus como o juiz em Hb.12: 23
“e a igreja dos primogênitos arrolados nos céus, e a Deus, o Juiz de todos, aos espíritos dos justos aperfeiçoados”. Fica claro em outras referências, que Ele delega essa autoridade ao Filho.
Jesus mesmo disse,João 5: 22,27

“E o Pai a ninguém julga, mas ao Filho confiou todo o julgamento {...}
“E lhe deu autoridade para julgar, porque é o Filho do homem (título que mostra a soberania de Cristo sobre a humanidade)”.
2° O apóstolo Paulo escreveu em 2ª Co. 5:10
“Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo”

II° OS OBJETOS DO JULGAMENTO

1° Todos os homens serão julgados, Mt. 25: 32
“e todas as nações serão reunidas em sua presença, e ele separará uns dos outros, como o pastor separará dos cabritos as ovelhas.” Hb.9: 27
“E assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez e, depois disto, o juízo.”
2° Todos comparecerão perante o tribunal de Deus, Rm. 14:10
“Tu, porém, por que julgas a teu irmão? E tu, por que desprezas o teu?
Pois todos compareceremos perante o tribunal de Deus.”.
3° Todos os segredos serão revelados; tudo o que já ocorreu será julgado.
4° Até os anjos malignos serão julgados nessa ocasião, 2ª Pe.2: 4
“Ora, se Deus não poupou a anjos quando pecaram, antes, precipitando-os no inferno, os entregou a abismos de trevas, reservando-os para juízo.”.

III° AS BASES DO JULGAMENTO

1° O comparecimento perante o tribunal é “para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo” 2ª Co. 5:10
2° Jesus afirma na sua Palavra: “os que tiverem feito o bem {sairão} para a ressurreição da vida; e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo” João 5:29.
3° O padrão segundo o qual serão avaliados é à vontade revelada de Deus.
Jesus disse:
“Quem me rejeita e não recebe as minhas palavras tem quem o julgue; a própria palavra que tenho proferido, essa o julgará no último dia.” João 12: 48;
4° Mesmo os que não ouvirem explicitamente a Palavra de Deus serão julgados:
“Assim, pois, todos os que pecaram sem lei também sem lei perecerão; e todos os que com lei pecaram mediante a lei serão julgados” Rm. 2:12.
Até mesmo aqueles que não consigamos alcançar pela pregação do evangelho, existe a revelação natural de Deus, tanto pela natureza como pela consciência, Sl. 19:1-4; Rm.1:19,20
“porquanto o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles, porque Deus lhes manifestou.
Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas.

Tais homens são por isso indesculpáveis.”; Rm. 2:14-16
 “Quando, pois, os gentios que não têm lei, procedem por natureza de conformidade com a lei, não tendo lei, servem eles de lei para si mesmos.
Estes mostram a norma da lei gravada nos seus corações, testemunhando-lhes também a consciência e acusando-se ou defendendo-se; no dia em que Deus, por meio de Cristo Jesus, julgar os segredos dos homens, de conformidade com o meu evangelho.”.
7° Haverá os livros, cf. v.12 “... Então se abriram os livros.”.
O livro das obras – Ap.20:12
O livro da vida – Ap.20:15

IV° O JULGAMENTO É IRREVERSÍVEL

1° Uma vez concluído o julgamento, ele é permanente e irrevogável.
Os justos e os ímpios serão enviados para as suas respectivas habitações definitivas.
Não existem indícios na Bíblia que o veredicto pode ser mudado. Vejamos Mt. 25: 46
“Irão estes para o castigo eterno, porém os justos para a vida eterna.”
2° Quem serão estes que irão para o castigo eterno? Vejamos o que diz a Palavra de Deus: 1ª Co. 6: 9-10
 “Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus?
“Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem maldizentes, nem bêbados, nem roubadores herdarão o reino de Deus.”
Vejamos também Ap. 21: 8 “Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte.”
3° Quem serão aqueles que herdarão a vida eterna?
Os que tiverem seus nomes escritos no LIVRO DA VIDA, aquele que foi fiel até o fim, o vencedor.

CONCLUSÃO

A história da humanidade chegará a uma consumação final.
Sob a direção de Deus, os seus propósitos serão alcançados;
Devemos estar vigilantes e trabalhar na expectativa da vinda do Senhor;
Nosso corpo terreno será transformado.
As imperfeições que hoje temos, desaparecerão; nosso corpo eterno não sofrerá dor, enfermidades nem morte;

A justiça divina será completamente realizada.
O mal será punido, enquanto a fé e a fidelidade serão premiadas;
Vivamos, pois, de acordo com a vontade de Deus.
A ser viço do rei Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário