sexta-feira, 26 de abril de 2013

o principio das primicias


TEXTO: Pv. 3: 8 = 9

INTRODUÇÃO

TEMA: O Princípio das Primícias

Um dos princípios fundamentais na Palavra de Deus e na vida cristã é o de que o primeiro é de Deus.

O Senhor jamais aceitará ser o segundo em sua vida. Ele não divide Sua glória com ninguém, uma vez que só o Senhor é Deus.

Como substantivo primeiro significa a primeira pessoa.

Como adjetivo a palavra significa o número um dentro de uma série, no início do tempo, acima em importância, escalão fundamental e básico.




Fundamental é aquilo que é colocado primeiro, o alicerce.

Ser o primeiro não significa ser uma peça isolada, mas significa aquilo que serve de base para todos os demais.

Este princípio pode ser observado na construção de um prédio.

O alicerce vem primeiro e tudo depende dele.

A Bíblia mostra em vários momentos que o princípio das primícias é a vontade de Deus para nós.

Ele é o primeiro e deseja que lhe ofereçamos sempre as primícias.

Cada vez que você coloca algo em sua vida em primeiro lugar que não é o Senhor, você o tira do trono em sua vida. Quando você se levanta pela manhã quem é o primeiro que você fala?

Quando você recebe seu salário quem é que você coloca em primeiro lugar?

É Deus ou tem outro que é o primeiro? Quem é o mais importante?

Essa que é a grande questão em nossas vidas.

I° O EXEMPLO DE ADÃO E EVA (Tg. 1: 13): 

Alguns erroneamente pensam que a árvore colocada por Deus no jardim do Éden era tentadora, mas isso não é verdade.

A árvore do conhecimento não era para o homem, Deus a havia separado para si.

Quando Deus separou algo exclusivamente para si ele estava mostrando ao homem que ele é o Senhor.

Deus deu ao homem poder e autoridade para sujeitar, mas havia algo que estava acima de sua autoridade.

Eles deveriam ser lembrados pela proibição que eles eram comandados por Deus.

Quando comeram do fruto eles tomaram algo que era de Deus e o resultado foi à morte.

Ao tomar algo que é de Deus exclusivamente nos fazemos iguais a Ele, o que é pecado.

Somente Deus é o primeiro e quando tomamos o primeiro estamos tentado tomar o lugar de Deus.

Existem coisas que pertencem exclusivamente a Deus e quando você pega aquilo que é Dele você entra debaixo de maldição.

E uma dessas coisas é o dizimo (Ml. 3: 8 =10).

Outra é o domingo.
Mudaram o sábado para o domingo cinco da manhã e celebravam a ceia todos os domingos, porque domingo é o primeiro.

A tentação é grande para pegar as coisas de Deus!

II° O EXEMPLO DE ABRAÃO E ISAQUE (Gn. 22: 2 = 12): 

Houve um momento em que Deus precisou comprovar o lugar que possuía na vida de Abraão.

Ele queria provar se ocupava de fato a posição de primeiro na vida daquele homem.

O Senhor disse que Isaque era o único filho de Abraão o que significa que Ismael não foi contado.

Sendo o único ele era também o primeiro e sabemos que todo o primeiro pertence a Deus.

 Deus poderia exigir o primeiro de Abraão e quando ele resolveu dá-lo sua fé foi comprovada.

Dar o Isaque não significa, portanto, dar o melhor ou o sacrifical, mas significa dar o primeiro.

Só é Isaque se eu der o primeiro.

III° O EXEMPLO DOS PRIMOGÊNITOS NO EGITO (Ex. 4: 22, 23 / 34: 26): 

Deus havia dito a Faraó para deixar sair o seu primogênito.

Nós sabemos que o primeiro pertence a Deus, por isso o Senhor podia julgar o Egito por usurpar o seu primogênito. Faraó não acatou a ordenança de Deus e por isso Ele começou a enviar as pragas que se tornaram progressivamente mais severas.

A história das pragas não é uma analogia que as pessoas gostem de aplicar às suas vidas.

Contudo, como os egípcios, existem sempre aqueles que acham que não há nada a ser mudado em suas vidas porque não conseguem ver a chegada do julgamento.

A lição das pragas é esta: se não colocarmos Deus em primeiro, isso não o impedirá de ser o primeiro.

IV° O EXEMPLO DE ACÃ (Js. 6: 18 = 19/ 7: 16 = 19): 

A primeira cidade a ser conquistada em Canaã foi Jericó.

O Senhor disse que todo ouro e toda prata daquela cidade seria dele, porque era a primeira Tudo o que é primeiro é de Deus.

Veja a conseqüência de Acã ter tomado algo que era de Deus.

Veja que a partir da segunda cidade os despojos poderiam ser divididos entre o povo.

Porque ele foi amaldiçoado? Porque pegou algo da casa do Senhor.

Aquilo era santo e consagrado e nenhum homem poderia pegar.

Jericó era a primeira cidade a ser conquistada e como primícias pertencia a Deus.

V° O EXEMPLO DE ABEL E CAIM (Gn. 4: 3 = 5):

Veja que a oferta de Abel foi das primícias do rebanho, mas a oferta de Caim não foi das primícias da sua colheita. Este é um dos motivos que a oferta de Abel foi aceita e a de Caim rejeitada.

Deus somente aceita o primeiro e somente quando ele é colocado em primeiro lugar.

A oferta de Caim não procedeu de fé, pois ele trouxe ao Senhor algo depois de algum tempo, ou seja, depois de ajuntar alguma colheita.

Mas Abel trouxe as primícias, ou seja, ele não esperou ter mais para ofertar ao Senhor.

Ele deu o primeiro antes do segundo vir.

Que assim como fizeram estes grandes homens, você possa fazer, dando o seu melhor, as primícias e confiar na provisão do Senhor!

A ser viço do rei  Pr João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário