sexta-feira, 21 de junho de 2013

buacando deus enquanto pode-se achar

TEXTO BASE PROVÉRBIOS 8: 17=18

INTRODUÇÃO

TEMA: BUSCAR A DEUS ENQUANTO SE ACHA

17° Eu amo aos que me amam, e os que diligentemente me buscam me acharão.
18° Riquezas e honra estão comigo; sim, riquezas duráveis e justiça.
Este é um dos principais versículos da Palavra de Deus. É uma verdadeira pérola.
Em que pese algumas divergências de versões bíblicas, como por exemplo, a versão de João Ferreira de Almeida é a única que fala em buscar a Deus de madrugada.
A maioria das versões omite a expressão de madrugada.
A versão King James fala em buscar a Deus cedo. Em todas as versões há o consenso sobre buscar a Deus.




Cedo ou madrugada, podem não se referir exatamente a hora noturna, mas a prioridade que deve ter a busca de Deus. A expressão do versículo contém promessas de Deus para nós, garantidas pelo próprio Senhor, quando fala na primeira pessoa.
No texto, Deus nos dá dois excelentes conselhos, dois mandamentos com promessas.
Quais são estes dois conselhos?

I° Amar a Deus. Deus diz claramente “eu amo os que me amam”. 
Esta expressão parece estar em oposição ao amor de Deus, que é incondicional.
O Apóstolo Paulo diz que Deus nos amou primeiro, antes que o amássemos, quando éramos ainda pecadores.
Sabemos que o amor de Deus é sacrificial e independe do nosso mérito.
Dessa forma, o texto não está se referindo à essência do amor de Deus, mas a correspondência do amor de Deus, quando o amamos.
O amor incondicional de Deus o levou a se oferecer por todos, mas o nosso amor para com Ele, o leva a se manifestar diretamente a cada um de nós.
Jesus afirmou em João 14: 21 “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, este é o que me ama; e aquele que me ama, será amado de meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele”.
A manifestação de Deus na nossa vida, é a garantia de benção em todas as áreas.
O nosso amor passa a ser recompensado por Deus de uma forma especial.
Esta recompensa excede o direito de filho.
É uma recompensa do filho que dá prazer.

II. Buscar a Deus. 
Deus nos dá a garantia de que se o buscarmos o acharemos. Tiago afirma (4: 8)>
“chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós”.
A busca com sucesso, é a busca diligente, a busca que se faz cedo, de madrugada, é a busca valorizada.
A garantia de que encontraremos a Deus está em Jeremias 29: 13-14 >
“E buscar-se eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração. E serei achado de vós”.
A busca tem que ser com o coração. Se buscarmos a Deus fisicamente, na carne, Ele vai se esconder de nós.
A nossa busca é espiritual, através do coração.
Se referindo aos gentios, Deus diz que foi achado pelos que não o buscavam.
Os judeus é que buscavam a Deus e não o encontraram e porque não o encontraram?
Porque não foi uma busca através do coração, mas dos rituais. Já os gentios, inicialmente não buscavam a Deus, mas abriram o coração para Deus e foram aceitos por Ele.

CONCLUSÃO
No versículo 18 Deus diz que riquezas duráveis e honra, estão com Ele, bem como a justiça.
É como se Deus estivesse dizendo: “ me ama e me busca meu filho, porque tudo o que você precisa está nas minhas mãos” O entendimento é que o amor para com Deus é recompensado com amor e que a busca é recompensada pela sua presença e que além disso, Deus nos acrescenta, riquezas duráveis e honra e justiça.
Deus afirma em 1° Samuel 2: 30: “Os que me honram, honrarei, porém os que me desprezam serão desmerecidos”.
Ninguém vence Deus no dar. Se o amarmos Ele nos amará muito mais.
Se o buscarmos com diligência e temor, buscando o seu Reino e sua Justiça, tudo o que está em suas mãos, será entregue a nós.
A ser-viço do rei Pr. João Nunes Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário