terça-feira, 2 de outubro de 2012

poderosos, mas não todos poderosos


TEXTO BASE 1° JO 4: 4

INTRODUÇÃO 

TEMA: PODEROSOS, MAS NÃO TODO-PODEROSOS:= II

I Jo 4: 4 “Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido; porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo.
“Os anjos maus são poderosos, mas não todo-poderosos.”

"Maior é aquele que está em vós do que aquele que está no mundo. " (I Jo 4: 4).

Nem toda a força de Satanás, somada às forças de suas hostes, pode igualar-se à força espiritual que Deus põe à disposição de seus filhos.

Diante do pavor de Geazi por causa do grande número de soldados do exército sírio que cercava Samaria, respondeu o profeta Elizeu: "... mais são os que estão conosco do que estão com eles." (II Re 6: 16)

Efésios 1: lemos que Deus ressuscitou a Jesus Cristo e o fez "sentar á direita nos lugares celestiais, acima de todo principado, e potestades, e poder, e domínio, e de todo nome que se possa referir, não só no presente século, mas também no vindouro e por todas as coisas debaixo dos seus pés... " ( EF 1: 20 = 22 ).

Lemos ainda em Efésios 2: 6,7: "... E juntamente com Ele nos ressuscitou e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus; para mostrar nos séculos vindouros a suprema riqueza da sua graça em bondade para conosco, em Cristo Jesus ".

Agora, compare estas duas passagens com Efésios 6: 12,

E veja que, se Cristo tem os principados, potestades e demais anjos maus sob seus pés, e se a Igreja está assentada com Cristo, e se fazemos parte da Igreja de Cristo, conclui-se que temos todas as forças do mal sob nossos pés.

Não por aquilo que somos em nós mesmos, mas pela posição que temos em Cristo.




III° EXÉRCITO DE DEUS: IS 6: 3

Os anjos que mantiveram sua integridade pessoal e lealdade a Deus, foram confirmados em santidade; sua obediência se tornou habitual e sua bondade se tornou qualidade de seu caráter.

Por isso a Bíblia os chama de "santos anjos".

Sua santidade, à semelhança da santidade de Deus, não é apenas uma insemção de toda impureza moral, mas, antes, o conjunto de todas as excelências morais.

Essas excelências, infinitas que são no caráter de Deus, são finitas no caráter dos anjos, visto que estes são simples criaturas.

Eles, contudo, são exatamente aquilo que Deus quer que sejam.

Brilham sua imagem moral e refletem sua glória. Por isso exclamam com reverente respeito:

"Santo, santo, santo é o Senhor dos Exércitos; toda terra está cheia da sua glória" (Is 6: 3).

Possuem um senso de apreciação da santidade do Altíssimo, e sentem por essa santidade intensa admiração, pois são seres santos.

A Bíblia fala numa vasta hoste de anjos bons ( I Rs 22:19; Sl 68:17; 148: 2; Dn 7: 9,10; Ap 5:11 ),

Embora os nomes de apenas dois sejam registrados nas Escrituras:

Miguel (Dn 12: 1; Jd 9; Ap12: 7) e Gabriel (Dn 9: 21; Ic1:19,26 ).

Segundo parece, os anjos estão divididos em diferentes categorias:

Miguel é chamado de arcanjo (lit.: "anjo principal", Jd 9; 1° Ts 4: 16 );

Há serafins (Is 6: 2),

Querubins (Ez 10:1-3),

Anjos com autoridade e domínio (Ef 3- 10; Cl 1:16)

E as miríades de espíritos ministradores angelicais (Hb 1: 13,14; Ap 5:11) Nota - Miguel é o nome do arcanjo.

Foi ele o defensor de Judá (Dn 10:13-21; 12:1).

Contendeu com o diabo a respeito do corpo de Moisés (Jd 9).

Luta com Satanás em favor da Igreja (Ap 12:7).

Estará com Cristo quando Ele vier, e sua voz ressucitará os mortos (1° Ts 4: 16 ).

Gabriel ( lit. "Poderoso de Deus"ou "Deus mostrou-se poderoso" )

É um dos mais destacados anjos e aparece a Daniel (Dn 8: 16; 9: 21),

A Zacarias (Lc 1:19) e a virgem Maria (Lc 1: 26 ).

É um dos príncipes angélicos. Como seres espirituais, os anjos bons louvam a Deus (Hb 1:6: Ap 5:11; 7:11),

Cumprem a sua vontade (Nm 22: 22; Sl 103:20 ),

Vêem a sua face (Mt 18: 10),

Estão em submissão a Cristo (1ª Pe 3: 22),

São superiores aos seres humanos (Hb 2: 6,7) e habitam no céu ( Mc 13: 32; Gl 1: 8 ).

Não se casam (Mt 22: 30 ),

Nunca morrerão (Lc 20: 34 = 36)

E não devem ser adotados (Cl 2: l8; Ap 19: 9,10).

Podem aparecer em forma humana, geralmente como moços, sem asas cf. (Gn 18: 2,16; 19: 1; Hb 13: 2).

Nota - Em Atos 16: 9b, Paulo está incerto para onde ir, e , à noite, tem uma visão, na qual um varão macedônio se apresenta a ele e lhe diz:

"...Passa à Macedônia, e ajuda-nos."

Muitos teólogos acreditam que essa visão de Paulo foi de um anjo.

Isto porque, chegando á Filipos - cidade da Macedônia - uma mulher chamada Lídia se converte (At 16: 14 ),

Uma jovem possessa de espíritos de adivinhação é liberta (At 16: 16-18 ),

O carcereiro da prisão onde ficaram presos, Paulo e Silas se converte (At 16: 29,30 ),

Uma igreja é estabelecida (At 17: 4), e , em virtude de todas essas coisas, o ministério de Paulo toma um novo rumo, devido ao atendimento do pedido feito para ir á Macedônia.

Os anjos executam numerosa atividades na terra,, cumprindo ordens de Deus.

Desempenhando uma elevada missão ao revelarem a lei de Deus a Moisés (At 7: 38: Gl 3:19, Hb 2: 2)

Seus deveres relacionam-se principalmente com a obra redentora de Cristo (Mt 1: 20 = 24; 2:13 / 28: 2; Lc 1: 2 / At 1:10 /Ap 14: 6,7).

Regozijam-se por um só pecador que se arrepende (Lc 15:10 );

Servem em prol do povo de Deus (Dn 3: 25; 6: 22; Mt 18:10; Hb 1:14);

Observam o comportamento da congregação dos cristãos (I Co 11:10; Ef 3:10; ITm 5: 21);

São portadores de mensagens de Deus (Zc 1: 14 = 17; At 10: 1 = 8; 27: 23,24 );

Trazem respostas as orações (Dn 7: 15,16);

Ás vezes, ajudam a interpretar sonhos e visões proféticos (Dn 7: 15,16 );

Fortalecem o povo de Deus nas provações (Mt 4:11; Lc 22: 43 );

Protegem os santos que temem a Deus e se afastam do mal (Sl 34:7; 91:11; Dn 6: 22; At 12: 7-10 );

Castigam os inimigos de Deus (II Rs 19: 35; At 12: 23; Ap 14: 17 );

Lutam contra as forças demoníacas (Ap 12: 7 = 9; Jd 9 );

Conduzem os salvos ao céu (Lc 16: 22);

Atuam como pré-evangelizadores,"preparadores de terreno" espirituais, tal como é narrado em Atos 10: 3,4,

Quando Cornélio tem o coração preparado para receber a palavra que Pedro lhe traria, através de urna ação pré-evangelizadora de um anjo.

São algozes dos prepotentes (At 12: 21-23 );

Intercessores de campos missionários (At 8: 26; At 8:4-8; At 16: 9b);

Durante os eventos dos tempos do fim, a guerra se intensificará entre Miguel, com os anjos bons, e Satanás, com suas hostes demoníacas (Ap 12:7-9).

Anjos acompanharão a Cristo quando Ele voltar (Mt 24: 30,31)

E estarão presentes no julgamento da raça humana (Lc 12: 8,9 ).


A Ser viço do rei Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário