sábado, 28 de fevereiro de 2015

os campos estão brancos para a colheita

OS CAMPOS ESTÃO PRONTOS PARA A COLHEITA João 4. 35 - 38

Obs Fazendo missão na Lagoa e Costa da Lagoa com Pr Pedro Paulo, Irmã helga e esposa Juçara foi uma bencão!


Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos, e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa. João 4. 35b

Aprendemos com Jesus que temos que nos interessar pelos outros se quisermos que eles se interessem pelo que temos a falar. 

A narrativa bíblica nos mostra o interesse de Jesus em auxiliar a samaritana.
O sentimento que nos leva ao interesse pela pessoa que não conhece o Evangelho é a compaixão. 

Na Parábola do Bom Samaritano, em Lucas 10: 25-37, Jesus deixa claro aos seus discípulos que eles deveriam demonstrar compaixão para quem quer que precisasse de seu auxílio.
Os Evangelhos relatam em diversas passagens a compaixão do Senhor, necessária para nos dispormos a levar as boas novas a alguém:

1. Em Mt 9: 27, dois cegos clamar a Jesus: “Tem compaixão de nós, Filho de Davi!”;

2. Em Mt 9: 35 e 36: “E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas suas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino, e curando toda sorte de enfermidades. Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque andavam desgarradas e errantes, como ovelhas que não têm pastor.”

3. Em Mt 14:14: “E ele, ao desembarcar, viu uma grande multidão; e compadecendo-se dela, curou os seus enfermos” (quando da 1a. multiplicação dos pães).

4. Em Mt 15: 30-32, Jesus demonstra sua compaixão na 2a. multiplicação dos pães: “Jesus 
chamou os seus discípulos e disse: tenho compaixão da multidão...” (v. 32).

5. Em Mt 20: 30-34, Jesus sentiu compaixão pelos cegos: “E Jesus, movido de compaixão, tocou-lhes os olhos, e imediatamente recuperaram a vista, e o seguiram.” (v. 34).

6. Em Lc 7:11-14, Jesus compadeceu-se da viúva de Naim: “logo que o Senhor a viu, encheu-se de compaixão por ela, e disse-lhe: não chores.” (v. 13)


A serviço do Rei, Pr João Nunes Machado


Nenhum comentário:

Postar um comentário