quarta-feira, 14 de novembro de 2012

amigos são imprescindíveis


TEXTO BASE MC 2: 1 = 12

INTRODUÇÃO

TEMA: AMIGOS SÃO IMPRESCINDÍVEIS=I

Quando Deus criou a família, não foi para que ela fosse uma comunidade de estranhos, mas uma casa de amigos.
A igreja não existe para ser uma comunidade de pessoas desconectadas e indiferentes, a igreja existe para ser um lugar de amigos.

I) AMIGOS NÃO SÃO OPCIONAIS, SÃO NECESSÁRIOS.
1ª Deus criou o homem para viver em família, em grupo, ser amigo... A natureza do homem é gregária.
Não é bom que o homem esteja só (Gn. 2.18).
2.Em (Ec. 4.9) diz: "É melhor serem dois do que um..."
3ª Deus é a comunhão de três amigos íntimos: Pai, Filho e Espírito Santo.
4ª Algumas coisas e alguns lugares só alcançamos se tivermos amigos.
5ª "Amigos são como árvores frondosas, que oferecem sombra em tempos difíceis. Porém, só os tem que planta". (Charles Swindol)




6.Quem nunca planta a semente da amizade, não terá amigo quando for preciso. A Bíblia diz em (Pv. 17.17)
 "Em todo tempo ama o amigo e para a hora da angústia nasce o irmão".
7. O próprio Jesus não abriu mão de ter amigos. Tinha muitos amigos e alguns eram próximos.
Os 12 discípulos, dentre estes os mais próximos eram Pedro, Tiago e João e o mais íntimo desses foi João, que reclinava sua cabeça no seu peito.

Um dia Jesus disse: "Lázaro, nosso amigo dorme, vou despertá-lo..." (Jo. 11.11)
8. Plante a semente da amizade e amanhã você terá autênticos amigos. Uma planta não cresce se não receber os elementos necessários para a vida. Toda planta precisa de solo, ar, água, luz e um lugar seguro.
Pensar em semente é pensar em um investimento a longo prazo. Não se faz um amigo do dia para noite.
9.Cultivando - Um abraço, uma atitude solidária, parando para ouvir, dando um conselho, compreendendo quando ninguém o compreende, compartilhando sonhos e projetos, chorando junto, sorrindo com... aceitando as diferenças e nunca pré-julgando. Assim se cultiva e se faz a árvore crescer.

II) QUATRO AUTÊNTICOS AMIGOS
O paralítico que era transportado na cidade de Cafarnaum tinha pelo menos quatro amigos. Quais são as marcas dos autênticos amigos:
1. Amigos autênticos acreditam na possibilidade de mudança (Mc. 2: 3).
(1) Não adianta ter amigos que não acreditam na possibilidade de um milagre em nossa vida.
(2) Não basta ter amigos ao lado, apenas distraindo-nos de nossa angústia, apesar de que isso não seja ruim.

(3) os amigos do paralítico eram "parteiros". Eles acreditaram que a vida daquele homem podia ser mudada, que coisas novas poderiam ver à luz em sua vida.
Eles acreditaram que Jesus Cristo podia mesmo fazer o milagre. Eles ajudaram trazer a luz o milagre na vida do amigo.
Muitas pessoas são como "coveiros" na vida dos outros.
Têm prazer em matar as esperanças, os sonhos, os projetos, os ideais etc.
É muito difícil viver com alguém que nunca acredita nas nossas potencialidades, que são eternos "coveiros" das nossas idéias, dos nossos sonhos, possibilidades... Esses amigos são maridos, filhos, pais, esposas, dizendo:

"Você não pode. Você não vai conseguir... Nem adianta tentar!".

2. Amigos autênticos sempre estão dispostos a nos carregar quando necessário.

(1)  Há momentos na vida que precisamos ser carregados, senão morremos a beira do caminho.
(2)  As pessoas sabem que podem contar com você para carregá-las?
(3)  Você é dos tais "parteiros" que todo mundo gosta de ter por perto?
Aquele sujeito que gosta de estar sempre incentivando:
 "Vamos lá! É isso aí. Nós vamos conseguir! Deus não decepciona os que o buscam com fé!"?
3. Amigos autênticos não param de caminhar conosco mesmo quando surgem obstáculos.
(1) Há pessoas que se dispõem a ir com a gente até um determinado ponto.

Mas quando chegam e se deparam com a real situação, e se dão conta de que para ajudar mesmo, vão ter que dispor dos seus dons, da sua capacidade, do seu trabalho e do seu sacrifício, param.

(2) Superam obstáculos para ver a vitória do amigo.
(3) Bem aventurados os que têm amigos assim.
4. Amigos autênticos abrem portas onde há obstáculos.
(1) Sacrificam seus dons, talentos, recursos etc.
(2) Amigos não sonegam seus dons ao socorrer aquele que precisa.
(3) Solidariedade é a marca dos grandes amigos.
(4) Ao ver Jesus perdoando o rapaz, muitos ficaram zangados (Mc. 2:  5,6)... Muita gente fica brava quando há perdão. Há uma grande disposição nos seres humanos de condenar, de acusar, de exterminar e de matar.

Há quem ache que o perdão sempre é demais.
E Jesus o perdoou... Porque é assim... (Mt. 18: 21,22)
(5) Às vezes a luta do nosso amigo só vai ser vencida se ele for perdoado.
E o perdão cura! Há alguém a quem você precisa pedir perdão? Então, apresse-se em pedi-lo para que você possa andar de novo.
Jesus pega nossa maior fraqueza e a transforma no nosso maior troféu...
A cama era a marca da derrota daquele homem. Quem é o sujeito? É aquele que não sai da cama.
Ele não tem alternativas, só pode ficar sobre a cama, e agora, depois do encontro com Jesus, quem é o sujeito?

É aquele que carrega a sua cama! Antes, ele era carregado sobre ela, agora ele é quem a carrega porque Jesus Cristo age assim. Ele pega sua maior fraqueza e a transforma no seu maior troféu.
5.Quatro verdades sobre amigos autênticos
(1) Amigos não são opcionais; eles são necessários.
Não existe substituto para um amigo - alguém que se importe, ouça, sinta, console e, sim, que se necessário repreenda.

(2) Os amigos não são automáticos, precisam ser cultivados. (Pv. 18: 24)
 "O homem de muitos amigos deve mostrar-se amigável, mas há um amigo mais chegado do que um irmão".
(3) Os amigos não são neutros; eles causam impacto em nossa vida (1ª Co. 15: 33).
(4) As amizades têm diversos níveis, algumas delas desempenham papéis mais significativos em nossas vidas do que outras:
1° Temos conhecidos;
2° Temos amigos casuais;
3° Temos vários amigos chegados e
4° Poucos amigos íntimos...

III) DEZ PRINCÍPIOS PARA FAZER E MANTER AMIGOS:
1. Não seja egoísta. "Se o seu foco reside naquilo que você pode acrescentar às pessoas em vez do que pode obter delas, elas o amarão e respeitarão - o que cria uma grande base para a construção de relacionamentos".
2.Não seja precipitado em fazer julgamentos.
3. Aprenda se colocar no lugar do outro, antes de reagir ou responder.
4.Vença o preconceito.
5.Respeite as diferenças.
6.Saiba perdoar (Mt. 21: 22).
7.Aprenda a doar-se (2° Co. 8: 9).
8.Ame incondicionalmente (Rm. 12: 20, 12).
9.Seja um promotor da paz (Mt. 5: 9).
10. Seja amigo e terás amigo.

A ser viço do rei Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário