sábado, 13 de outubro de 2012

oração do pai nosso


TEXTO BASE Mt 6: 9 =15

INTRODUÇÃO

TEMA ORAÇÃO DO PAI NOSSO=I)


É oração para ser vivida e não só repetida.
É impossível repetir o Pai Nosso diariamente sem cair em formalismo ou atribuir uma superstição à esta oração.
É composto por sete pedidos: os 3 primeiros são pelas coisas de Deus, os 4 últimos para nós mesmos.





I - Pai nosso que estás nos céus
a) Pai do aramaico ABBA = paizinho - nada é tão íntimo e pessoal do se aproximar de Deus e dizer “paizinho”. Gl 4.6. Este termo não era usado pelos judeus. Jesus quebrou esta tabú, devemos quebrar este costume hoje em dia.
Hoje em dia tudo é resumido e rápido, menos a comunhão com Deus.
b) nosso. Ef 3.15
c) noS céuS - em todos os lugares (céu atmosférico, céu galaxial e céu divino)

II - Santificado seja o Teu nome

a)Cuidar com a reputação do nome de Deus, da igreja e do evangelho. 1Pe 2.12
b)Escandalos. Mt 18.6,7

III - Venha o teu reino

a) Nos corações e no mundo

IV - Faça-se a Tua vontade – o equilíbrio entre trabalho e oração

a)Até Jesus se submeteu inteiramente. Fp 2.6,7; Is 53.10 com Mt 26.39,42; Tg 4.15,16 (é arrogante quem age fora da vontade do Sr. - Saul)
b)Não são meras palavras proferidas em oração, são realidades constantes de inteira submissão. (Paulo - quando sou fraco (dependete) então sou forte).
c)Muitos entre o povo de Deus não querem assumir a responsabilidade de ouvir à vontade de Deus. “Quero e tua vontade seja a minha de tal forma que a minha vontade seja a tua.”
Sua vontade é:
a)O estabelecimento de seu reino. Mt 13.31,32
b)Sua vontade é remover o velho pano e o velho odre, para dar lugar ao novo pano e ao novo odre, porque não suportam a alegria da nova realidade. Lc 5.36-38
•Sua vontade é fazer com que o que é velho fique novo. II Co 5.17
•Esquecer as coisas velhas. Ap 21.1, substituindo por novos pensamentos.
•Criar um novo povo. Ef 2.14, 15
•Criar homens novos. Ef 4.24; Cl 3.10; não espiritualmente velhos.
•Possuir um espírito e coração novo, Ez 18.31, melhor que o velho.
•Viver a realidade de um novo mandamento. Jo 13.34
•Um novo nome, Ap 2.17, e não um grande nome.
•Viajar para um lugar onde tudo é novo. Ap 21.5
•Um novo nascimento, para esquecer as coisas terrenas. Jo 3.3
•Ministrar coisas novas aos homens. II Co 3.6
•Um caminho novo. Hb 10.20
•Em função de um novo mediador e não de um profeta dono do povo. Hb 12.24
•Uma nova lei e não legalismo religioso. I Jo 2.7,8
•Embalados por uma nova esperança e não por caprichos medíocres. II Pe 3.13
•Sempre tem novidade para oferecer ao senhor. Sl 40.3
•Devem buscar uma nova cidade e não um gueto religioso. Ap 21.1
•Novas línguas. Mc 16.17
•Um novo pacto, Lc 22.20,
c)Um culto permante. Ap 21.22
d)Combater injustiças sociais. Ap 21.4,16

V - Assim na terra como (é feita) no céu. Cl 3.1,2

VI – O pão nosso de cada dia dá-nos hoje – nossas necessidades diárias materiais, afetivas, espirituais. “Lançando sobre ele todas as...

Hoje – o maná era recolhido diariamente, caso contrário apodrecia

VII – Perdoa-nos as nossas dívidas

VIII – Assim como nós temos (passado) perdoado aos nossos devedores. Mc 11.25,26; Mt 19.21-35

IX – Não nos deixes cair em tentação -> incitamento ao pecado (mentir, murmurar, furtar, adulterar,
glutonaria, bebedice, vícios) – É a perda total das forças e sem defesa entregue a satanás.
Parece que Deus nos abandona.
1)Tentações humanas -> I Jo2.15,16  -  o diabo tem sido acusado disto para disfarçar a preguiça de uma vida de santificação
a)Concupiscência = ansiar, anelar, desejar ardentemente
b)Da Carne – apetites sensuais
c)Dos olhos – exterioridades, cobiças [bens (II Tm 6.9), posições (Lc 22.26), mulheres (Mt 5.28)]
d)Soberba da Vida = pretensão, arrogância, jactância
e)Tg 1.14,15
f)Jesus também foi tentado? Lc 4.13: a libertação por anjos no Getsêmani  em Mt 26.53 e o chamado para descer da cruz. Lc 23.35; sua aclamação como rei; sua entrada triunfal para ser rei
2)Tentações diabólicas - Tg 4.7
a)1º a sujeição a Deus, depois a resistência ao diabo.
b)O Caso da rendição ao diabo do 1º casal e a submissão de Cristo ao Pai para vencer o diabo.
c)Tentação de Jesus: “SE tu és” - pedra em pães: eliminiar as injustiças; o pináculo do templo: pena para a blasfêmia de achar-se Deus; os reinos do mundo se adorasse a satanás: poderio e gloria.
d)Outras? - O apelo de Pedro em Mc 8.31;
3)Como vencê-las
a)Saber utilizar a Palavra. Ef 6.17
b)Vigilância e oração. Mt 26.41; Lc 22.40 – porque na tentação não existem forças para orar.
c) Através da disciplina pessoal. I Co 9.25,27
d) Buscando a santificação. Hb 12.14
e) Ocupando a mente com coisas boas. Fp 4.8
f) Fugindo. I Co 6.18

X – Mas livra-nos do mal.

a) Ninguém é isento dos maus propósitos de Satanás. Lc 11.26
foi liberto de poderes demoníacos porém não renuncia completamente ao pecado, dá liberdade ao mal.

XI – [pois teu é o reino, o poder e a gloria para sempre. Amém].

A ser viço do rei Pr. João Nunes machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário