sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Saindo das garras de satanás pelo poder libertador de Jesus

Texto Base Lc. 8: 26-35

Introdução

Tema: Saindo das garras de satanás pelo poder libertador de Jesus

Jesus atravessou o mar da Galiléia para ir ao encontro de um homem que vivia possesso e sob o domínio de Satanás.

Este homem vivia num sepulcro como se fosse um morto vivo, mas Jesus o libertou de sua possessão demoníaca e de toda influência satânica restaurando-o totalmente.

I- SITUAÇÃO DO HOMEM Lc 8: 27


1- Escravizado pelo diabo vivia possesso de demônios. v.27
2- Atormentado. Vivia como um louco. Mt 8:28.
3- Derrotado. Morava com os mortos.
4- Você acredita que o diabo pode possuir uma pessoa?.

II- O DIABO TINHA MUDADO O COMPORTAMENTO DO HOMEM - O diabo levava o homem a afastar-se de Jesus. 8: 28
1- Quebrava cadeias e grilhões, nada podia detê-lo. 8: 29
2- Eram muitos Legião (6.000 demônios).
3- A personalidade, a vontade e as atitudes daquele homem eram dirigidas por demônios.
4- Você tem certeza de que sua vida é totalmente dirigida por Deus?

III-JESUS EXERCEU SUA AUTORIDADE E MUDOU A TRISTE HISTÓRIA DO HOMEM ENDEMONINHADO.
1- Os demônios reconhecem a autoridade de Jesus Cristo e sua divindade como filho de Deus. v.28
2- Os demônios não resistem ao poder de Deus. v.33; Ef 1: 20-23
3- Você crê em Jesus e tem autoridade sobre os demônios? 1 Jo 3. 8b.

IV-0RESULTADO DA LIBERTAÇÃO NA VIDA DO HOMEM
1- Totalmente liberto – v.35
2- Vestido e em perfeito juízo – v.35
3- aos pés de Jesus. v.35
4- Você é liberto e desfruta de uma vida abundante? Jo 10:10 b

Conclusão
Se você se sente sob a influência de demônios em alguma área de sua vida e necessita de oração de libertação procure ajuda através do seu discipulador, e ele saberá como conduzir o seu processo de libertação. Leia o que está escrito em 1 João 3. 8 que diz: “... pra isto o filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.”
Dependa de Jesus e receba o melhor desta terra – Isaias 1.19
A serviço do rei Pr João Nunes Machado



Nenhum comentário:

Postar um comentário